Instinto, um filme sobre intimidade e sexualidade

Em Instinto, Nicoline (Carice van Houten) é uma psicóloga experiente que nunca fica em um emprego só. Quando ela começa a trabalhar em uma instituição penal, conhece e começa a tratar de Idris (Marwan Kenzari), um homem manipulador, que cometeu crimes sexuais violentos. Idris está prestes a receber sua primeira liberdade condicional, mas Nicoline não acha que ele esteja pronto para isso. Ela também se surpreende quando percebe que se sente um pouco atraída por ele.

Embora a sinopse de Instinto passe a impressão de que seja um filme sobre relações ou até sobre sexo, esses não são os assuntos mais importantes a serem abordados. Na verdade, a obra quer falar sobre intimidade e sobre a dificuldade que Nicoline tem de deixar as pessoas entrarem na sua vida. Logo no começo percebemos que ela tem uma tremenda dificuldade de ficar muito tempo trabalhando no mesmo lugar.

Carice van Houten e Marwan Kenzari em cena do filme Instinto
Carice van Houten e Marwan Kenzari em cena do filme

Instinto

O filme começa com Nicoline trabalhando como treinadora de um grupo de policiais, mas logo ela já está atrás de outro emprego na instituição penal. Quando a sua chefe lhe oferece uma posição fixa no local, ela diz que mesmo que goste, não vai querer ficar.

Mais tarde somos apresentados à família de Nicoline e nos deparamos com uma mãe extremamente protetora, que parece tratar sua filha quase como um bebê, mesmo que ela seja uma mulher adulta e bem-sucedida. A relação entre mãe e filha é, no mínimo, estranha, e para os olhos mais sensíveis pode soar abusiva e até doentia, mas isso não fica absolutamente claro no filme. A própria diretora, Halina Reijn disse que embora tivesse suas ideias em relação as duas, não queria empurrar isso goela abaixo do público.

A "relação" de Nicoline e Idris ultrapassa a razão
A “relação” de Nicoline e Idris ultrapassa a razão

Nicoline também se relaciona com um colega de trabalho, que deseja aprofundar o relacionamento dos dois, mas que é sempre barrado por Nicoline, que parece ter dificuldade em estabelecer uma relação de intimidade ou de maior proximidade.

Intimidade

O filme também mostra uma personagem um tanto quanto contraditória, afinal, Nicoline é uma psicóloga com experiência em lidar com criminosos e que reconhece que Idris é um homem manipulador, além de ser a única pessoa na instituição que acha que ele não está pronto para ter a liberdade condicional. Mas, mesmo assim ela não consegue evitar de se sentir atraída por Idris.

No começo, Nicoline parece não se afetar com ele, mas com o tempo, Nicoline se vê completamente hipnotizada pelo homem. Ela acredita no que ele fala e é seduzida. Nesse aspecto, Instinto é muito interessante, uma vez que mostra que apesar de tudo o que Nicoline sabe e quer, ela não consegue tirar Idris da sua cabeça, ela até percebe que está sendo manipulada, mas não se afasta.

Idris é um homem manipulador e sedutor
Idris é um homem manipulador e sedutor

A relação dos dois, se é que pode ser chamada assim, vai se intensificando e se tornando cada vez mais perigosa e Nicoline se vê cada vez mais envolvida com Idris.

Aspectos técnicos de Instinto

Este é um filme simples em seus aspectos técnicos, que usa poucos cenários, mas a sua trama é muito interessante e muito intensa, afinal, trata de temas complicados, como assédio, abuso, intimidade e claro, instinto e sedução. O roteiro é muito firme e mesmo que a sinopse pareça um pouco absurda, tudo faz muito sentido dentro do longa.

O filme instinto é pesado
O filme é pesado

Segundo Reijn, ela queria que o filme fosse filmado do ponto de vista feminino, já que a protagonista é Nicoline, por isso, ela não queria nenhuma nudez feminina e nenhum corpo feminino sexualizado, o que é sem dúvida nenhuma, uma forma interessante de mostrar a visão de Nicoline.

Instinto também é um filme com boas atuações. Carice van Houten está ótima no seu papel, e Marwan Kenzari é de fato sedutor e consegue manipular até a audiência. Além disso, os dois funcionam muito bem juntos, o que dá mais credibilidade à história.

Nicoline é uma mulher que não consegue ficar intima das pessoas
Nicoline é uma mulher que não consegue ficar intima das pessoas

Sendo assim, é um filme pesado, não por suas cenas em si, mas pelo tema que aborda. O filme pode deixar o espectador incomodado, mas esse é justamente o sentido. Não há respostas à audiência, e sim mais perguntas.

Instinto é um bom filme que aborda temas como assédio, abuso, violência e as relações entre homens e mulheres e por isso, é um filme muito atual. O filme estreia hoje, dia 16 de janeiro e era a aposta da Holanda no Oscar 2020.

Instinto

Nome Original: Instinct
Direção: Halina Reijn
Elenco: Carice van Houten, Marwan Kenzari, Ariane Schluter, Betty Schuurman, Tamar van den Dop
Gênero: Drama
Produtora: Topkapi Films, Films Boutique
Distribuidora: A2 Filmes
Ano de Lançamento: 2019
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar