Free Solo, ganhador do Oscar, estreia hoje no Nat Geo

Escalar uma montanha de 900 metros sem cordas merece um Oscar...

Um filme de escalada ganhou o Oscar de melhor documentário! Free Solo traz um feito inédito em um dos momentos mais importantes para o esporte que fará parte das olimpíadas pela primeira vez no próximo ano. O montanhismo (que engloba os diversos esportes como escalada, trekking, etc), surgiu no séc. XVIII na Europa, mas ainda não faz parte da cultura dos brasileiros.

Apesar do crescimento no número de praticantes nos últimos anos, ainda é um esporte pouco praticado e conhecido no país. Isso ficou evidente nas legendas em português do filme que cometem um erro bastante básico no esporte ao confundir os termos “alpinista” e “escalador”. Então fica a dica para quem for assistir: quando ler alpinista, entenda escalador.

O documentário Free Solo conta a história da maior realização em escalada em rocha da atualidade. Alex Honnold, um dos melhores, se não o melhor escalador de nossa geração, escalou o paredão El Capitan de 915 metros de altura SEM CORDAS ou qualquer outro equipamento de segurança. Para quem não entende os desafios do esporte, o feito de Alex já parece impossível. Mas para quem entende, a admiração é ainda maior.

Free Solo
Free Solo

Uma jornada nas alturas

Se qualquer praticante de esportes de aventura como os escaladores já são vistos como malucos, os praticantes de escalada solo (sem equipamentos de segurança) seriam os mais loucos de todos. E é certamente este ponto que torna esta história tão impressionante. O filme conta toda a jornada de preparação, nem sempre bem-sucedida, de Alex até que ele se sinta seguro para fazer a escalada mais perfeita: aquela onde qualquer mínimo erro irá custar a sua vida.

A princípio, pode parecer um filme que só seria atraente para praticantes do esporte. Mas a direção de Jimmy ChinElizabeth Chai Vasarhelyi torna a história cativante para todos que se permitem envolver pela jornada deste herói. Ao escalar sozinho e com tantos riscos, um dos principais fatores para o sucesso é o controle psicológico. É por esta relevância que somos levados a conhecer o lado humano de Alex.

Primeiramente, o que o levou a querer escalar? Por que a escalada solo? Ele não sente medo? Como são suas relações? Os amigos e família apoiam? Como essas pessoas impactam no seu momento de escalada? Com um personagem todo esquisitão, vamos nos sentindo como familiares e com algo em comum com Alex ao conhecermos as respostas para cada uma dessas perguntas. Talvez passemos até a não achá-lo mais tão louco assim.

No vídeo abaixo você pode conferir um pouco de Free Solo em 360º

Por nos envolver nessa jornada tão incrível, as grandes palmas não são para o personagem principal do filme, mas para seus diretores. Não só por transformarem um filme tão técnico em tão humano, mas pela delicadeza com a qual desenvolveram os processos de filmagem. Alex é um escalador solitário. Quanto a presença de pessoas lhe filmando vai impactar no seu psicológico durante a escalada, principalmente sendo todos eles seus grandes amigos escaladores?

Assim, passamos o filme inteiro nos envolvendo pelo desafio de Alex para ficarmos com as mãos suando frio no final, como todos que o filmaram em sua escalada épica.

Confira o trailer e saiba mais abaixo:

E hoje, 9 de março, às 21h, o Canal National Geographic vai transmitir Free Solo! Além disso, vai liberar o filme em seu aplicativo. Para quem ficou ansioso e não quer esperar, a NatGeo lançou o “Climb to Watch” onde você pode liberar o filme no aplicativo, só precisa escalar! Cada metro de altimetria ganho, é liberado um dos 100 minutos de duração do filme. Para quem não sabe escalar ou acha que 100 metros são um desafio muito grande, é possível usar as escadas ou elevador que o GPS do celular marca a altimetria da mesma forma. =)

Por Thaís Cavicchioli – Pérola (@perolanamontanha)

Nome Original: Free Solo
Direção: Jimmy Chin e Elizabeth Chai Vasarhelyi
Elenco: Dierdre Wolownick, Tommy Caldwell, Jimmy Chin, Alex Honnold
Gênero: Documentário, Esporte
Produtora: Little Monster Films, National Geographic
Distribuidora: National Geographic
Ano de Lançamento: 2018
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar