O Jovem Ahmed, novo filme dos irmãos Dardenne

O Jovem Ahmed é um garoto muçulmano de 13 anos que vive na Bélgica com sua mãe e irmãos. Influenciado pelas palavras de um imã local, e inspirado nos passos de um primo extremista, o menino começa a rejeitar a autoridade da mãe e da professora.

Quando se convence de que a professora é uma pecadora por querer ensinar árabe sem utilizar o Corão, Ahmed decide matá-la para impressionar os líderes religiosos e agradar a Alá. Depois do ato, o adolescente precisa lidar com as consequências de seu crime. Além disso, surgem as primeiras tentações da vida, quando ele encontra o seu primeiro amor.

O Jovem Ahmed

O Jovem Ahmed

O filme foi apresentado na Competição do 72º Festival de Cannes. Com este novo drama social apoiado em um grande assunto atual, os irmãos Dardenne correram para ganhar uma terceira Palma de Ouro, mas acabaram levando o Prêmio de Melhor Direção. Os diretores já ganharam o prêmio supremo em 1999 para “Rosetta” e em 2005 para “A Criança“. Eles também saíram com o prêmio de roteiro de “O Silêncio de Lorna” (2008) e o Grande Prêmio do Júri em 2011 com “O Garoto da Bicicleta“.

O Jovem Ahmed tem uma trama que nos ajuda a entender o fundamento por trás do fanatismo religioso, mas sem perder a percepção crítica. O filme nos faz enxergar a realidade que acomete muitos jovens atualmente, causada pelo medo de perder a tradição islâmica frente a um mundo globalizado.

Em nome de Alá

Ahmed se encontra cego pelas regras de uma religião que cria fiéis fanáticos e não admite que sua professora, que em outros tempos curou sua dislexia, ensine árabe aos alunos por meio de músicas, e não pelo livro do Alcorão, como é o costume. Ahmed inclusive se recusa a dar a mão à professora, pois seu imã lhe disse que ela é uma apóstata (pessoa que se afastou de sua religião) e por isso ela seria uma pecadora.

Esses motivos levam o garoto a cometer violência contra a docente, tudo em nome de Alá. Se a ideia era que odiássemos esse jovem garoto, deu certo. O menino atua muito bem, nos fazendo ter raiva dele mesmo sem qualquer esforço aparente. Ele parece tímido e concentrado, mas ao mesmo tempo em que reza, algo de ruim sai de seu olhar.

Ahmed tem um primo extremista que se matou em um atentado terrorista e, para o menino, ele é como um mártir. A partir do momento em que comete seu crime, Ahmed se vê preso em um reformatório, mas este é um ambiente bem livre onde ele pode rezar e continuar com seus hábitos muçulmanos.

Uma obra sensível

Com seus longos planos e movimentos bruscos de câmera, estamos sempre próximos e íntimos de Ahmed. Conhecemos seus costumes e seus desejos, e a atuação de Idir Ben Addi é profunda e faz surgir um ódio no espectador. Conseguimos entender sua cabeça, ainda se formando, mesmo que não concordemos com nenhuma de suas atitudes.

Infelizmente ele não é o único jovem manipulado por uma figura de pensamento conservador e atitudes radicais. Não sei como, mas existem muitos rapazes que ainda se iludem com promessas de um paraíso e cometem atrocidades pelo mundo. No caso de Ahmed, a religião é o caminho que ele encontra para que seja dono de si mesmo, afinal, vai contra tudo o que a mãe e a escola pregam.

O Jovem Ahmed

Ahmed vai para um programa de ressocialização juvenil como pena pelo crime que cometeu. Lá ele conhece Louise, uma garota que ajuda na fazenda de seu pai. Assim, aos poucos a relação entre eles vai despertando sentimentos no menino. Entretanto, em seu fanatismo, Ahmed precisa saber: Louise aceitaria se tornar muçulmana?

O Jovem Ahmed é um filme muito interessante, conduzido com bastante controle e competência, trazendo uma tensão sempre crescente ao redor do garoto e de suas atitudes. O filme entrou em cartaz hoje, dia 20 de fevereiro e vale a sessão.

O Jovem Ahmed

Nome Original: Le jeune Ahmed
Direção: Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne
Elenco: Idir Ben Addi, Olivier Bonnaud, Myriem Akheddiou
Gênero: Drama
Produtora: Les Films du Fleuve
Distribuidora: Imovision
Ano de Lançamento: 2019
Tags

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar