Peça Teatral: A Pequena Sereia

Baseado originalmente em um conto de fadas de Hans Christian Andersen, A Pequena Sereia virou uma animação da Disney em 1989, e em 2007 foi transformado em um musical da Broadway.

O musical chegou ao Brasil em março de 2018.

Em A Pequena Sereia conhecemos Ariel (Fabi Bang, de Wicked), filha mais nova do rei Tritão (Conrado Helt), mas que na verdade, deseja mais que tudo ser humana. Tudo parece piorar, quando Ariel, que constantemente sobe à superfície, se apaixona pelo Príncipe Eric (Rodrigo Negrini).

Fabi Bang como Ariel e Lucas Candido como Linguado.

A história de A Pequena Sereia já é de conhecimento geral, mas o musical fez algumas mudanças, como por exemplo, Úrsula (Andrezza Massei, de Os Miseráveis), a bruxa do mar, é a irmã de Tritão que foi banida do reino, ou seja a tia de Ariel, o que deu ao musical um ar um pouco mais macabro do que o desenho da DisneyLinguado (Lucas Cândido), que no desenho é representado como um peixe filhote, na peça, é um adolescente que tem uma queda pela sereia. As irmãs de Ariel, que no filme aparecem em poucas cenas, no teatro ganharam personalidades próprias e até um número musical. A versão para o teatro também ganhou mais músicas.

Na versão brasileira, houve ainda mais mudanças: os personagens muitas vezes citam memes e músicas brasileiras, especialmente Linguado, já que ele é um adolescente, e Sebastião (Thiago Abravanel), que na dublagem original tem sotaque jamaicano, ganhou um sotaque nordestino, Pedro e Juca, as enguias que acompanham Úrsula, se tornaram claramente mais afeminadas e a própria bruxa do mar usa várias gírias do meio gay, talvez como uma referência ao fato de que a aparência da Úrsula do desenho tenha sido inspirada em Divine, uma famosa drag queen.

A produção teve o grande desafio de demonstrar que tudo aquilo se passava no fundo do oceano, por isso muitas vezes as sereias são carregadas por pessoas que representam as ondas do mar, em alguns outros momentos, os personagens andam pelo palco fazendo movimentos com os corpos que se parecem com um nado. De um jeito ou de outro, fica uma sensação de que falta algo para aquilo de fato ser o fundo do mar, nem que fossem mais criaturas marítimas nadando (ou andando) por ali.

Fabi Bang e Andrezza Massei em cena da peça.

Por outro lado as cenas em que Eric cai no mar e em que Ariel nada até a superfície são extremamente bem feitas, os atores ficam pendurados por cabos e o telão fica da cor do mar, assim a idéia que a platéia tem é que os personagens de fato estão embaixo d’água.

As músicas do desenho estão presentes na peça, mas como a maioria dos musicais inspirados nos filmes da Disney, as letras foram modificadas.

O elenco funciona bem, mas o destaque é sem dúvida nenhuma de Andrezza Massei, que interpreta Úrsula. A atuação dela é de uma vilã, mas uma vilã extremamente divertida, com boas tiradas e piadas.

A Pequena Sereia é uma grande produção, com chances de agradar bem mais as crianças do que os adultos.

A Pequena Sereia

Serviço: Teatro Santander

Valor dos ingressos: R$ 75 a R$ 280

Mais informações: http://teatrosantander.com.br/programacao

Tags

Fernanda Cavalcanti

Formada em cinema, apaixonada por literatura, divide seu tempo livre entre ler, escrever e dançar. Gosta especialmente de terror, mas lê/assiste de tudo. Também escreve para o blog Além da Toca do Coelho.

Matérias Relacionadas

Close