Crítica: Game of Thrones – 6a Temporada (Com Spoilers)

download

Nem sei como começar…. porque é assim que você fica quando assiste a um espetáculo visual, sonoro e artístico… você fica sem ar, sem palavras, com os sentidos a flor da pele!

Eu sei o que já estão dizendo e escrevendo por aí, que o último episódio da temporada foi puro “fã service” e que houveram vários problemas com a “timeline” da série… mas e daí??

Os incríveis produtores David Benioff e D. B. Weiss, que lideram essa coisa maravilhosa chamada Game of Thrones, simplesmente resolveram presentear os fãs e o público com tudo que queríamos ver desde sempre… e isso foi ótimo!

  • Ressurreição de Jon Snow (Kit Harington) – Check!
  • Descobrir que o pobre e bastardo Snow é na verdade um TargaryenCheck!
  • Deixar o queixo no chão com a maior batalha filmada da história das séries de tv, na guerra dos bastardos – Check!
  • Ver Sansa Stark (Sophie Turner) se vingar do sádico e estuprador Ramsey Bolton (Iwan Rheon) – Check!
  • Se deleitar com Arya Stark (Maisie Williams) terminando seu treinamento de assassina e cortando a garganta do velho Frey, não sem antes ter dado seus próprios filhos mortos para ele comer em uma deliciosa torta de carne!! – Check!
  • Emocionar-se junto com Tyrion Lannister (Peter Dinklage) quando ele é nomeado “mão da rainha” de Daenerys Targaryen (Emilia Clarke) – Check!
  • Acompanhar com os punhos cerrados e apertados, a grande vingança de Cersei Lannister (Lena Headey) contra todos, TODOS os seus inimigos!!! Igreja, Tyrells, Pycelle e até seu próprio filho e rei (por tabela!)!! Check!
  • Chorar com a morte de um personagem querido, no caso o pobre Hodor (Kristian Nairn) e se surpreender com revelação do motivo do coitado só dizer HODOR! Check!
  • Descobrir que o super honrado Ned Stark (Sean Bean), não era tão honrado assim… Check!
  • Prendemos o ar pela supremacia e a beleza da biblioteca da cidadela, juntamente com Sam (John Bradley) , o agora aprediz de Meistre. Check!
  • Assistir a duas coroações seguidas: Jon Snow como rei do norte e Cersei como rainha de Westeros. Check!
  • Correr no twitter e no facebook para dar spoiler para todo mundo, dizendo que a bruxa vermelha Melisandre (Carice van Houten) na verdade é uma velhota e que o “Cão de Caça” (Rory McCann)  não morreu e está de volta cortando cabeças… ou não! Check!
  • Gritando, chorando e pulando com a inacreditável e puramente “fã-service” cena das centenas de navios, de várias casas, com diferentes bandeiras e exércitos : Greyjoys, Tyrels, Dornenses, Dothrakis e Imaculados. Todos indo em uma direção só…. Westeros! Check!

Ufa…

A “ultrapassagem” da trama da série sobre os livros escritos por George R.R. Martin, fez muito bem para a história e deixou os roteiros mais enxutos e focadas. Outra coisa boa da temporada, foi eles terem deixado de lado o problemático núcleo de Dorne e terem se focado mais nos personagens mais emblemáticos e queridos de todos nós.

A parte técnica então, não preciso nem dizer… um primor visual e sonoro. Poucas vezes pudemos ver uma série de TV conseguir rivalizar com a riquíssima indústria do cinema como GoT fez neste ano. Isso sem contar com a trilha sonora de um talentosíssimo e inspirado Ramin Djawadi, que além de ter criado o hino que é a música de abertura da série, compôs nesse ano algumas das melhores músicas já escritas para a televisão em todos os tempos. Ouçam “Light of the Seven” e “The Winds of Winter” e me digam se isso não é verdade!!

Houveram problemas? É claro que houveram…afinal, nada é perfeito. O sétimo e o oitavo  episódios não foram lá assim tãããooo empolgantes e também é perceptível que alguns personagens demoram demais para ir de uma lugar ao outro, enquanto outros parecem até se “teletransportar”, de tão rápido que se locomovem. Porém, é difícil não se ajoelhar e agradecer aos deuses do entretenimento, por ter sido agraciado com um produto tão superlativo!

Agora, todas as peças estão postas e teremos que esperar como alguém que joga xadrez a distância. Ficaremos por um ano olhando o tabuleiro montado… loucos para mover as peças… desesperados para saber qual será o movimento do nosso “adversário”…. mas teremos de esperar.

 

E você? Gostou da sexta temporada de Game of Thrones? Comente!

 

Rogério Montanare
Apenas um grande fã de Cinema, Séries e Vídeo Games!!!

Tags dos Artigos