Dicas de Anime: Serial Experiments Lain

Um dos animes mais sombrios e intensos que já assisti…

lain02

Primeira publicação do nosso mais novo membro, Marco Bettoni, trazendo para vocês um anime sensacional.


Minha primeira matéria é sobre um anime que tem no total 13 episódios e conta a historia de Lain, que vive em um mundo onde todos são muito ligados a tecnologia. Apesar desse anime ter sido lançado em 1998, ele ainda mostra características bem atuais.

lain03

No início da trama acompanhamos a personagem principal, Lain, recebendo seu primeiro PC. Lain é uma jovem um pouco tímida e sua família pertence à classe média japonesa que vive no subúrbio de Tóquio. Lain não sabe muito sobre computadores ou tecnologia, mas seu relacionamento com ambos tomam um rumo sinistro quando ela começa a receber e-mails a partir de um colega que recentemente cometeu suicídio. Os e-mails sugerem que essa menina não morreu, mas simplesmente abandonou seu corpo físico, para existir dentro da Wired, uma rede global de comunicações semelhante a nossa internet.

Após essa revelação, os episódios se tornam cada vez mais surreais e sombrios. A barreira entre o mundo real e o Wired torna-se cada vez mais ténue e Lain é atraída por sua própria imagem na rede, que se trata possivelmente do deus deste universo virtual.

lain04

O anime não tem muita ação ou confronto. Contando apenas com a animação deslumbrante e escrita excelente, a série é um olhar profundamente filosófico na relação do homem com a tecnologia – um tema que é tão relevante hoje como era em 1998, quando o anime foi lançado. As imagens sobre a cidade japonesa se tornam cada vez mais distorcidas a partir do momento que a mistura entre o mundo real e virtual é notada pela personagem; o zumbido das linhas de energia são um rugido cada vez maior, suas sombras se cruzam umas com as outras e calçadas de concreto parecem pulsar com energia eletrônica.

lain

A verdadeira força do anime é a sua capacidade de tornar ambientes mundanos e objetos e distorcê-los em pesadelos surrealistas, que contribuem para a atmosfera de irrealidade como confrontos psicodélicos, atraindo a personagem cada vez mais ao universo virtual da Wired.

A abertura do anime, na minha opinião é uma das melhores que já vi, da uma olhada:

O anime traz muitas frases marcantes, mas escolhi essa para postar e deixar vocês curiosos para entende-la:

“O corpo não é nada mais que uma máquina. Se as limitações físicas do corpo, restringem a evolução da raça humana, seria como se o fim da espécie chamada homem já tivesse sido decidido por um Deus que nem ao menos existe. A informação contida dentro dos humanos não é apenas a que eles mesmos adquiriram como indivíduos. Essa espécie chamada homem é conectada com seus antepassados, e a informação é acumulada com ele. Se essa informação não for compartilhada, ela é inútil. Apenas dados. A humanidade pode evoluir. Através de seu próprio poder. Mas para fazer isto, eles devem saber o que eles realmente são. O que você acha que você é?”

Enfim , o anime mostra muitas coisas relevantes dos dias de hoje e vale muita a pena ver essa historia um tanto quanto sombria.

E você, ficou curioso? Assista ai e conta pra gente o que você achou.

Marco Bettoni
Criador do site Mansão Nerd, apreciador de novos desafios, colunista do Vitamina Nerd e ainda matador de dragões nas horas vagas.