10 curiosidades sobre The Legend of Zelda

download

1- Em “Legend of Zelda” há um monstro estranho chamado Pols Voice que, segundo o manual, tem um ponto fraco: “odeia barulhos altos”. Mas o conselho só vale na versão japonesa do jogo, que aproveita o microfone no controle do Famicom (NES japonês): grite e o monstro morre!

2- Fora do mundo dos games, Zelda é um nome pouco comum. O criador do jogo pegou-o emprestado de Zelda Fitzgerald, mulher do famoso escritor Francis Scott Fitzgerald. “Ela era uma mulher linda e eu gostei do som de seu nome”, diz Miyamoto.

3- A 1ª versão de “The Hyrule Fantasy: Legend of Zelda” (como era chamado no Japão) chegou não em um cartucho, mas em um disquete. Ele foi lançado para o Famicom Disk System, acessório para o console japonês que permitia que os jogos fossem distribuídos em disquetes de 3”.

4- Assim como “Super Mario Bros.”, “Zelda” recebeu uma boa porção de produtos licenciados no auge do sucesso Nintendinho (NES). Entre eles, estão esses itens estranhos que vemos na imagem: uma toalha e uma lata de lixo.

5- “Zelda” foi lançado no Japão em disquete, o que permitia aos gamers salvar seu progresso. Mas o NES americano não tinha esse acessório. A solução foi permitir aos jogadores salvarem seus games no cartucho por meio de um chip SRAM com uma bateria.

6- Como outros jogos famosos dos anos 1980, “Zelda” rapidamente ganhou um desenho na TV. A série de 1988 tem 13 episódios e traz o protagonista Link como um personagem arrogante e reclamão, que abusava do bordão “Excuuuuse me, Princess!” (Dá licença, Princesa!)

7- Muito antes do Game Boy, a Nintendo lançou um portátil com tela LCD chamado Game & Watch. Com o sucesso de seus títulos para consoles de mesa, a companhia produziu versões do portátil com seus jogos mais famosos. “Zelda” ganhou sua versão em 1989.

8- O adaptador Satellaview para o Super Famicom (SNES japonês) permitia que os gamers baixassem jogos transmitidos por um satélite de TV e salvá-los em cartuchos. Zelda ganhou uma “sequência” em 1995 com quatro episódios semanais, trazendo novidades como uma protagonista feminina.

9- Nos anos 1980 e 1990 a empresa Nelsonic Industries produziu uma linha de relógios de pulso digitais que traziam games embutidos, de forma similar ao já citado Game & Watch e os famosos “minigames” da Tiger Electronics, da mesma época.

10- Em 2009, um fã da série postou uma versão não finalizada de uma “re-imaginação” do primeiro game. Para fazer isso, Glen Forrester pegou os gráficos originais do NES e os renderizou em uma visão 3D em 1ª pessoa.

Equipe Vitamina Nerd
Já constamos com a ilustre participação de Mário Rocha, Oscar Oliveira, Nivaldo Carvalho, Lucas Ribeiro, Nina Pires, Willian Fonseca, Renato Guimarães, Victor Mergulhão, Monica Miyuki, Willian Brito, Jonathan Villela, Elis Regina, Diego Noviscki, Vinicius Soares, Daniel D’Amato e Felipe Sitr.

Tags dos Artigos