Crítica: Esquadrão Suicida

Esquadrão Suicida - Vitamina Nerd

Não sei se vocês se lembram, mas no ano de 2014, um candidato do ENEM resolveu fazer uma “pegadinha” com o corretor das redações e colocou lá no meio do texto dele uma receita miojo. Esse gesto rendeu um “bololô” danado, porque o cara recebeu uma nota super boa na redação, e a partir daquele dia, as redações nunca mais seriam corrigidas como eram antes.

Calma, eu não vou colocar uma receita de macarrão aqui, ou de qualquer outro alimento. Mesmo porque, o que você quer saber mesmo são os motivos que me levaram a dar àquelas três pílulas que você viu lá em cima!! O que eu vou fazer, no alto da minha arrogância,  é tentar decifrar a receita de como pegar algo pequeno, que quase ninguém conhecia, que eram os quadrinhos do “Esquadrão Suicida”, alçá-los na estratosfera e, no final, entregar um filme esquecível e sem alma.

Ingredientes para o Hype:

  • Personagens visualmente bacanas;
  • Vilões como heróis; (Afinal, os anti-heróis estão suuuuuuper na moda!!)
  • Piadas; (lembrem-se que o clima dark de Batman vs Superman não fez muito sucesso!!)
  • Músicas Pop;
  • Personagens ícones para participações especiais;

Modo de preparo:

  • Pegue os personagens visualmente bacanas, que também são vilões e torne-os ainda mais legais, pop’s e vendáveis para camisetas e brinquedos.
  • Monte um trailer super esperto, com todos estes anti-heróis soltando milhares de piadinhas, enquanto rolam as mais incríveis músicas pop que se tem notícia, no ritmo da ação!
  • Como toque final, pegue um Batman e um Coringa, e jogue-os no trailer, com aparente importância para a trama!!

Com o Hype deliciosamente pronto, agora é a hora de saborear o filme, que deve ter sido feito com a mesma receita, certo?

Não, porque infelizmente eles usaram uma outra receita. Uma com uma bela cobertura de decepção!!

Vamos aos ingredientes:

  • Personagens visualmente bacanas, mas vazios;
  • Vilões que não são vilões de verdade;
  • Piadas. As mesmas dos trailers;
  • Músicas Pop gratuitas;
  • Personagens Ícones somente como fã-service;
  • Dois vilões brutalmente mal construídos;
  • Uma edição confusa;
  • Um clímax escuro;
  • Um diretor fraco e maleável;
  • Produtores atrás de muito dinheiro;

Modo de Preparo:

  • Pegue todos os personagens visualmente bacanas e só dê importância para o background de dois deles. O resto você junta em uma massa mole e quebradiça. Afinal, todo mundo só quer ver a Arlequina e o Pistoleiro mesmo, não é mesmo?!
  • Sabe aqueles caras que são super vilões da DC? Bote “coração” e açucar neles!!! Eles viram heróis em poucos minutos!! Mesmo que isso os descaracterize e torne a trama frouxa e boba.
  • Toque um monte de músicas pop durante o filme inteirinho. Sem preocupação nenhuma com a importância delas para o todo! Despeje tudo sem critério!!
  • Lembra das piadas dos trailers, você terá de usar todas elas e mais nada!! Afinal este era pra ser um filme de ação e não comédia! Era pra ter o mesmo clima de “Batman vs Superman”, mas os produtores que estão atrás de muito dinheiro e o diretor fraco e maleável, resolveram mudar tudo no meio do preparo porque ficaram com medo da repercussão ruim do filme anterior do estúdio;
  • Aí, como decretaram a mudança de tom no meio do preparo, você pega um editor inábil e torna a edição ainda mais confusa!! (Tem um momento no filme, quando um dos piores vilões da história dos filmes de quadrinhos surge na tela, a impressão que se tem, é a de que você dormiu e perdeu um pedaço do filme! É tudo muito brusco e desconexo!)
  • Salpique com o pior Coringa já feito para o cinema, tipo um cafetão cafona e umas pitadas de Batman. Mas só um pouquinho, porque eles não fazem lá muita diferença para a história do filme… Com exceção para o background da Arlequina.
  • Para finalizar, coloque um clímax escuro, com dois vilões ridículos, bastante fumaça tampando tudo e muita, muita conversa fiada e pronto!! A decepção está na mesa!!

Se você teve paciência de ler até aqui, eu lhe dou os parabéns e agradeço!! De prêmio, vou lhe contar que o filme não é aquela bomba toda que dizem por aí! Existem vários elementos interessantes, como o design de produção e as personagens da Arlequina e Amanda Waller, que são completamente fantásticas e bem construídas. Mas, infelizmente, o gosto real que fica na boca saindo da sessão é um tanto amargo e meio que te faz refletir:

Porque “cargas d’agua” não seguiram a mesma receita do hype para fazer o filme? Ou será que seguiram??

Avaliação: Esquadrão Suicida
País: EUA

Lançamento: 04/08/2016

Direção: David Ayer

Roteiro: David Ayer

Baseado na Obra de: DC Comics

Elenco: Will Smith, Margot Robbie, Joel Kinnaman, Viola Davis, Jai Courtney, Jay Hernandez, Jared Leto...

Produzido por: Warner Bros.

Distribuído no Brasil por: Warner Bros.

Rogério Montanare
Apenas um grande fã de Cinema, Séries e Vídeo Games!!!
  • Luan Bião

    E nosso Diretor de Cinema atacaaaaaaaaa novamente. Tá parecendo comigo cara, o filme é isso e aquilo e me lança três capsulas? HAUHUA melhor receita do ano.