High School Musical: A Série: O Musical (1ª Temporada)

Moderniza e subverte os filmes originais

Um grupo de estudantes do colégio East High – onde, na série, os filmes da trilogia High School Musical foram filmados – prepara uma montagem de High School Musical: The Musical, sob o comando da nova professora, Srta. Jenn (Kate Reinders).

A trama de High School Musical: A Série: O Musical acompanha estudantes que estão ensaiando e preparando uma montagem para o teatro de High School Musical, o filme da Disney, de 2006.

O grupo é relativamente grande e cada personagem tem sua própria trama, que ganha maior ou menor destaque. Os protagonistas são os ex-namorados Nini (Olivia Rodrigo) e Ricky (Joshua Bassett), que terminaram antes das férias, depois dela se declarar para ele e não receber um “eu te amo” de volta. Nini então, foi para um acampamento de teatro, onde conhece E.J. (Matt Cornett), que agora é seu namorado e Ricky se arrependeu de tudo e quer voltar com ela.

High School Musical: A Série
A série acompanha um grupo de estudantes encenando uma peça

A mentora do grupo é a nova professora, Srta. Jenn, que diz ter feito parte do elenco original, mas que não consegue apontar sua aparição no filme e que nunca conseguiu emplacar uma carreira na Broadway. A série tem ainda outros personagens, como Carlos (Frankie Rodriguez), que é o coreógrafo da peça, Gina (Sofia Wylie), que deseja o papel de protagonista e que surge como uma “inimiga” de Nini e Seb (Joe Serafini), que deseja interpretar Sharpay, mas que não tem coragem de falar.

Sátira

A grande graça de High School Musical: A Série é que ela é uma grande sátira, embora respeitosa, não só ao gênero do musical, como também aos filmes da série High School Musical. Srta. Jenn chega à escola já com a proposta de encenar High School Musical, e ela se define como uma millennial, que faz parte da geração que assistiu aos filmes na sua estreia, embora o telespectador consiga notar que ela tem mais de 40 anos e que se ela acompanhou o lançamento do filme, foi como uma mulher de mais de 20 anos. Na escola, ela encontra reforço em Carlos, que também é fã da série de filmes e que está mais do que disposto a participar da montagem.

Nini não parece gostar especialmente do filme, mas é uma fã de musicais que quer seguir carreira na Broadway, assim como seu novo namorado E. J.; e Gina, que já fez uma série de papéis como protagonista, mas perde o papel de Gabriella Montez para Nini, se destaca por seus passos de dança. Ricky não tem nenhum interesse em musicais ou nessa carreira – o gosto de Nini por musicais era, inclusive, um problema durante o namoro dos dois -, mas ele resolve fazer o teste para a peça apenas para chamar a atenção da ex-namorada, que ele deseja reconquistar.

Nini e Ricky
Nini e Ricky

A série, então, faz piada com os clichês do teatro musical, que vão desde a Srta. Jenn dando falsas referências de peças onde ela supostamente teria trabalhado, até Ricky se questionando sobre por que eles precisam cantar o tempo todo e com a própria série High School Musical. A produção não é desrespeitosa em momento algum e fica claro que a ideia é homenagear os filmes originais, mas conforme vamos acompanhando esse grupo, que na maioria das vezes é extremamente atrapalhado, fica claro que assim como o espetáculo que eles estão montando é completamente amador, a própria série não se leva a sério e esse é o charme aqui. Eles entendem que High School Musical é um filme infanto-juvenil, com números musicais medianos, que dificilmente vai ser lembrado como um grande musical, mas que tem vários fãs fanáticos, que estariam dispostos a participar de uma montagem de qualidade duvidosa.

Uma versão moderna

High School Musical: A Série tem ainda outros méritos. Ela parece muito empenhada em suprimir os problemas dos filmes e, quando faz isso, traz uma versão moderna dos longas da década de 2000.

Há um elenco variado, composto por personagens negros, latinos, gays e fora dos padrões estéticos. Nos filmes originais, por exemplo, sempre se especulou que o personagem Ryan Evans fosse gay. Lucas Grabeel, que interpretou Ryan, chegou a pedir a Disney que a sexualidade do personagem viesse à tona nos filmes, mas isso nunca foi atendido. Só no ano passado que Kenny Ortega, o criador da trilogia, resolveu “assumir” seu personagem como gay, o que parece um pouco tardio.

High School Musical: A Série faz piada com ela mesma
A série faz piada com ela mesma

A série parece querer limpar isso da história da franquia, já que tem vários personagens gays assumidos. Nini, por exemplo, é filha de duas mães (Nicole Sullivan e Michelle Noh) e Carlos e Seb, dois dos alunos que fazem parte da montagem, também são gays. Existe uma insinuação de romance entre os dois, que parece até bem evoluída para o padrão da Disney, mesmo que na primeira temporada o relacionamento não seja oficializado e não tenha nenhuma cena de beijo.

Seb também é escalado para interpretar Sharpay, uma personagem feminina, na montagem da escola, dando a entender que a montagem de High School Musical: The Musical é bem mais moderna que os filmes originais, onde os personagens nem podiam se assumir gays.

Aspectos técnicos de High School Musical: A Série: O Musical

Existe um preconceito grande em relação a High School Musical e outros musicais da Disney. O filme não é levado a sério pelo público geral, que já não gosta de musicais, e nem por quem gosta de musicais, que considera a trilogia “filmes de criança” e “musicais não muito bons”. High School Musical, de fato, não é um musical especialmente memorável, mas o filme foi responsável por uma febre de musicais entre os adolescentes, que de uma forma geral, atingiu todo o gênero.

Joshua Bassett e Olivia Rodrigo em cena da série High School Musical: A Série
Joshua Bassett e Olivia Rodrigo em cena da série

Esta é uma série voltada para o mesmo público – os adolescentes dos dias de hoje e os adultos de hoje, que eram adolescentes quando os filmes saíram -, mas soa um pouco mais adulta que os filmes originais, que são bobinhos e muito inocentes. Não é a trama da série, que ainda é adolescente e circunda em romances, paqueras e brigas, mas sim a maneira com que ela é contada.

A série se encaixa perfeitamente no gênero mockumentary, onde os personagens dão entrevistas para a câmera como se estivessem em um documentário, mas é óbvio que os assuntos sobre os quais eles falam revolvem ao redor da peça que eles estão montando e dos relacionamentos que se dão entre os personagens e lembra séries como Modern Family e The Office. High School Musical: A Série também lembra muito Glee, que também era uma série musical, com aspirantes a cantores e atores, que levava boa parte de suas tramas na piada.

As músicas

A série coloca boa parte de seus números musicais no palco, seja nos ensaios, seja na apresentação final, mas tem algumas cenas fora dos palcos, onde os personagens cantam sobre seus relacionamentos e sentimentos. As músicas que fazem parte da trilha sonora se dividem entre músicas de High School Musical, como Start of Something New, Stick to the Status Quo e What I’ve Been Looking For e músicas compostas especialmente para a série, como All I Want (composta inclusive por Olivia Rodrigo) e I Think I Kinda, You Know.

Olivia Rodrigo como Nini
Olivia Rodrigo como Nini

Também é notável que o elenco é talentoso e muito possivelmente tem futuro. Olivia Rodrigo e Joshua Bassett se saem muito bem e têm muita química; Frankie Rodriguez entrega um personagem muito divertido e Kate Reinders está ótima como a Srta. Jenn.

High School Musical: A Série: O Musical pode parecer uma série bobinha, feita para agradar adolescentes, mas como moderniza e subverte o gênero e os seus antecessores, tem potencial para agradar e divertir o público adulto.

High School Musical: A Série: O Musical | Trailer Oficial Legendado | Disney+

High School Musical: A Série: O Musical (1ª Temporada)

Nome Original: High School Musical: O Musical - A Série
Elenco: Joshua Bassett, Olivia Rodrigo, Kate Reinders, Sofia Wylie, Matt Cornett
Gênero: Comédia, Drama, Musical
Produtora: Disney+, Walt Disney Pictures, Salty Pictures
Disponível: Disney+
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar