O 3º andar – Terror na Rua Malasaña

Um clichê inovador

Manolo (Iván Marcos) e Candela (Beatriz Segura) se mudam com seus três filhos e o pai (Sergio Castellanos) de Candela para um apartamento em Madri, buscando mudar de vida. Logo eles percebem que o novo apartamento guarda segredos e os filhos começam a notar coisas estranhas acontecendo, até que o filho mais novo, Rafael (Iván Renedo) desaparece misteriosamente.

O pano de fundo

O 3º andar – Terror na Rua Malasaña é um filme de terror, mas existem outros aspectos em sua trama. O longa apresenta uma família que está, aparentemente, fugindo do interior se mudando para Madri. Também fica claro que eles não têm muito dinheiro e colocaram tudo o que tinham no apartamento.

Além disso, a família também vive suas próprias questões. O avô está senil e não fala, a filha adolescente, Amparo (Begoña Vargas) parece discordar das ideias dos pais e o filho mais velho, Pepe (Sergio Castellanos) é mais introspectivo e não se comunica tanto.

A família Jiménez chega a Madri - O 3º andar
A família Jiménez chega a Madri

O 3º andar – Terror na Rua Malasaña também se passa em 1976, durante a mudança de governos na Espanha, que deixava a ditadura de Francisco Franco e se tornava uma democracia. O longa, inclusive, joga pistas sobre isso quando coloca alguns pôsteres nos muros da cidade falando sobre eleições. O filme também se diz inspirado em fatos reais, o que traz um clima parecido como os de filmes da série Invocação do Mal.

O terror

O 3º andar – Terror na Rua Malasaña é uma produção espanhola, mas segue uma cartilha bem americana. O filme é, basicamente, uma história de casas mal-assombradas, um subgênero relativamente comum dentro do terror. Depois que a família se muda para o apartamento, coisas estranhas começam a acontecer. Os pais, no entanto, parecem não notar. Os acontecimentos sobrenaturais são presenciados pelos três filhos e pelo avô, que não fala, mas que de alguma maneira está mais próximo da morte do que da vida.

O 3º andar usa de vários aspectos bem clássicos do terror
O filme usa de vários aspectos bem clássicos do terror

O filme, então, parece atirar para todos os lados: fantasmas, possessões e gravidezes aparentemente sobrenaturais. É quase um desfile de referências de outros filmes de terror famosos, como O Exorcista, O Bebê de Rosemary, A Chave Mestra e Poltergeist – O Fenômeno.

Dito assim, parece uma bagunça, mas o filme, curiosamente, funciona. O longa bebe em muitas fontes, mas elas se correlacionam entre si e algumas ideias interessantes vem à tona. O longa ainda tenta se escorar na ideia bem atual de terror social, onde uma obra do gênero faz questionamentos sobre problemas reais através de aspectos sobrenaturais, que não funciona tão bem, mas que de uma forma ou de outra, debate questões atuais e mostra um roteiro moderno e bem inovador.

O 3º Andar – Terror na Rua Malasana é uma história de casa mal-assombrada
O 3º Andar – Terror na Rua Malasana é uma história de casa mal-assombrada

Aspectos técnicos de O 3º andar – Terror na Rua Malasaña

O filme é pequeno, mas bem produzido. Não há muitos cenários – basicamente o apartamento e os arredores – mas usa bem os espaços que tem. O local onde a trama se passa é sinistro, velho e sujo, dando a ideia de aquele lugar não é acolhedor e, portanto, não é um lar.

Nota-se também um certo cuidado nos figurinos. O filme se passa nos anos 1970, e os personagens usam roupas que combinam com a época. Não é nada glamoroso, como geralmente acontece em filmes americanos, mas é realista e assenta com a trama que o roteiro apresenta.

A fotografia também pende mais para os tons escuros, mesmo porque o jogo de luz e sombra é bem importante em filmes do gênero. Entretanto, ela fica mais clara nas cenas que acontecem fora do apartamento.

Inovações

É verdade que O 3º andar – Terror na Rua Malasaña bebe em muitas fontes e soa quase como uma grande homenagem aos clássicos do terror, e ele também cai em clichês bem conhecidos do gênero, com os jump scares, as cenas de abertura que dão uma pista do que aconteceu no local antes dos protagonistas chegarem e todas as características que envolvem o subgênero das casas mal-assombradas, mas ele também traz ideias relativamente originais e moderniza aspectos muito clássicos do terror, como por exemplo, a ideia da casa mal-assombrada na verdade, ser um apartamento.

Beatriz Segura em cena do filme
Beatriz Segura em cena do filme

Justamente porque o filme usa e abusa de clichês muito comuns no gênero, ele pode não assustar quem é fã de terror e está acostumado a assistir esse tipo de filme, mas O 3º andar certamente vai assustar os mais incautos.

Terror na Rua Malasaña é um filme que repete alguns clichês, mas que mesmo assim consegue se tornar relativamente original. O filme tem sessões de pré-estreia nos dias 06, 07 e 08 de novembro e chega aos cinemas no dia 12 de novembro.

O 3º andar - Terror na Rua Malasaña

Nome Original: Malasaña 32
Direção: Albert Pintó
Elenco: Begoña Vargas, Iván Marcos, Sergio Castellanos, José Luis de Madariaga, Javier Botet
Gênero: Terror
Produtora: Bambú Producciones, Atresmedia Cine,
Distribuidora: Paris Filmes
Ano de Lançamento: 2020
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar