Cinderela e o Príncipe Secreto, a releitura de um clássico

Cinderela vai ao baile do reino com a ajuda de seus amigos ratos e de uma aspirante a fada madrinha. Mas esta é uma releitura. Então lá ela descobre que o príncipe é uma farsa e que o verdadeiro príncipe foi transformado em um rato.

Um conto de fadas moderno

Cinderela e o Príncipe Secreto é mais um filme que tem como mote narrar um conto de fadas de outro ponto de vista. Nesse caso, muito do que acontece é narrado pelos ratinhos amigos de Cinderela. Usar de outro ponto de vista para modernizar histórias que são antigas, mas que continuam importantes até os dias de hoje, é uma ótima forma de manter o gênero sempre em voga e de chamar a atenção de públicos mais jovens. Embora esse não seja o público alvo dos contos de fadas originais, mas tenha se tornado ao longo do tempo.

Cinderela e o Príncipe Secreto tem outros pontos que deixam o desenho mais com a cara do século XXI. Como a própria Cinderela. A princípio, ela não deseja ir ao baile e muito menos se casar com o príncipe. Mesmo depois de aceitar ir ao baile, ela não acha que precisa de um vestido de festa para isso. Já que suas roupas a representam e ela não quer parecer outra pessoa. Essa ideia já diferencia muito o filme do conto original, onde Cinderela passa por um processo mágico para poder conhecer o príncipe.

Cinderela

Repaginando

O filme também muda alguns aspectos que já são clássicos do conto.
Cinderela não está escondida no baile, sua madrasta e meias irmãs a reconhecem. Afinal, a ideia de que só por ter mudado de vestido e feito um penteado diferente, a personagem se torna automaticamente irreconhecível, só funciona em contos de fadas, que são por si só, metáforas. Ela também não deixa o sapatinho na escada e a fada madrinha não é uma senhora sabia e bondosa, e sim uma mocinha que ainda está estudando mágica.

Outra coisa interessante do filme é que ele não perde muito tempo explicando a história pregressa de Cinderela. Todo mundo já a conhece de cor e salteado. Não ficamos sabendo como Cinderela acabou morando com a madrasta e suas filhas e nem como ela passou de membro da família a criada. O filme já começa com a noticia do baile. Essa é uma ideia interessante, já que o filme não tem qualquer intenção de falar sobre o conto clássico e sim, nos dar uma versão completamente diferente de uma história que já conhecemos.

Aspectos Técnicos

Além dessas questões referentes ao roteiro, o filme tem bastante piada e cenas divertidas, que vão agradar as crianças. A parte técnica do filme não é seu ponto forte, mas pode ser superada se o espectador entrar na história. Uma coisa interessante é que os personagens trocam de roupa com uma certa frequência, o que não acontece nem nos filmes da Disney, que são produções grandes e caras.

A aprendiz de fada madrinha

Cinderela e o Príncipe Secreto entrega ao espectador um filme divertido e um ótimo passatempo. Há grandes chances de agradar as crianças.

O filme entra em cartaz no dia 11 de outubro.

Cinderela e o Príncipe Secreto

Nome original: Cinderella and Secret Prince

Elenco: Cassandra Morris, Chris Niosi, Kristen Day, Bob Klein, Tony Azzolino, Wenee Lee

Direção: Lynne Southerland

Gênero: Animação, Aventura, Família

Produtora: Gold Valley Films

Distribuição: Imagem Filmes

Tags

Fernanda Cavalcanti

Formada em cinema, apaixonada por literatura, divide seu tempo livre entre ler, escrever e dançar. Gosta especialmente de terror, mas lê/assiste de tudo. Também escreve para o blog Além da Toca do Coelho.

Matérias Relacionadas

Close