Annie, um musical para toda a família

Annie (Aileen Quinn) é uma órfã que vive em um orfanato comandado pela Srta. Hanningan (Carol Burnett), de onde ela tenta escapar com frequência. Um dia, a garotinha é convidada para passar uma semana na casa de um milionário (Albert Finney), que precisa fazer caridade, mas ela acaba conquistando todos na casa e Oliver, o milionário, resolve que ela vai ficar.

Annie é a segunda adaptação da história para o cinema.

Origem de Annie

A história remonta de bem antes de 1982. A primeira vez que a órfã deu o ar de sua graça foi no poema Little Orphant Annie, de James Whitcomp Riley, publicado em 1885. Então, o cartunista Harold Gray adaptou o poema para uma série de quadrinhos que foram publicados diariamente de 1924 a 2010.

Aileen Quinn como Annie
Aileen Quinn como Annie

Logo mais, em 1930, a história de Annie chegou aos rádios, e ficou no ar por 12 anos.

A primeira adaptação para o cinema foi feita antes de sequer virar um musical da Broadway, em 1930. Mais tarde, em 1938, o filme ganhou um remake. Finalmente em 1977, Annie chegou a Broadway, com letras de Martin Charnin e música de Charles Strouse. A produção foi um sucesso e em 1982, virou um filme musical dirigido por John Huston.

Annie e sua família adotiva
Annie e sua família adotiva

Um musical para a família

Annie é muitas vezes classificado como um musical para a família, que mistura música com comédia. É sim possível definir o musical dessa maneira. Diferentemente de outros musicais, que querem denunciar injustiças e situações políticas, Annie faz isso de maneira bem leve. O que se sobrepõe na trama é, sem dúvida, a comédia.

Nesse aspecto, pode-se dizer que o filme passa uma mensagem de esperança, uma vez que a menina vive em um orfanato onde é constantemente maltratada. Mas mesmo assim mantém a esperança de que um dia vai sair de lá. Mais do que isso, ela continua fazendo piada com a vida e com a situação em que se encontra.

Annie fala sobre uma garotinha órfã
Annie fala sobre uma garotinha órfã

O fato dela ser uma criança, também ajuda a disseminar a ideia de que o musical é voltado para o público infantil. Ela também é uma personagem extremamente carismática, o que facilita a aproximação da audiência.

A situação dos órfãos

Mas por trás dessa aparência de musical fofinho e infantil, Annie trata de temas um pouco mais pesados. O mais importante deles é, sem dúvida, a situação dos órfãos.

Annie é uma menina órfã que já está relativamente grande para ser adotada. Ela mora em um orfanato junto com diversas outras meninas. A situação que assistimos não é nada comparada à ideia romantizada de orfanato que algumas vezes aparecem em filmes.

As meninas do orfanato
As meninas do orfanato

A Srta. Hanningan controla o orfanato com mãos de ferro, tratando todas as meninas mal. Inclusive as coloca para trabalhar. Em um dos números musicais mais divertidos (e também mais assustadores) do filme, as meninas cantam a música It’s A Hard Knock Life, onde falam de como a vida é difícil para elas e o quanto elas tem que trabalhar, enquanto elas limpam o orfanato.

Annie
Annie

Leia mais sobre musicais aqui

Basicamente, Annie vive fazendo trabalhos forçados que não são indicáveis para a sua idade, e em guerra com a mulher que é responsável pelo orfanato.

No entanto, as esperanças de Annie de que um dia seria adotada se realizam quando ela é convidada a passar uma semana na casa de um homem extremamente rico. O homem não faz isso só por bondade, ele precisa provar que faz caridade. É dessa maneira que Annie aparece para ele.

Annie é quase como se fosse um objeto, jogada de um lado para o outro, conforme os adultos desejam. No orfanato, ela serve como empregada. Já na casa de Oliver, ela serve como uma testa de ferro para a personalidade do homem.

Esperança

Certamente Annie também dá ao espectador uma enorme dose de esperança. Ela acredita que apesar de todos os problemas que ela tem que enfrentar, a vida ainda é boa.

E ao longo do filme, vamos percebendo que ela não está errada, afinal, a menina de fato é adotada, quando ninguém mais acreditava nessa possibilidade. Embora ela tenha sido adotada por um homem que não pretende criá-la como filha, a princípio, ao longo da trama percebemos que até Oliver acaba sendo conquistado pelo bom humor e pela esperança da garotinha.

A Annie da versão de 1999

É muito fácil terminar o filme sorrindo, já que aprendemos uma grande lição de vida. O musical é repleto de personagens mau humorados e inconformados com suas vidas. Claro que eles acabam mudando de ideia quando conhecem Annie.

Aspectos técnicos

Annie tem uma produção bem feita, que se preocupou com os cenários e com os figurinos, afinal, muito da estética do filme (e do musical) são herança do visual do quadrinho.

Jamie Foxx e Quvenzhané Wallis no filme de 2014
Jamie Foxx e Quvenzhané Wallis no filme de 2014

As músicas usadas no filme são as mesmas que foram compostas para a peça. Entre elas estão, It’s A Hard Knock Life, Maybe, Little Girls, You’re never fully dressed without a smile, I Think I’m Gonna Like It Here, Little Girls e a mais famosa da trilha, Tomorrow.

O musical também impressiona na quantidade de coreografias que apresenta e no fato de que grande parte dos números musicais são executados por crianças que se saem muito bem.

O legado de Annie

Annie não ficou muito famoso por aqui e os filmes inspirados na peça quase não são conhecidos, mas a história é um fenômeno nos Estados Unidos. Annie entrou em cartaz no West End, em 1978, e ganhou revivals em 1983, 1998 e 2017. Já na Broadway, Annie ganhou apenas um revival em 1997. A produção original da Broadway foi indicada a 9 Tonys e ganhou 7, entre eles melhor musical e melhor trilha sonora original.

O elenco da montagem brasileira de Annie

A peça já foi encenada na Austrália e atualmente está em cartaz em São Paulo, com Miguel Falabella e Ingrid Guimarães no elenco.

As adaptações para o cinema não pararam por aí. O filme ganhou uma continuação em 1995, que não tem nem o mesmo elenco e nem nenhuma música. Em 1999, também foi feito um filme para a TV, com Kathy Bates e Alan Cumming no elenco e em 2014, ela voltou aos cinemas. O filme tem no elenco Jamie Foxx, Rose Byrne e Cameron Diaz. Annie, que anteriormente sempre tinha sido descrita como uma garotinha ruiva, no filme de 2014 é negra (Quvenzhané Wallis), o que modernizou completamente a história. Tanto o filme de 1999, quanto o de 2014 são musicais e usam a trilha sonora da peça.

Jesse Tyler Ferguson em cena de Modern Family
Jesse Tyler Ferguson em cena de Modern Family

E tem mais…

Como já é de praxe, Annie recebeu uma citação em Glee, quando os personagens Isabelle Wright (Sarah Jéssica Parker), Rachel (Lea Michele) e Kurt (Chris Colfer) cantaram um Mash-Up de The Way You Look Tonight e You Never Fully Dressed Without a Smile. A personagem também foi citada na série Modern Family, quando o Jesse Tyler Ferguso aparece vestido como a menininha.

Annie é um musical que trata de assuntos sérios e importantes, mas disfarça isso com piadas e situações engraçadas, tornando o filme interessante e relevante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar