Curiosidades

Curiosidades sobre o mundo dos animes que provavelmente você não sabia!

Aee galera, mais uma novidade pra vocês, só que dessa vez me inspirei no nosso amigo Vector e vim trazer algumas curiosidades do mundo dos animes. Vamos lá?

1- Apesar do sucesso de Cavaleiros do Zodíaco aqui no Brasil, no Japão o título não se deu tão bem. O mangá por exemplo vendeu apenas 25 milhões, cerca de 9 vezes menos que Dragon Ball.

2- Samuel L. Jackson é um fã de animes e seus preferidos são Ninja Scrools e Black Lagoon. Além disso ele também dublou e foi produtor de Afro Samurai e Ninja Ninja.

3- Ano Hana originalmente era cheio de piadas e cenas eróticas, porém o diretor Tatsuyuki Nagai e o designer chefe Masayoshi Tanaka fizeram diversas mudanças, cortando esses elementos e inserindo outros mais sérios e sobrenaturais.

4- A verdadeira identidade do autor de Death Note e Bakuman não é conhecida. Ambos foram publicados sob o nome de Tsugumi Ohba, que acredita-se ser um pseudônimo de algum mangaká famoso.

5- Sazae-san é o anime mais longo em produção (não, não é One Piece). É exibido desde 1969 (até hoje) e já teve mais de 2550 episódios exibidos na TV.

6- No anime Naruto a data de aniversário de Rock Lee é a mesma do Bruce Lee.

7- O primeiro anime a fazer sucesso no ocidente foi Speed Racer.

8- Hajime Isayama, autor de Shingeki no Kyojin (Ataque de Titans), tem recebido várias ameaças de morte. Acredita-se que o motivo seja o personagem Dot Pixis, que foi baseado no general do exército imperial Yoshifuru Akiyama.

9- Ash de Pokémon, no Japão ganhou o nome de Satoshi, nome de seu criador.

10- O primeiro anime em cores criado no Japão se chamava Hakujaden (A lenda da Serpente Branca).

E ai gostaram? =D

Tags
Mostrar Mais

Vitamina Nerd

Já constamos com as ilustres participações de Mário Rocha, Oscar Oliveira, Nivaldo Carvalho, Lucas Ribeiro, Nina Pires, Willian Fonseca, Renato Guimarães, Victor Mergulhão, Monica Miyuki, Willian Brito, Jonathan Villela, Diego Noviscki, Vinicius Soares, Daniel D’Amato, Felipe Sitr, André Descrovi e Tiago Melo.

Matérias Relacionadas

Close