De-Lovely – Vida e Amores de Cole Porter

A cinebiografia de Cole Porter

De-Lovely – Vida e Amores de Cole Porter é um musical que conta a vida do cantor e compositor Cole Porter.

Quando está prestes a morrer, Cole Porter (Kevin Kline) começa a rever sua vida em forma de um musical. Acompanhamos sua carreira e seus sucessos, assim como sua relação com sua esposa Linda Lee Thomas (Ashley Judd).

Um musical sobre a vida

De-Lovely é um filme que narra a vida de Cole Porter, mas ele o faz de maneira bem diferente. Primeiro o filme parte dos momentos finais de Porter e apesar disso, ele fala sobre a vida.

De-Lovely conta a história de Cole Porter
O filme conta a história de Cole Porter

O filme poderia então, ser uma cinebiografia de algum músico como qualquer outra, como Johnny & June ou Ray, mas ele escolhe contar a história de Porter através de sua música. Que melhor maneira de contar a vida de um músico do que através de suas obras?

Essa é uma técnica que foi usada mais uma vez, recentemente em Rocketman, a cinebiografia de Elton John, mas De-Lovely fez primeiro.

Linda

Além de Porter, que é o protagonista, outra pessoa que tem bastante destaque é Linda, a esposa de Porter. Ela aparece como uma jovem recém-divorciada, que aceita se casar com Porter porque, diferentemente de seu ex-marido, que era abusivo, ele é um homem gentil, que a trata bem. O casamento dos dois é um sucesso. Eles se dão muito bem, mas a dinâmica que é apresentada é extremamente interessante.

Linda e Porter
Linda e Porter

Em determinado momento, Porter se descobre gay e como ama Linda à sua maneira, ele acha justo contar para ela. A reação de Linda, no entanto, é o que surpreende, tanto Porter, quanto os espectadores. Ela diz que sempre soube que o marido era gay e que isso, para ela, não era tão relevante.

Porter e Linda mantém uma relação de fachada, embora fique claro que existe muito carinho entre os dois. Assim, Porter pode sair com outros homens, desde que não seja publicamente. Entretanto, este é um acordo que não funciona para sempre, é claro, mas é importante ressaltar o quão moderno era o relacionamento dos dois, levando em conta que a história se passa mais ou menos nos anos 1920.

Ashley Judd em cena do filme
Ashley Judd em cena do filme

Aspectos técnicos de De-Lovely- Vida e Amores de Cole Porter

O filme é extremamente bem produzido, o que é natural quando se retrata pessoas e fatos reais. Embora os atores não sejam especialmente parecidos com as pessoas que retratam, eles estão bem caracterizados e entregam boas atuações. O musical também cobre diversas décadas, já que conta a vida inteira de Porter, e se sai muito bem na maneira que retrata seus figurinos, que aliás, são lindos.

Outro ponto alto do filme é a escolha de músicas e a maneira com que elas são usadas no filme. Todas as músicas são de Cole Porter e são interpretadas tanto no palco, quanto fora dele, o que faz muito sentido, já que De-Lovely tem como protagonista um músico. Quem interpreta as músicas, no entanto, é outro ponto interessante. Diversos músicos fazem participação no filme, especificamente nas cenas musicais. Entre os artistas que aparecem estão Robbie Williams, Alanis Morissette, Elvis Costello, Sheryl Crow e Natalie Cole.

Linda é um ponto muito importante na vida de Porter
Linda é um ponto muito importante na vida de Porter

Entre as músicas usadas na trilha sonora estão Let’s Do It (Let’s Fall In Love), Let’s Misbehave, Easy to Love, Anything Goes (que curiosamente faz parte da trilha sonora do musical Anything Goes, escrito por Porter, que nunca ganhou adaptação cinematográfica), Ev’ry Time We Say Goodbye e It’s De-Lovely.

De-Lovely

Embora De-Lovely tenha aspectos dos musicais tradicionais, como músicas que refletem as tramas do filme, ele não é um musical clássico. Há cenas bonitas e coloridas, mas também cenas tristes e escuras, afinal, o longa retrata a vida real de uma pessoa.

De-Lovely fala sobre a carreira e a vida pessoal de Porter
O filme fala sobre a carreira e a vida pessoal de Porter

Isso e o fato do filme ser um pouco longo (2h05), pode tornar De-Lovely um tanto quanto cansativo. Mas, por outro lado, o filme é original e retrata a vida de Cole Porter de uma maneira completamente diferente e muito bem pensada.

De-Lovely – Vida e Amores de Cole Porter é um musical diferente, que conta a história de um grande músico, de maneira interessante e diversificada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar