Prêmio Jabuti 2018

Foram anunciadas nessa terça-feira, dia 15 de Maio, as novidades para o Prêmio Jabuti 2018.

No ano em que o prêmio completa 60 anos, A Câmara Brasileira do Livro (CBL) resolveu democratizar o prêmio, pensando sempre no leitor. Para isso foram criadas duas novas categorias: Formação de novos leitores, que visa premiar ações ou iniciativas que estimularam a leitura e Impressão, que visa não só premiar boas impressões, mas também estimular a produção de livros físicos.

Além disso, o prêmio vem com novidades para autores independentes! A inscrição para autores sem editora será mais barata e não será mais necessário enviar cinco exemplares do livro inscrito, já que esse ano, todas as inscrições (com exceção dos prêmios na categoria “Eixo Livro”, que analisam o livro como objeto) serão feitas de maneira digital. Isso diminui os gastos com a inscrição e facilita o processo.

O troféu Jabuti

Segundo o presidente da CBL, Luis Antonio Torelli, o prêmio está atento à “evolução do mercado” e considera “ser muito importante atualizar a premiação para torná-la ainda mais democrática, ágil e inclusiva, prestigiando o mercado e aproximando-a do leitor”.

Se antes o prêmio dividia as obras por seus gêneros, este ano ele foi condensado em quatro eixos: Literatura (Romance, Poesia, Conto, Crônica, Infantil e Juvenil e HQ), Ensaios (Biografia, Humanidades, Ciências, Artes e Economia Criativa), Livro (Projeto Gráfico, Capa, Ilustração e Impressão), Inovação (Formação de novos leitores e Livro Brasileiro Publicado no Exterior). A partir dessas categorias, serão selecionados 10 finalistas, mas apenas um será o vencedor, que será anunciado na festa da premiação no dia 8 de Novembro.

Originalmente pensado como um prêmio voltado para o mercado editorial, esse ano a CBL resolveu focar nos leitores, e o próprio júri vai ser composto de personalidades do mundo literário, que podem ser indicados no site a partir de hoje até o dia 15 de Junho. O papel da curadoria vai ser pesquisar e decidir se os nomes indicados podem participar, segundo o regulamento.

Coletiva de imprensa do lançamento do Premio Jabuti 2018.

O conselho curador é composto de Luiz Armando Bagolin, filósofo, docente da universidade de São Paulo e diretor da Biblioteca Mário de Andrade entre 2013 e 2016, Mariana Mendes, escritora e editora independente, Tarcila Lucena, editora independente, Pedro Almeida, editor e Jair Marcatti, professor da ESPEB.

O primeiro colocado ganha 5 mil reais além do troféu Jabuti e o ganhador do Livro do ano leva para casa 100 mil e também o troféu Jabuti.

O Prêmio Jabuti também tem a categoria de Personalidade Literária do ano, que visa homenagear autores pelo conjunto e importância de sua obra. Nessa categoria já foram premiados nomes como Ruth Rocha, Mauricio de Souza e Lygia Fagundes Telles.

As inscrições podem ser feitas a partir do dia 15 de Maio até o dia 28 de Junho.

Para mais informações e regulamento da premiação, confira o site: https://www.premiojabuti.com.br/

Tags

Fernanda Cavalcanti

Formada em cinema, apaixonada por literatura, divide seu tempo livre entre ler, escrever e dançar. Gosta especialmente de terror, mas lê/assiste de tudo. Também escreve para o blog Além da Toca do Coelho.

Matérias Relacionadas

Close