A Divisão, filme aborda onda de sequestros no RJ

No fim dos anos 1990 uma onda de sequestros abala o Rio de Janeiro. Um grupo de policiais assume A Divisão Antissequestro (DAAS) e a missão de desmontar as quadrilhas que transformam o crime em indústria. Nos bastidores das investigações, a disputa de poder opõe de um lado, Mendonça (Silvio Guindane) – policial incorruptível porém extremamente violento – e do outro, Santiago (Erom Cordeiro), Ramos (Thelmo Fernandes) e Roberta (Natália Lage) – eficientes porém corruptos. O resultado: em poucos anos, zero ocorrências.

No filme oriundo da série A Divisão, o produtor José Júnior resgata uma passagem traumática da história do Rio. Afinal, muitos dos que viveram a década de 90 se lembram das crises de sequestro que abalaram a rotina dos cariocas, com vítimas que ficavam até mais de 100 dias em cativeiro.

Dessa forma, as duas horas de filme são completamente tensas, com tiros em alto e bom som, e sangue para todos os lados. A corrupção toma conta de 85% dos personagens, numa trama de tirar o fôlego. Com boas doses de suspense, a audiência sempre fica com um pé atrás ao ser apresentada a cada um dos personagens, afinal, devemos desconfiar de qualquer um que tenha um mínimo de poder em mãos.

A Divisão

A Divisão

Antes de mais nada, somos apresentados ao trio Santiago, Ramos e Roberta. Santiago, o cabeça das operações, é um policial civil que sequestra chefes de facções junto de seus comparsas. E pelo preço certo, devolve os bandidos para a sociedade sem dar trabalho burocrático para a justiça brasileira.

Ramos e Roberta fazem parte desse grupo de “Mineiros”, mas são chamados, junto com Santiago, para integrar a equipe que tem a missão de acabar com o sequestro no Rio de Janeiro. “Mineirar” é uma gíria própria de policiais, e quer dizer “sequestrar bandidos para fazer extorsão”.

Silvio Guindane, o eterno Pererê da adaptação para a TV dos quadrinhos de Ziraldo, é um policial conhecido como herói pela população. Ele não poupa vidas de bandidos para resolver seus casos de sequestro. Assim, não mede esforços para obter resultados e salvar as vítimas de seus cativeiros. Estes e todos os outros personagens são bem reais, sendo assim, os holofotes não ficam focados em um só. Todos eles tem características que nós, seres humanos, conseguimos reconhecer em nós mesmos, o que faz com que o público gere empatia por eles (com exceções, claro).

Elenco Globo Filmes

Além dos nomes já citados, o longa conta com diversas participações de rostos muito conhecidos, principalmente em novelas da Rede Globo. Sendo assim, Dalton Vigh é Venâncio Couto, um político com uma carreira promissora no Rio de Janeiro, que tem a filha sequestrada. Seu sucesso e riqueza o tornam, junto com sua família, um alvo dessa modalidade de crime. Para salvar sua filha, a Divisão vasculha o passado e o presente do políticos, podendo encontrar ligações bem suspeitas.

Marcos Palmeira também está no elenco, fazendo outro delegado de polícia. Além dele, nomes como Vanessa Gerbelli (esposa do político), Rafaela Mandelli (secretária do político) e Bruce Gomlevsky (secretário de segurança pública), e pequenas pontas de Augusto Madeira, Paulo Reis, Jefferson Schroeder e Helena Fernandes.

A Divisão

Sequestro

O crime de extorsão mediante sequestro tornou-se um problema e desafio para a política de segurança pública e a ação policial. Os efeitos sociais dramáticos e sua repercussão sobre a opinião pública e a imagem da cidade, fizeram dessa prática delituosa um ponto de referência significativo no debate social e político sobre crime organizado.

Em 1998, o Brasil registrou o maior recorde de sequestros da sua história: 1100 só neste ano. Só na década de 1990, estima-se que pelo menos 5 mil pessoas tenham sido sequestradas e extorquidas. As pessoas chamavam esse incidente de epidemia de sequestros.

A Divisão traz o questionamento “será que os fins justificam os meios?”. Além da bandidagem, do crime organizado nas favelas e também fora delas, há ainda o crime organizado por aqueles que deveriam combater o crime. A corrupção nas organizações públicas, a chantagem, a malandragem. Além disso, ainda existe a questão ética de utilizar o sequestro de um ente querido para melhorar a imagem de um candidato ao governo. Em cartaz a partir de 23 de janeiro!

A Divisão

Nome Original: A Divisão
Direção: Vicente Amorim e Rodrigo Monte
Elenco: Erom Cordeiro, Silvio Guindane, Natália Lage, Marcos Palmeira
Gênero: Ação, Crime, Thriller
Produtora: AfroReggae Audiovisual, Globo Filmes
Distribuidora: Downtown Filmes, Paris Filmes
Ano de Lançamento: 2020
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar