Lembro Mais dos Corvos, monólogo para noites insones

Exibido em vários festivais ao redor do mundo, entre eles Cinéma du Reel, Festival de Tiradentes, Indie Lisboa e Festival de Brasília, Lembro Mais dos Corvos, de Gustavo Vinagre, com Julia Katharine, estreia dia 21 de fevereiro em todo Brasil, através do projeto Sessão Vitrine Petrobras. Depois do filme, em todas as sessões, será exibido o curta-metragem Tea For Two dirigido por Julia Katharine, o que faz dele, surpreendentemente, o primeiro filme dirigido por uma mulher trans que estreia em circuito comercial no Brasil.

O longa, produção da Carneiro Verde Filmes, é um monólogo de uma personagem em uma noite de insônia. Uma mistura de documentário, ficção e improviso. O diretor e a atriz se se conhecem há dez anos e já fizeram três curtas-metragens juntos (Os cuidados que se tem com o cuidado que os outros devem ter consigo mesmos, Filme-catástrofe e o inédito Medo medo medo). Assim, Julia é corroteirista do filme, ao lado de Gustavo.

Lembro Mais dos Corvos é baseado em histórias da própria atriz e coisas que o diretor imaginava sobre sua vida. “Tem a ‘parte mágica’, que só acontece ali, naquele momento com a câmera ligada. O tempo cômico da Julia é algo que sempre me impressionou muito, e que eu ainda quero explorar numa comédia escrachada num futuro próximo”, explica Vinagre.

Julia Katharine em Lembro Mais dos Corvos
Julia Katharine em Lembro Mais dos Corvos

Lembro Mais dos Corvos

“Ele me deu muita liberdade, em momento nenhum sentamos para escrever diálogos. Parecia que eu estava fazendo terapia, porque ficou eu e uma equipe muito pequena a noite toda juntos. Uma noite e sem segundo take.” Conta Julia Katharine, a primeira atriz trans a ganhar um prêmio em Tiradentes, o prêmio Helena Ignez, dedicado a um destaque feminino da programação.

O filme pode ser visto como um documentário, pois traz o depoimento de Julia, mas também é uma história de vida. Podemos estranhar o fato dela estar o tempo todo em cena, mas rapidamente nos tornamos confidentes da atriz. São tantas histórias, memórias tristes e felizes, que é possível sair da sessão se sentindo realmente amigo de Katharine.

Além disso, no dia 29 de janeiro é celebrado o Dia Nacional da Visibilidade Trans, como uma forma de reconhecimento da luta contra a transfobia, de conscientização contra o preconceito e do respeito aos direitos das pessoas trans. A atriz, roteirista e diretora Julia Katharine fala sobre a representatividade trans no cinema e na sociedade aqui.

Julia Katharine em cena
Julia Katharine em cena

Leia aqui a crítica sobre o filme Abrindo o Armário

A vida de uma pessoa trans (ainda) é cheia de dificuldades. Ela se auto denomina uma mulher trans-tornada, usando de bom humor. Mas ao mesmo tempo conta sobre a infância, os abusos e a certeza de ser uma mulher desde muito nova. Com um sorriso um tanto contido, ao longo do filme ela vai se soltando mais conforme vai bebendo seu vinho.

Todas as sessões de Lembro Mais dos Corvos serão seguidas do curta-metragem dirigido por Julia. Tea For Two narra a história de um triângulo amoroso. Silvia (Gilda Nomacce) é uma cineasta de meia idade que teve um grande filme de sucesso no passado. Ela vive seus dias entre discos, livros e um certo ressentimento por jamais ter conseguido obter o mesmo sucesso com outro projeto. E também por ter sido deixada por sua ex-mulher, a atriz Isabel (Amanda Lyra). Então, no mesmo dia em que Isabel surpreende Silvia com uma declaração de amor e um pedido de retomada do relacionamento, Silvia conhece a terceira ponta do triângulo: sua vizinha e mulher trans Isabela (interpretada pela própria Julia Katharine).

A intenção da diretora é apresentar a personagem da mulher transexual sem o fator do exótico. Sem objetificar,  como sempre se costuma apresentar em tela. “Minha intenção é fazer filmes sobre relações humanas onde a mulher transexual seja vista como é, uma mulher.”, diz Julia Katharine.

Lembro Mais dos Corvos

Nome Original: Lembro Mais dos Corvos
Elenco: Julia Katharine
Direção: Gustavo Vinagre
Gênero: Documentário
Produtora: Carneiro Verde Filmes
Distribuidora: Sessão Vitrine Petrobrás
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar