CríticasFilmes

Estreia da Semana: Rampage – Destruição Total

Rampage é, originalmente, um jogo de 1986, onde o jogador assume o controle de diversos monstros e precisa sobreviver a ataques militares. Só se passa de fase quando a cidade onde os personagens se encontram é completamente destruída.

No filme Rampage: Destruição Total, Davis Okoye (Dwayne Johnson) é um primatologista que se relaciona melhor com os animais do que com as pessoas. Ele mantém uma relação especial de amizade com George, um gorila albino, a quem ele ensinou a se comunicar através de sinais. Então, um experimento científico cai, por engano, na reserva aonde George e outros animais vivem, fazendo com que o gorila não só aumente consideravelmente de tamanho, como também ganhe uma força e uma violência nunca antes vista. Junto com George, um lobo e um crocodilo passam pelo mesmo acidente.

É óbvio que o filme não tem intenções de ser explicativo ou mesmo fazer sentido cientificamente, mas o roteiro faz um pouco de esforço para explicar como que o experimento acabou caindo na reserva, embora tudo que esteja no roteiro seja apenas uma desculpa para que o telespectador possa ver as três criaturas em ação.

Dwayne Johnson em cena do filme

O longa tem um trabalho interessante com os personagens, levando em conta que é um filme de aventura, os mesmos tem algumas poucas camadas que justificam suas ações. O elenco também é bem escolhido, Dwayne Johnson não é um grande ator, mas ele é carismático e engraçado e parece saber escolher muito bem os seus papeis, já que sua atuação funciona bem nesse filme e seu personagem é crível. A atuação de Jeffrey Dean Morgan (de Supernatural), que interpreta um dos agentes federais, também se destaca, embora ele faça um personagem que a princípio possa despertar ódio ao espectador, ao longo do filme, a platéia pode acabar se divertindo e simpatizando com ele. No elenco ainda temos Malin Åkerman (de Watchmen- O Filme), em um papel que parece feito para ela: uma socialite, chefe da empresa responsável pelos experimentos.

O roteiro é cheio de piadas típicas de filmes de aventura, que já estão meio batidas, mas que foram feitas para agradar o público amante do gênero.

O que mais chama atenção em Rampage: Destruição Total são, claro, os efeitos especiais. O filme investe profundamente nisso: os três animais gigantes são de fato de tirar o fôlego e as cenas em que eles atacam ou destroem a cidade são extremamente bem planejadas.

Como um filme de aventura, o longa funciona muito bem, ele tem tudo que precisa para agradar quem gosta de adrenalina: um protagonista forte e corajoso, vilões cruéis que só pensam em dinheiro, humor, muitas cenas de ação e efeitos especiais incríveis.

Rampage: Destruição Total certamente não vai concorrer ao Oscar de melhor roteiro (talvez de efeitos especiais), mas é um bom entretenimento e diverte muito a audiência.

O filme entra em cartaz no dia 12 de Abril.

Rampage: Destruição Total

Data de lançamento: 12 de abril de 2018 (Brasil)

Elenco: Dwayne Johnson, Jeffrey Dean Morgan, Malin Akerman, Joe Manganiello, Naomie Harris

Gênero: Ação, Aventura, Sci-Fi

Distribuidora: Warner Bros.

Direção: Brad Peyton

Tags
Mostrar Mais

Fernanda Cavalcanti

Formada em cinema, apaixonada por literatura, divide seu tempo livre entre ler, escrever e dançar. Gosta especialmente de terror, mas lê/assiste de tudo. Também escreve para o blog Além da Toca do Coelho.

Matérias Relacionadas

Close