Pequenos Incêndios por Toda Parte – Prime Video

Mães e filhas

Elena Richardson (Reese Witherspoon) é uma dona de casa, aparentemente perfeita, que vive em Shaker Heights com seu marido, Bill (Joshua Jackson) e seus quatro filhos (Jade Pettyjohn, Jordan Elsass, Gavin Lewis e Megan Stott). Ela aluga sua casa de hóspedes para Mia Warren (Kerry Washington), uma artista misteriosa que chega ao local com sua filha adolescente, Pearl (Lexi Underwood).

Os caminhos das duas famílias rapidamente se misturam quando Elena contrata Mia como “governanta” da sua casa e conforme Pearl fica cada vez mais próxima dos filhos de Elena. Entretanto, as diferenças entre as duas mulheres se tornam cada vez maiores e tendem a piorar quando elas entram em atritos com suas próprias filhas e quando segredos do passado começam a surgir.

Pequenos Incêndios por Toda Parte é inspirada no livro de mesmo nome, de Celeste Ng.

Elena e Mia - Pequenos Incêndios por Toda Parte
Elena e Mia

Elena e Mia

A minissérie tem muitos personagens, mas as duas protagonistas são Elena e Mia e elas são escritas para serem uma o oposto da outra. Elena é uma dona de casa perfeita, esposa ideal, mãe de quatro filhos, que se divide entre cuidar da casa, seu trabalho como jornalista e as atividades que faz na comunidade. Já Mia é uma novata em Shaker Heights, artista, mãe solo de uma filha adolescente, e que para se manter precisa aceitar um emprego de garçonete em um restaurante local.

O caminho dessas duas mulheres se cruza quando Mia mostra vontade de alugar a casa de hóspedes de Elena e Elena surpreendentemente topa, sem sequer checar as referências de Mia. Embora as duas mantenham um tom amigável nas conversas e nas negociações, fica claro que os estilos de vida delas são muito diferentes e que uma não aprova a vida da outra.

Elena preza por sua vida organizada e gosta que toda a comunidade saiba que ela e sua família são o perfeito exemplo da família americana ideal. Mia é feliz migrando de uma cidade para outra e vivendo sem a certeza e a estabilidade de um salário fixo. A tensão atinge níveis ainda maiores quando Elena, aparentemente com boas intenções, oferece o trabalho de “governanta” de sua casa para Mia.

Elena é uma dona de casa perfeita, que preza pela imagem que passa para os outros
Elena é uma dona de casa perfeita, que preza pela imagem que passa para os outros

Elena alega estar tentando ajudar a mulher, que não ganha muito dinheiro com seu trabalho artístico, mas existem muitas camadas de problemas nessa contratação. Mia não só é de uma classe social bem mais baixa que Elena, como também é negra. Mia se sente claramente humilhada no serviço e a sensação aumenta quando ela passa a ter que exercer funções que normalmente seriam designadas a uma empregada ou a uma cozinheira, como lavar a louça, arrumar a casa e fazer comida.

As relações familiares

Pequenos Incêndios por Toda Parte também dá bastante destaque às relações familiares e, para isso, usa mais do que as famílias de Elena e Mia que, mais uma vez, são completamente opostas. Elena tem uma família grande composta por seu marido Bill e seus quatro filhos, Trip, Lexie, Moody e Izzy e a imagem que ela tenta desesperadamente manter é a de uma família feliz, completamente estruturada e perfeita. No entanto, o casamento de Elena e Bill não anda bem e Izzy, a filha mais nova, se sente uma estranha no ninho e vive enfrentando a mãe.

Já a família de Mia é composta por ela e sua filha, Pearl. As duas se dão bem na maior parte do tempo, mas quando Pearl conhece Elena e a vida que ela e seus filhos têm, ela percebe que, na realidade, ela também quer estabilidade. Izzy, como Mia, é uma artista, que vem passando por momentos difíceis na escola e se vê cada vez mais isolada, mas que admira o estilo de vida de Mia, muito mais que o estilo de vida de sua mãe; e Pearl se vê completamente encantada pelo luxo e pela aparente perfeição da vida de Elena.

A “troca” de afeição de suas filhas aumenta ainda mais a tensão entre as duas mulheres. Pearl, a filha de Mia, se reconhece em Elena e quer usufruir da vida que ela dá para os seus filhos. Já Izzy, filha de Elena, quer ser uma artista como Mia e gostaria de viver uma vida que ela considera um pouco mais sincera.

Elena, Linda e Mia - Pequenos Incêndios por Toda Parte
Elena, Linda e Mia

As relações entre os adolescentes também vão se somando e essa corda cada vez fica mais esticada: Lexie usa uma redação de Pearl para se inscrever na faculdade e tanto Trip quanto Moody se sentem atraídos por Pearl, causando um distanciamento entre os irmãos.

A minissérie também fala da família de Linda McCullough (Rosemarie DeWitt), Mark McCullough (Geoff Stults) e sua filha adotiva, Maribell e das questões que surgem daí.

Questões sociais

Justamente por ter muitos personagens, Pequenos Incêndios por Toda Parte também tem muitas tramas e pode explorar vários assuntos, sem que pareça que a série coloca coisas demais em seu prato. O assunto principal é a relação entre Mia e Elena e entre suas filhas, mas algumas questões sociais também surgem.

AnnaSophia Robb em cena da minissérie Pequenos Incêndios Por Toda Parte
AnnaSophia Robb faz papel de Elena mais jovem

Uma delas é o racismo velado que está presente em Elena. Ela não tem nenhum ato explicitamente racista e, inclusive, se considera uma mulher sem preconceitos. Porém, sem querer, ela tem pequenas atitudes que são muito racistas, como por exemplo, quando ela convida Mia para ser sua “governanta”, ou quando ela diz que Pearl, que é negra, precisa conhecer Brian Harlins (SteVonté Hart), namorado de Lexie, que também é negro, ou ainda quando ela prepara uma festa de um ano para Maribell, a filha de Linda, que é oriental e sugere que o tema seja “biscoito da sorte”.

Todos esses atos parecem gentis e o telespectador nota que Elena de fato acredita que está fazendo o bem para todas essas pessoas mas, na realidade, eles são ofensivos e Elena não percebe porque é uma mulher branca, de classe alta, cercada de privilégios.

São realmente pequenos incêndios por toda parte

As classes sociais desses personagens também são importantes, uma vez que Mia e Pearl vem de uma classe mais baixa e se veem o tempo todo vivendo de “gentilezas” de Elena, que é uma mulher rica. Para Mia, que gosta de uma vida sem estabilidade e que sente que precisa de dinheiro apenas para sustentar sua filha, o que Elena faz é extremamente humilhante, mas para Elena, são provas de que ela é uma mulher boa, que ajuda os outros e que divide o que tem.

Essa questão toma ares ainda maiores quando a mãe biológica (Huang Lu) de Maribell aparece e, sendo uma mulher pobre, se vê lutando pela guarda de sua filha com Linda, uma mulher rica, com todo o sistema a favor dela.

A produção ainda fala sobre a sexualidade de alguns de seus personagens e, embora essa não seja uma discussão que ganhe tanto destaque, especialmente se comparada às questões sociais e raciais, ela é razoavelmente importante dentro da trama de alguns dos personagens.

Reese Witherspoon como Elena
Reese Witherspoon como Elena

Aspectos técnicos de Pequenos Incêndios por Toda Parte

A primeira coisa que precisa ser dita é que é uma minissérie com, basicamente, perspectivas femininas. Ela é inspirada em um livro escrito por uma mulher, todos os episódios são dirigidos por mulheres e as protagonistas e boa parte das personagens são femininas. Por isso, Pequenos Incêndios por Toda Parte tem a chance de trazer à tona questões que, na maioria das vezes, dizem respeito às mulheres, como a maternidade, a vontade ou não de ter filhos e a relação entre mães e filhas. Elena tem dois filhos homens, mas os grandes conflitos se dão entre Elena e Mia, Elena e suas duas filhas, Mia e Pearl e, eventualmente, várias combinações de todas essas relações.

A ideia de espelhar Elena e Mia em todos os aspectos é muito interessante porque o telespectador é capaz de ver os erros e os acertos de cada uma. Se Elena é, muitas vezes, sem noção, e comete pecados achando que está ajudando, Mia é orgulha e egoísta e as duas personagens são extremamente humanas.

Pequenos Incêndios por Toda Parte traz à tona muitos assuntos porque tem muitos personagens e mergulha, em maior ou menor medida, na vida de cada um deles e, por isso, apresenta uma grande diversidade de temas que se completam com os grandes temas da minissérie.

Pequenos Incêndios por Toda Parte fala sobre as relações entre mães e filhas
Pequenos Incêndios por Toda Parte fala sobre as relações entre mães e filhas

A atração tem ainda ótimas atuações, como a de Reese Witherspoon, perfeita como Elena, Kerry Washington, Megan Stott e AnnaSophia Robb, que interpreta Elena mais jovem, em alguns momentos de flashback. A série se passa nos anos 1990, e existem alguns elementos da década nas roupas e cenários, mas nada é muito marcado, quase como se a ideia fosse dizer que essa história é atemporal e pode acontecer em qualquer época ou lugar.

Pequenos Incêndios por Toda Parte é uma minissérie com muita história e que prende o telespectador rapidamente. O ritmo diminui um pouco mais para o final mas, além de ser muito intrigante, ela traz à tona assuntos importantes, que dizem respeito a todos, como racismo, preconceito social e sexual e os eternos conflitos entre mães e filhas.

Little Fires Everywhere – Trailer Oficial | Amazon Prime Video

Little Fires Everywhere

Nome Original: Pequenos Incêndios por Toda Parte
Elenco: Reese Witherspoon, Kerry Washington, Joshua Jackson, Rosemarie DeWitt, Jade Pettyjohn
Gênero: Drama, Família
Produtora: Hello Sunshine, ABC Signature, Simpson Street
Disponível: Prime Video
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar