Dica de Filme: Inception, um passeio pela mente humana

Não pense em um Elefante!

inception

Hoje faremos um passeio pelas profundezas da mente humana com o filme Origem (2010), do diretor Christopher Nolan, que fez esse lançamento depois de dois anos de ter dirigido Batman e mostrando a que veio. O filme conta a história de Dom Cobb, um ladrão especializado em roubar informações de dentro dos sonhos das pessoas, através de uma tecnologia de ponta. Por esta capacidade extraordinária, Cobb se mete em diversos problemas e está sendo caçado pela polícia internacional. Durante uma de suas viagens, é procurado por um bilionário que lhe oferece uma chance de redenção, mas ao invés de roubar uma informação, Cobb e seu time deverão fazer o oposto: Inserir uma memória nos sonhos de um alvo.

http://www.silhuetafeminina.com.br/wordpress/wp-content/uploads/2017/01/Observa%C3%A7%C3%B5es-e-reflex%C3%B5es-sobre-o-filme-A-Origem-Inception-llll.jpg

Este é um dos filmes que não dá para ficar contando muito para não estragar toda a experiência, mas posso afirmar que está entre os meus dez filmes favoritos. Desde o projeto de como todo o processo de mergulho nas camadas de sonho funciona até os símbolos deixados em cada camada do subconsciente… este é um dos filmes que entregam muito mais do que prometem, e já haviam prometido bastante. O hype do trailer com as cidades se movimentando como um grande labirinto psicodélico já deixaram a nação nerd em polvorosa meses antes do filme estrear, e valeu cada minuto desta espera.

Uma trama densa, bem estruturada e com requintes belíssimos de camadas de mensagens sutis, como por exemplo, se você pegar as iniciais dos NOMES dos integrantes do time do Dicaprio, você tem Dom, Robert, Eames, Arthur, MalSaito – e soletram a palavra “dreams” (sonhos em inglês). Yusuf, como o personagem bíblico cuja maior característica era poder interpretar os sonhos do faraó e assim por diante.

https://braavos.files.wordpress.com/2013/01/origen_inception_2010_6.jpg

“Inception” é uma viagem através dos níveis de consciência cada vez mais profundos do ser humano, que no hermetismo estão representados pelos elementos sutis: o AR, o nível da razão consciente, que transforma o mundo material em símbolos que podem ser compreendidos e interpretados pela mente; o nível da ÁGUA, onde ficam as emoções, escondidas em uma camada muito mais profunda e que nos afeta de maneira mais intensa que somente os símbolos racionais (razão pela qual todos os textos alquímicos são expressos na forma de imagens e ícones, e não material escrito). Todas as ordens iniciáticas e herméticas utilizam-se de símbolos e alegorias em seus rituais, trazendo a experiência para o campo mais profundo dos sentimentos e gravando com maior intensidade as iniciações. Finalmente, o nível mais profundo de todos, o FOGO, representado pela Vontade que faz com que o ser humano se movimente em direção do futuro e da evolução. Os símbolos, dentro dos estudos herméticos, funcionam exatamente da maneira como o roteiro do filme organizou e os aspectos mentais dos níveis do inconsciente trabalham exatamente da maneira como os protagonistas os enfrentam.

Di Caprio deveria ter recebido um Oscar por este filme.

E você? O que achou de Inception?

Marcelo Del Debbio
Antediluviano da cultura nerd; colunista da antiga Dragão Brasil, Sedentário e Hiperativo, Sobrecarga e Teoria da Conspiração. Autor de mais de 60 titulos de RPG, Hermetismo e Alquimia. Illuminati nas horas vagas.
  • Gustavo

    Sabe me dizer onde posso encontrar este filme não sendo na Netflix?
    Obrigado 🙂

    • Luan Bião

      Oi Gustavo, inicialmente gostaria de sugeri-lo comprar o filme e os preços mais baratos que encontrei foi no submarino e na saraiva, só entrar e digitar Inception ou Origem na busca. Você pode conferir o filme também no aplicativo Vizer.me.

Tags dos Artigos