Crítica: La La Land – Cantando Estações

O Musical arrebatador de prêmios é tão bom assim?

LaLaLandDestaque

É… “La La Land – Cantando Estações” é tão bom assim sim!

O filme conta a história de Mia (Emma Stone, de “Birdman”) e Sebastian (Ryan Gosling, de “Dois Caras Legais”), ambos sonhadores com suas carreiras, ela como atriz e ele como proprietário de uma casa de Jazz perfeita, se esbarram em uma Los Angeles dura e bela ao mesmo tempo, e juntos tentam ser felizes com as armas que possuem: talento!

Logo na primeira cena, o longa já nos diz que é um musical nato, daqueles baseados em sucessos dos anos 40, que assustam e dispersam aqueles que “odeiam musicais”!! Mas se você der uma pequena chance ao filme, irá perceber que as músicas e os números musicais não aparecem aqui gratuitamente e sim como uma ferramenta potente de narrativa. As lindas notas da canção “City of Stars”, que se repetem com perfeito timing durante toda a projeção, trazem os sentimentos e dilemas do casal que se apaixona, mas que são diferentes em sua essência e em seu modo de pensar.

O fantástico diretor e roteirista Damien Chazelle, que já nos havia presenteado com “Whiplash” a dois anos atrás, mostra que sabe do que está falando quando o assunto é cinema! Sua fotografia, tomadas de câmera, distribuição de cores, figurinos, direção de arte, coreografias…. tudo isso em “La La Land” é sublime e incrivelmente bem executado!! Tanto que, em alguns momentos, como o do sapateado com LA de fundo, você se sente impelido a se levantar e aplaudir de pé o trabalho do diretor!

Outra grande contribuição de Chazelle para o longa é no roteiro. Apesar de uma certa “barriga” no meio do filme, ele entrega uma narrativa simples e arrebatadora. Enquanto no começo temos uma simples comédia romântica comum, no terceiro ato ele até diminui o ritmo das canções para nos contar uma história emotiva e realista, que faz com que a platéia “compre” aquilo tudo que foi dito até ali. É simplesmente um soco de realidade na cara de quem esperava mais um conto de fadas na cidade dos sonhos!

As interpretações de Gosling e Stone são outra maravilha do filme!! Além de serem excelentes dançarinos e cantores – ela muito mais do que ele – a emoção que eles transmitem é extremamente comovente. A cena inicial da atriz, fazendo um teste de interpretação ao telefone, nos mostra o poder da ruivinha que foi namorada do homem aranha no passado! Seu rosto se transforma em questão milissegundos!!!

O longa possui alguns poucos defeitos de ritmo, como a já citada barriga, ou a falta de narrativas paralelas, que poderiam abrandar a urgência da trama principal, mas nada que desabone o show que vemos em tela.

“La La Land” é o cinema em sua excelência ao contar uma história simples e ordinária de maneira espetacular!

Avaliação:
Título Original: La La Land

País: EUA

Classificação: 12 Anos

Lançamento:19 de Janeiro 2017

Dirigido por: Damien Chazelle

Roteiro de: Damien Chazelle

Elenco: Ryan Gosling, Emma Stone, John Legend...

Produção: Gilbert Films e Marc Platt Productions

Distribuição no Brasil: Paris Filmes

*Agradecimento Especial: PARIS FILMES

Rogério Montanare
Apenas um grande fã de Cinema, Séries e Vídeo Games!!!