A Maldição da Sereia

A crueldade é humana

Dois pescadores encontram uma sereia (Alexandra Bokova) e resolvem cortar sua cauda para vender. A sereia, mutilada, é encontrada pelo Dr. Beyer (Burt Culver), que assiste enquanto a sereia cria pernas humanas.

Depois disso, ele a interna em sua clínica psiquiátrica, com a intenção de continuar a observando. A sereia só consegue se comunicar através de sinais e não se dá bem com nenhuma das outras meninas, que não acreditam que ela é mesmo uma sereia. Até que ela conhece uma garota (Meggan Kaiser) que só ela parece ver.

A sereia

A Maldição da Sereia explora uma criatura do folclore que nem sempre aparece em filmes de terror, mas que tem potencial para tal. A protagonista do filme é, claro, uma sereia, capturada por dois pescadores, que tem a cauda cortada e acaba em uma instituição psiquiátrica, onde ninguém acredita que ela é uma sereia.

A sereia
A sereia

Embora o filme se insira no gênero do terror, não é a sereia que é a vilã da história, ela é, na realidade, a vítima de uma série de violências. Primeiro ela é tirada do mar e mutilada para que os pescadores vendam sua cauda, depois ela fica presa na casa do Dr. Beyer enquanto ele observa pernas humanas crescerem nela antes de interná-la em uma clínica psicológica, onde ninguém recebe tratamento nenhum.

A sereia até tem seus momentos assustadores, como por exemplo, quando assistimos suas pernas humanas crescerem, mas os vilões de A Maldição da Sereia são os humanos, que usam e abusam da criatura pensando apenas em lucros.

Outras criaturas

O filme, no entanto, peca em alguns aspectos. Um deles é o fato de misturar criaturas fantásticas. Qualquer pessoa que vai assistir ao filme, já imagina de antemão que ele fale sobre sereias, e a ideia de explorar essa criatura dentro de um trabalho de terror, depois de anos sendo retratada dentro de obras de fantasia e até histórias infantis, é bem interessante, mas A Maldição da Sereia extrapola.

A sereia é a vítima da história
A sereia é a vítima da história

A sereia não consegue se comunicar com ninguém verbalmente, ela só se comunica através de gestos, por isso, ela não se mistura com as outras meninas que estão internadas, nenhuma delas também acredita que a sereia é realmente uma sereia, mas ela faz amizade com uma garota, da qual também não sabemos o nome, e que aparentemente, ninguém vê.

A partir daí a conclusão é um tanto quanto óbvia e resta pouco para a imaginação sobre que criatura essa garota misteriosa é. Mas parece até um pouco sem sentido abordar não só a sereia como também outras criaturas fantásticas, já que uma delas acaba relegada ao segundo plano e que filmes que apresentam criaturas sobrenaturais geralmente mostram apenas um tipo de criatura, justamente para que possam se dedicar a ela.

Talvez a ideia seja um pouco maior e o longa queira abordar questões sociais como a violência contra a mulher, já que tanto a sereia, quanto a garota que ninguém vê sofreram e sofrem nas mãos de homens cruéis, mas se esse for o caso, A Maldição da Sereia deixa mais ainda a desejar, porque o resultado é apenas um filme fantástico que não dá conta de tudo que traz à tona.

O filme se perde dentro dos seus próprios temas
O filme se perde dentro dos seus próprios temas

Aspectos técnicos de A Maldição da Sereia

Este é um filme bem pequeno, que mostra a quase todo o momento que não possui muitos recursos. Embora a primeira parte do filme, onde a sereia é capturada e mutilada, seja razoavelmente bem-feita e os efeitos que mostram suas pernas humanas crescendo funcionem, a segunda parte, que se passa quase que unicamente na clínica, já é menos cuidadosa e o que acompanhamos é o mesmo cenário e as meninas usando os mesmos figurinos em todas as cenas. O longa também é escuro.

Para além disso, o roteiro começa bem criativo, especialmente quando aborda a maneira com que a sereia se comporta aqui na terra e a mitologia aplicada à sereia faz sentido, mas se perde quando tenta emplacar outros elementos na trama. A história coloca ainda uma menina que ninguém na clínica além da sereia consegue ver e mais tarde, toda uma subtrama que envolve o porão do lugar e nada disso faz o menor sentido. A trama da sereia se bastaria por si só.

A Maldição da Sereia acaba se tornando chato
A Maldição da Sereia acaba se tornando chato

O filme até começa interessante, mas a partir do momento que a protagonista é presa na clínica, o longa se torna um marasmo completo. Não existe qualquer tratamento para nenhuma das meninas no local, nem para a sereia, então, tudo que acompanhamos são as internas assistindo televisão e falando mal umas das outras, o que se torna chato.

A Maldição da Sereia tem um roteiro com um certo potencial e que até começa bem, mas desperdiça tudo com o tempo, quando tenta abocanhar muito mais do que pode morder.

A Maldição da Sereia - Trailer

A Maldição da Sereia

Nome Original: Mermaid Down
Direção: Jeffrey Grellman
Elenco: Eryn Rea, Meggan Kaiser, Phillip Andre Botello, Alexandra Bokova, Jessica Honor Carleton
Gênero: Fantasia, Mistério, Terror
Produtora: Mermaid Down
Distribuidora: A2 Filmes
Ano de Lançamento: 2019
Tags

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar