Como Matar a Besta

Boas ideias, pouco desenvolvimento

Emilia (Tamara Rocca) chega a uma pequena cidade na divisa da Argentina com o Brasil, procurando por seu irmão Matteo, com quem ela perdeu o contato. Ela se hospeda na casa da tia (Ana Brun) e logo fica sabendo que tem uma besta vagando o lugar.

Enquanto procura Matteo e luta com seus próprios medos, Emilia tenta se proteger da besta que vem atacando mulheres.

A besta

Como Matar a Besta acompanha Emilia, uma jovem que está tentando reconstruir sua família, ao mesmo tempo que lida com questões pessoais, e que chega em uma pequena cidade religiosa na fronteira entre o Brasil e a Argentina. Assim que chega, ela descobre que tem uma besta rondando o lugar.

O filme traz à tona uma série de assuntos
O filme traz à tona uma série de assuntos

Segundo os moradores, a besta está agindo há mais ou menos uma semana e é o “espírito de um homem mau”, que pode se transformar em qualquer animal e é um perigo exclusivamente para as mulheres.

Como Matar a Besta insinua uma série de coisas, uma delas é o fato de que a besta é simplesmente um homem violento que ataca mulheres, e isso se dá não só porque ela só ataca mulheres, mas também porque em determinado momento, quando Emilia pergunta o que a besta faz, lhe dizem que é o “pior”, sem explicar se é um estupro, uma violência ou um assassinato. O filme ainda levanta suspeitas de quem pode ser a besta, mas é tudo muito sutil e nada fica completamente claro.

O passado e os segredos de Emilia

A besta, no entanto, não é o aspecto mais importante do filme, já que a vida pregressa da protagonista ganha mais destaque. Quando Emilia aparece na casa de sua tia, sabemos pouca coisa sobre ela, mas aos poucos ela vai contando mais da sua história.

A protagonista, Emilia, é cheia de segredos
A protagonista, Emilia, é cheia de segredos

Emilia está procurando seu irmão, Matteo, pois depois da morte da mãe, ela quer que a família se reúna novamente, mas Matteo está desparecido e não responde aos recados que Emilia deixa na sua secretária eletrônica. A irmã de Emilia, Helena (Sabrina Grinschpun) acha que ficar na casa da tia não faz bem à Emilia e não sente muita vontade de reencontrar Matteo.

O passado de Emilia parece ser sombrio e ela é cheia de segredos que vão sendo revelados aos poucos, mas como boa parte do que acontece na trama, tudo é muito sutil e nunca temos certeza do que está acontecendo. Isso não é completamente ruim, mas o longa acaba deixando bastante coisa de fora e assim não explora profundamente vários assuntos que traz à tona.

Aspectos técnicos de Como Matar a Besta

O longa se passa em uma cidade pequena, quase um vilarejo, e tem poucos cenários e um elenco relativamente pequeno. Isso não é um problema, porque o filme funciona nesse sentido e se vira bem com o que tem. Não vemos, por exemplo, a besta em momento algum, embora a plateia seja informada de que a besta pode virar qualquer animal e o filme mostre várias cenas de animais diversos, dando a entender que aquela pode ser a besta.

Como Matar a Besta falha em não desenvolver tanto os seus temas
Como Matar a Besta falha em não desenvolver tanto os seus temas

O longa acompanha a jovem Emilia, que procura o irmão, mas que acaba encontrando a besta e a maneira com que o filme constrói a personagem é bem interessante: Emilia não fala muito de si, mas notamos que ela tem medo de algo. O filme faz mergulhos instigantes nas questões que dizem respeito à orientação sexual de Emilia e fala um pouco sobre a violência contra a mulher, mas é tudo de maneira sutil, o que atrapalha o resultado final.

Embora parta de uma ideia bem pensada e traga à tona questões sociais, Como Matar a Besta não discute muito a fundo os temas que ele mesmo traz e aos poucos vai se tornando cansativo. A sensação que se tem é que o longa sai do nada e não evolui para muitos lugares.

Como Matar a Besta tem certamente um roteiro original, mas infelizmente mostra e desenvolve pouco, e se perde no caminho. O longa chega aos cinemas no dia 28 de abril.

Como Matar a Besta | Trailer oficial

Como Matar a Besta

Nome Original: Matar a la Bestia
Direção: Agustina San Martín
Elenco: Ana Brun, João Miguel, Tamara Rocca, Sabrina Grinschpun
Gênero: Drama, Suspense, Fantasia
Produtora: Estúdio Giz
Distribuidora: Vitrine Filmes
Ano de Lançamento: 2021
Tags

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar