A Solidão dos Números Primos, de Paolo Giordano

A história de uma relação única

Alice Della Rocca é obrigada pelo pai a praticar esqui, mesmo que ela deteste o esporte e também não mostre muita aptidão para tal. Aos sete anos ela sofre um acidente que a deixa fisicamente incapacitada para o resto da vida, fazendo com que ela carregue esse trauma para sempre.

Mattia Balossino é um gênio da matemática, cuja irmã gêmea, Michela, tem um sério atraso mental. Um dia, enquanto eles deveriam ir à festa de um colega, Mattia, com vergonha da irmã, a deixa em um parque e quando retorna, não a encontra mais. Sem saber se ela foi sequestrada ou se afogou no rio, Mattia passa a se sentir culpado.

Alice e Mattia, ambos sobreviventes de traumas na infância, se conhecem na adolescência e forjam uma relação complexa, mas ainda assim, única.

A Solidão dos Números Primos
O livro acompanha uma relação única

Números primos

Alice e Mattia, os dois protagonistas do livro, têm algumas coisas em comum. Ambos sobreviveram a tragédias, mas ficaram marcados para sempre por elas, e talvez por isso, eles também sejam solitários, e têm muita dificuldade de se misturar, se relacionar e fazer amizades. Mattia só tem um amigo próximo na escola e Alice faz de tudo para chamar a atenção de Viola Bai, uma garota rica e popular que também é terrivelmente má, mas acaba sempre sendo humilhada pela menina e por suas amigas.

Tanto Alice, quanto Mattia se sentem completamente inadequados em quase todos os lugares que frequentam, e lidam com traumas profundos, e são essas coisas que aproximam os dois quando eles se conhecem na adolescência e se tornam inseparáveis.

O título do romance faz uma referência justamente a isso, os dois personagens principais são como números primos, que não se relacionam com os outros números, mas só podem ser divididos por eles mesmos e pelo número um.

Alice e Mattia são solitários que se encontram
Alice e Mattia são solitários que se encontram

Alice e Mattia

A Solidão dos Números Primos é narrado tanto por Alice, quanto por Mattia e se passa entre 1983 e 2007, por isso é impossível precisar quem exatamente é o protagonista do livro. A relação dos dois, no entanto, é muito importante.

Eles se conhecem na escola, ainda na adolescência e, ao mesmo tempo em que soam como um par perfeito, os dois têm traumas e problemas demais para que possam ingressar em uma relação completamente saudável: Alice tem anorexia e Mattia costuma se cortar. Alice faz de tudo para se aproximar de Mattia, porque é constantemente ignorada pelos garotos, mas ele não tem vontade nenhuma de se misturar e de conhecer pessoas novas.

A relação, no entanto, dá certo e os dois começam uma espécie de namoro que é totalmente platônico, mas que prossegue mesmo depois do colegial, quando eles vão para faculdades separadas e precisam, eventualmente, ficar longe um do outro.

Os protagonistas de A Solidão dos Números Primos são repletos de defeitos
Os protagonistas são repletos de defeitos

O relacionamento deles é bem único e, em muitos momentos do livro, parece ser a única tábua de salvação para os dois, mas também é uma relação ligeiramente problemática, que prende os dois e impede que eles conheçam outras pessoas. O fato deles não conseguirem colocar seus sentimentos para fora, ainda que seja óbvio para os leitores que eles se amam, os prejudica ainda mais.

A Solidão dos Números Primos na mídia

A Solidão dos Números Primos não é um livro tão conhecido, mas é bem escrito e apresenta personagens complexos de quem o leitor se afeiçoa, ao mesmo tempo em que percebe seus defeitos e os erros que eles cometem.

Alice e Mattia estão presos em uma relação nada saudável
Alice e Mattia estão presos em uma relação nada saudável

O livro virou um filme em 2010, estrelado por Luca Marinelli e Alba Rohrwacher.

A Solidão dos Números Primos tem uma trama relativamente simples, que em muitos aspectos pode soar romântica e típica, mas com seus personagens difíceis e de quem o leitor não sabe se sente dó, raiva ou compreensão, o livro se torna algo totalmente único e diferente e retrata a realidade, mesmo que através de muita ficção.

Nome Original: A Solidão dos Números Primos
Autor: Paolo Giordano
Editora: Rocco
Gênero: Contemporâneo, Romance
Ano: 2008
Número de Páginas: 288

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar