Os Pequenos Vestígios – Grandes Negócios

À primeira vista, o filme “Os Pequenos Vestígios” parece ter sido cuidadosamente planejado para ter alguma relevância na disputa do Oscar deste ano. Tanto pela data de lançamento, naquela janela que estamos acostumados a assistir os filmes mais importantes para a competição, quanto por juntar um elenco que conta com nada menos do que três atores que já levaram a estatueta para suas mansões nas quais eles se isolaram reclamando da vida durante todo o ano passado.

É fácil acreditar que, mais do que esse planejamento, o filme tinha uma ambição de ser de alguma forma relevante. Mas já dá pra adiantar que não: o diretor e roteirista John Lee Hancock se perdeu em alguma curva da história, o negócio trava em algum momento, o filme se arrasta e não é surpresa que ele não tenha sido de forma alguma lembrado em premiação nenhuma este ano. Ele não é nem ruim o bastante para concorrer a algum Framboesa de Ouro.

Os Pequenos Vestígios
Denzel Washington em cena de Os Pequenos Vestígios

Os Pequenos Vestígios – Zodiac que deu errado

A presença de Denzel Washington já dá uma ideia que tem um policial perturbado pelo próprio passado na história, já que é o único papel que o ator interpreta. O filme claramente tenta puxar uma inspiração fortíssima ao Zodiac, aclamado filme de 2007 sobre a perseguição a um serial killer, mas falta ao diretor ser um David Fincher.

Os detetives são meio burros, os diálogos são meio óbvios e personagem nenhum gera uma empatia real. Isso é mais culpa do roteiro do que dos atores, que nunca brilham, mas não comprometem.

Rami Malek, Jared Leto e Denzel Washington

Trio Ternura

Do trio de estrelas notáveis do filme, o maior destaque vai para Jared Leto. O ator, que seguiu uma sequência lamentável de escolhas cinematográficas desastrosas, finalmente conseguiu interpretar um excelente Coringa. É uma pena que ele está alguns filmes atrasado nessa empreitada, mas finalmente temos um maníaco convincente o suficiente para atormentar Gotham City.

Denzel Washington interpreta Denzel Washington e não tem muito o que comentar: se você gosta, tá lá, se você não gosta, já deve saber o que esperar também.

Rami Malek está bem, apesar de que sua mandíbula aparentemente não se recuperou ainda de ter interpretado a estrela do Queen. Na atuação também parece que ainda lhe faltam músicas cantadas em lipsync e arrumadas no autotune para que Malek se sentisse confortável em um filme.

Os Pequenos Vestígios

Ruim assim?

Não, não é um filme ruim, eu coloquei mais piadas do que devia no texto e passei uma impressão errada, peço desculpas. É uma história de crime tediosa, mas para quem é fã do estilo, a dinâmica entre os atores está bem legal e pode dar alguma diversão ao telespectador.

Para a maioria do público, porém, é um filme completamente esquecível, bom para assistir num sábado à noite, péssimo para estrear numa fase laranja de pandemia – dá pra esperar sair no streaming. Deve ser por isso que a sua estreia foi adiada – agora com previsão para chegar nos cinemas que estão abertos no dia 22/04.

OS PEQUENOS VESTÍGIOS - Trailer Oficial

Os Pequenos Vestígios

Nome Original: The Little Things
Direção: John Lee Hancock
Elenco: Denzel Washington, Rami Malek, Jared Leto
Gênero: Crime, Drama, Thriller
Produtora: Gran Via, Warner Bros.
Distribuidora: Warner Bros.
Ano de Lançamento: 2021
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar