Bad Boys Para Sempre – Será o fim?

O ano era 1995. Um dólar custava um real, a Bruna Marquezine não tinha nascido ainda, reprises do Chaves passavam a toda hora no SBT, os Mamonas Assassinas dominavam todas as paradas de sucesso e “Bad Boys” chegava aos cinemas. O ano é 2020. Um dólar custa cinco reais, a Bruna Marquezine já está em decadência, reprises do Chaves passam ainda com certa frequência no SBT, os Mamonas Assassinas são uma mera lembrança de uma época mais fácil de nossas vidas e “Bad Boys Para Sempre” chega aos cinemas.

Muita coisa aconteceu nesses vinte e cinco anos que separam o primeiro do último filme. O cinema amadureceu como um todo e a franquia também. Bad Boys II é melhor que o primeiro e este último é melhor que o segundo, se tornando, consequentemente o melhor da franquia.

Will Smith e Martin Lawrence em cena de Bad Boys Para Sempre
Will Smith e Martin Lawrence são Mike e Marcus

Bad Boys Para Sempre – Good Men

A começar pelo humor: apesar de ainda ser repleto daquelas piadocas bobocas, o filme é o mais engraçado dos três. A dupla principal, de Will Smith e Martin Lawrence, está bem confortável revivendo os protagonistas e o filme é lotado de piadinhas com a idade avançada dos dois, em especial o fato de Will Smith praticamente não ter envelhecido fisicamente enquanto Martin Lawrence quase se tornou a VovóZona que interpretou no auge da popularidade.

Em diversos momentos, o filme faz piada de si próprio, com uma deliciosa meta-linguagem. Até mesmo a violência exacerbada dos filmes anteriores é alvo de piadas. Os personagens secundários novos são divertidos e bem aproveitados, fazendo um bom suporte para o Capitão Howard de Joe Pantoliano, que até então era o único personagem secundário com um mínimo de profundidade.

Will Smith e Jerry Bruckheimer

Menos explosões, mais drama

A saída de Michael Bay da direção da série é outro alívio. As cenas de ação não são saturadas de explosões gratuitas típicas do cara e os personagens são melhor desenvolvidos do que nos outros dois filmes juntos. As típicas perseguições mentirosas e tiroteios onde ninguém acerta os heróis continuam lá, mas são interligadas por uma história mais bem elaborada, com os personagens sendo conectados por relações mais interessantes.

Apesar da dupla de vilões extremamente caricatos com cenas dignas de produções da Televisa e alguns cortes de cenas um pouco desconexos o saldo final é positivo. Bad Boys Para Sempre é um filme de ação acima de tudo e, no que se propõe, ele é excelente.

Bad Boys Para Sempre

O fim?

Bad Boys Para Sempre é um excelente encerramento de uma icônica franquia. Os primeiros filmes podem ter envelhecido mal e não serem tão legais assim hoje em dia, mas a série em seu final mostra que ainda tem fôlego pra agradar aos fãs. Mesmo que o final não seja tão final assim e algumas pontas são deixadas propositalmente soltas para eventuais continuações – quem sabe com a formação de uma nova equipe, como é padrão de Hollywood.

Ainda assim, eu saí imensamente satisfeito do cinema. Evidentemente, o filme fatalmente leva estrelas extras porque serviram uísque na cabine de imprensa, mas eu sou um crítico que se vende fácil.

Bad Boys Para Sempre

Nome Original: Bad Boys for Life
Direção: Adil El Arbi e Bilall Fallah
Elenco: Will Smith, Martin Lawrence, Vanessa Hudgens
Gênero: Ação, Comédia, Crime
Produtora: Columbia Pictures
Distribuidora: Sony
Ano de Lançamento: 2020
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar