Crítica: Overwatch, a aposta FPS da Blizzard

Overwatch-Cast-1024x576

Após o sucesso de Starcraft II, a Blizzard começou a trabalhar em algumas atualizações de seus jogos e após alguns anos finalmente retornou com lançamentos. A bola da vez é o já lançado Overwatch, que nós jogamos e vamos trazer um pouco para você.

Prepare-se

O jogo traz uma nova premissa ao mercado de jogos tiro, tentando acompanhar a atual tecnologia multiplayer presenciada nos games online ele traz na tela a junção de três fortes elementos: poderes, trabalho em equipe e personalizações.

Não vai ser difícil encontrar um jogo que faça junções como as que eu comentei antes, mas você provavelmente não encontrará nenhum que seja tão fluído com esses elementos como Overwatch. O jogo consegue explorar os poderes da maneira certa, combinando diferentes tipos de ações junto com gráficos e um equilíbrio inteligente de forças entre as classes, classes?

Isso aí! No início das partidas o jogador é convidado a selecionar um personagem, os 21 personagens disponíveis são divididos em grupos: Tank, Suporte, Ofensivo e Defensivo, aqui já temos um novo elemento: o jogo avisa caso o time não esteja balanceado com todos os tipos, o que provavelmente levará o time a perda.

Overwatch-Characters

Carregue

As telas variam desde cenários como Hollywood até lugares como Nepal e Templo de Anubis, contando inclusive com alguns objetos interativos divertidos de serem testados. Além disso, habilidades especiais como andar nas paredes, pulo duplo ou queda suave permitindo explorar áreas do mapa e ganhar vantagem contra os inimigos.

Ao contrário de alguns concorrentes o jogo não conta com veículos e você também não pegará armas pelo mapa. Ainda pensando sobre as diferenças o jogo favorece a fator cura, assim, se você precisar se curar não vai precisar andar muito para achar um life no chão. Além disso é possível observar que não só os suportes possuem habilidades que auxiliam como também as outras classes. Assim você poderá criar um campo de cura ou um escudo temporário mesmo sem depender dos suportes.

Ao subir de nível é possível conquistar uma caixa prêmio que oferece 4 itens sempre que é aberta. Esses itens variam desde skins para os personagens até voice packs ou ouro.

ScreenShot_16-02-21_02-34-39-000

Atire

Cada personagem possui 4 habilidades sendo que uma delas, a especial, necessita que o jogador carregue seu poder antes de usá-lo, o que pode ser feito combatendo contra o adversário. No ínicio, a quantidade de personagens e habilidades pode ser um pouco confuso e você provavelmente irá acumular diversas mortes antes de se acostumar, e aí vai a dica: conheça todos os personagens e depois escolha um único para conseguir habilidade suficiente para aguentar o tranco e fazer a diferença dentro do jogo.

Os tipos de armas variam de acordo com o personagem utilizado e podem ser desde bolas de energia atiradas pela mão até lança granadas ou lança misseis. O jogo apresenta ótimos gráficos e mesmo na menor qualidade o jogo traz um desenho interessante que somado ao trabalho de equipe vai lhe garantir muita diversão.

Na versão em português as dublagens ficaram ótimas e você pode conferir que alguns personagens tem algumas frases bem abrasileiradas como as dos vídeos abaixo:

Erre

Apesar da qualidade, a jogabilidade e dublagem, o jogo tem seus pontos fracos. As opções de jogos são limitadas e os recursos no mapa também. Não só isso, o jogo ainda está custando R$ 249,99, o que é um valor considerável para investir. Além disso, é possível verificar jogos gratuitos que são similares ao game – como o bom e velho Team Fortress 2 – ou jogos que trazem um realismo tático maior – como o The Division – e oferecem uma competitividade maior.

No mercado de games online atual e considerando os novos formatos de obtenção de lucro dentro das plataformas (extensões, armas, recursos) a Blizzard adotou uma postura complicada: forçar o jogador a comprar o jogo antes de jogar. Acreditar que o open beta tinha esse objetivo é uma ilusão, é muito mais fácil acreditar que o open beta vem para trazer novos jogadores ao game.

Bem, se você tiver algumas moedas sobrando Overwatch é um jogo que vale a pena, agora, caso você não esteja na sua melhor fase recomendo que você procure opções mais compatíveis.

Overwatch sai daqui a algumas semanas, no dia 24 de maio, e teve seu open beta recentemente. Você poderá jogá-lo nas plataformas PC, Xbox One e PlayStation 4. Vocês jogaram o open beta? Gostaram?

Nota
Excelente equilíbrio e estratégia de fusão FPS/MOBA. Mas parece que isso deu tanto trabalho que ao jogar você sente que falta alguma coisa. Provavelmente irá enjoar rápido.
Luan Bião
Sou co-fundador da parada e hoje responsável pela infraestrutura, pelos projetos, códigos e por manter o barco andando. Por isso, você vai me ver em quase todas as áreas aqui do site, desde do jornalismo das matérias até as edições de vídeos e podcasts. Acredito que um dia vou conseguir reunir o time dos sonhos e buscar o One Piece e já estou chegando perto.