Sex Education – 1ª temporada – Sensível e divertida

Sex Education é uma comédia adolescente transgressora e única. Depois de ajudar, sem querer, o valentão da escola, um rapaz, filho de uma terapeuta sexual, é convencido pela nova amiga a dar “consultas” para os colegas em troca de grana. E isso logo se revela um bom e arriscado negócio.

Criado por Laurie Nunn para a Netflix, a série de 8 episódios consegue subverter o gênero do princípio ao fim. Entrega uma dramaturgia não só extremamente contemporânea, mas também necessária, que conversa com seu público-alvo sem qualquer tabu. Pense então, em qualquer série ou filme do gênero comédia adolescente, como American Pie, Glee ou 10 Coisas Que eu Odeio em Você. Mas, lembre-se que aqui trata-se de uma dramaturgia britânica, portanto desprovida de qualquer vergonha quando o assunto é sexo.

Ncuti Gatwa é Eric e Asa Butterfield é Otis em Sex Education
Ncuti Gatwa é Eric e Asa Butterfield é Otis

Uma série que aborda muitos temas

Completamente ciente de quem quer atingir e como, o roteiro inteligente trata de muitas questões. O principal é o sexo (dificuldades de obter uma ereção,  de se alcançar um orgasmo, e até os casos mais bizarros de acidentes durante o ato ou de “vagina bloqueada”); mas também há gravidez e aborto (que recebe um tratamento sensível e normal, sem qualquer julgamento, assim como deve ser); questões de gênero; orientação sexual; relações parentais; corações partidos, entre outros.

Tudo isso de uma maneira que nunca havia sido realizada antes, nem nas telinhas, nem nas telonas. E fazendo isso com excelência, num trabalho primoroso de empatia. Afinal, mesmo usando de artifícios comuns do gênero, a maneira como os temas são executados na série, traz sempre muito humor, ousadia e provocação. Principalmente sem cansar o espectador e criando ganchos espertos para o episódio seguinte, o que favorece uma maratona rápida.

Gillian Anderson é Jean, a mãe em Sex Education
Gillian Anderson é Jean, a mãe

O elenco de Sex Education

Mas a bem da verdade é que são os personagens o grande trunfo da produção. Com um elenco inspirado e à vontade, Sex Education se faz através das figuras em tela. Pessoas reais (ainda que algumas sirvam propositalmente de caricaturas humanas) e mesmo os coadjuvantes, com funções mais monotemáticas, acabam ganhando arcos próprios e certo aprofundamento, provando que por aqui não há gratuidade e tudo serve em favor da narrativa.

O protagonista Otis (no melhor papel da carreira de Asa Butterfield), não só tem um grande coração e bom senso, como também é atrapalhado e guarda traumas próprios, que criam um paradoxo com a habilidade que vem desenvolvendo. A queridíssima Gillian Anderson vai se revelando pouco a pouco na trama como uma mãe atípica, mas tão preocupada quanto qualquer outra. Ainda que à sua maneira.

Emma Mackey é Maeve em Sex Education
Emma Mackey é Maeve

Emma Mackey subverte o conceito de “garota problema” com sua Maeve, enquanto Ncuti Gatwa brilha esplendorosamente no papel de Eric. O trabalho realizado entre dois melhores amigos, um hétero e outro gay, segue natural, sincero e cativante, sem cair em armadilhas do formato.

Dessa forma, a história emociona e diverte na mesma medida e consegue ser completamente singular em tudo o que se propõe, entregando um material de primeira. E tal qual o resultado de uma boa foda, Sex Education vai te dar a sensação de “quero mais” no dia seguinte.

Sex Education

Nome Original: Sex Education
Elenco: Asa Butterfield, Gillian Anderson, Emma Mackey, Alistair Petrie, Aimee Lou Wood
Gênero: Comédia, Drama
Produtora: Eleven
Disponível: Netflix

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar