Palhaços Infernais

Típico filme de terror adolescente

Durante uma viagem em direção a um festival de música, um grupo de jovens se perde em uma cidade fantasma e esbarra em um grupo de maníacos vestidos de palhaços.

Palhaços Infernais tem como principal atrativo os palhaços, que são de fato assustadores, mas em todos os outros aspectos ele é como qualquer outro filme de terror jovem, como O Massacre da Serra Elétrica ou Pânico na Floresta.

O filme segue um grupo de jovens que quer chegar a um festival de música, mas que se perde no caminho e acaba em uma cidade fantasma, que por algum motivo estranho, está repleta de assassinos vestidos de palhaços. A partir daí, Palhaços Infernais segue todo o manual dos filmes de terror de adolescente, com direito a perseguições, mortes absurdas e violentas e muito sangue.A diferença aqui é que ao invés de um assassino mascarado como geralmente acontece, são vários assassinos vestidos de palhaços.

O filme transita em uma série de subgêneros
O filme transita em uma série de subgêneros

A ideia por si só não é ruim e tem material para um filme de terror interessante, já que tanto a cidade fantasma, como os psicopatas vestidos de palhaço, são realmente assustadores, mas o filme é muito clichê, qualquer pessoa que já assistiu sua cota de filmes desse subgênero consegue prever tudo que vai acontecer, desde a chegada a essa cidade sinistra, até as mortes sangrentas que veremos pela frente.

Os palhaços infernais

Os palhaços, no entanto, são quase sempre uma boa escolha para os filmes de terror, eles são criaturas naturalmente assustadoras e os que aparecem aqui são bem sinistros e cumprem esse papel.

A ideia aqui é clara, vender esse terror com palhaços, mas o roteiro peca em tentar unir isso ao grupo de jovens viajando que invariavelmente acaba no mesmo desfecho e que já não tem mais tanto espaço no gênero do terror. A cidade fantasma é bem assustadora, mesmo que não exista uma explicação muito plausível para que ela esteja abandonada e habitada por psicopatas vestidos de palhaço e os palhaços por si só, para os quais o longa também não se dá ao trabalho de explicar o motivo das fantasias, também assustam.

O clima de Palhaços Infernais é, de certa maneira, sinistro, mas toda essa trama envolvendo os psicopatas fantasiados e a cidade abandonada parece não bater com a trama dos jovens indo ao show. Talvez se o filme tivesse escolhido se ater a um desses temas ele seria mais bem sucedido.

O longa tem um clima sinistro
O longa tem um clima sinistro

Aspectos técnicos de Palhaços Infernais

O longa acerta na escolha do seu tema principal, os palhaços, e ressalta esse tema com bastante veemência, vemos vários palhaços de brinquedo e na decoração ao longo das primeiras cenas.

O roteiro se atrapalha quando começa a jogar muitos elementos na trama, que mistura até os subgêneros do terror. Palhaços Infernais passeia nos subgêneros dos filmes de palhaços, de cidades pequenas e dos filmes de terror para adolescentes, mas não se fixa em nenhum deles, o que também impede que ele use dos recursos comuns desses três tipos de filmes.

O filme se perde no caminho
O filme se perde no caminho

E mesmo quando pensamos dentro desses subgêneros, Palhaços Infernais entrega pouco em alguns deles, não é um bom filme de terror adolescente, justamente porque não traz nada de novo e esse tipo de filme já não faz mais sucesso desde os anos 1990, apesar de se sair até relativamente bem na trama que diz respeito aos palhaços.

O filme também se arrasta um pouco, o que piora a experiência de assisti-lo. Embora tenha seus momentos assustadores e um clima sinistro, Palhaços Infernais é um filme bem mediano, que pouco agrada.

Palhaços Infernais - Trailer

Palhaços Infernais

Nome Original: Clowntown
Direção: Tom Nagel
Elenco: Lauren Compton, Brian Nagel, Katie Keene, Tom Nagel, Maryanne Nagel
Gênero: Terror, Suspense
Produtora: Millman Productions
Distribuidora: A2 Filmes
Ano de Lançamento: 2016
Tags

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar