Sócrates, um filme sobre a realidade brasileira

Sócrates (Christian Malheiros) é um adolescente que vive na periferia, apenas com a mãe. Quando a mãe morre repentinamente, Sócrates precisa fazer de tudo para sobreviver.

O roteiro surgiu da mente de Alex Moratto, brasileiro, criado nos Estados Unidos, que escreveu um pouco da sua própria história. Já aqui no Brasil, ele entrou em contato com o Projeto Querô, que selecionou os atores para o filme.

Christian Malheiros e Tales Ordakji em cena do filme Sócrates
Tales Ordakji e Christian Malheiros em cena do filme

O interessante de tudo isso não é só que o filme tem aspectos autobiográficos, e, portanto é um filme realista, mas também porque ele usou atores do Projeto Querô, que estimula que jovens de periferia se envolvam com arte; o projeto dá uma função a eles, ou seja, literalmente salva jovens como o próprio Sócrates todos os dias.

Sócrates e a falta de oportunidades

Este é um filme sobre a falta de oportunidades. Sócrates é um adolescente negro, pobre e gay que vive na periferia de Santos. Ele mora com sua mãe até o dia em que ela morre o deixando completamente sozinho no mundo. O rapaz então precisa se alimentar e pagar o aluguel de sua casa, isso apenas para começar.

Ele tenta ficar com o trabalho de sua mãe, como faxineiro, mas o chefe não aceita menores de idade. Então ele entrega currículos em todos os lugares possíveis e encontra os mais variados tipos de empecilho.

Sócrates é um adolescente sozinho no mundo
Sócrates é um adolescente sozinho no mundo

O que o filme mostra é uma realidade que talvez esteja longe dos olhos de muitas pessoas, mas que nem por isso deixa de existir. Fica claro que Sócrates é esforçado e está fazendo tudo o que está ao seu alcance, mas ninguém estende uma mão para ele ou parece disposto a ajudá-lo, o que o leva a cometer atos desesperados. Por isso mesmo que este é um filme extremamente necessário, embora seja terrível assisti-lo.

Luto

Sócrates também é um filme que fala sobre o luto, mas o faz de uma maneira diferente. O rapaz perde a mãe, mas não tem nem tempo de processar o luto, uma vez que no mesmo dia, ele precisa estar no trabalho dela, preenchendo seu lugar.

Sócrates é negro, pobre e gay
Sócrates é negro, pobre e gay

O filme se passa em alguns dia, ou seja um período relativamente curto, em que Sócrates só chora a morte de sua mãe literalmente quando ela acontece. Depois disso, ele só encontra dificuldades pela frente e mesmo assim, precisa continuar. O jovem não pode lamentar a morte da mãe porque a vida e a sua sobrevivência são mais urgentes que isso.

O filme retrata uma série de desastres, que são muito comuns, embora nem sempre sejam vistos e que na realidade, não são desastres, são elementos comuns do dia a dia de muitas pessoas. O que acontece no filme é que tudo isso se dá com um adolescente.

Sócrates é um filme sobre a falta de oportunidade
Sócrates é um filme sobre a falta de oportunidade

Aspectos técnicos

Sócrates não é um filme com uma grande produção, na verdade, ele foi feito com um orçamento relativamente pequeno, mas isso não necessariamente quer dizer que o filme é ruim, muito pelo contrário.

O filme de fato não necessita de uma grande produção, porque sua trama é tão potente que ela já se basta. Sócrates é um filme terrível, que mostra a realidade de muitas pessoas e por isso, é extremamente poderoso. A sensação que se tem quando se assiste ao filme é de completa e total impotência. Acompanhamos enquanto o jovem tenta de todas as formas prosseguir com a sua vida, mas continua falhando.

Sócrates também é um filme importante e necessário por uma série de motivos, o primeiro deles é porque mostra uma realidade que é comum, mas que muitas pessoas não conhecem. Quando vista no cinema, no entanto, essa realidade se torna mais próxima.

O filme mostra a realidade de muitas pessoas
O filme mostra a realidade de muitas pessoas

Sócrates é importante porque dá voz à pessoas que normalmente não tem voz no cinema. Sócrates é negro, pobre e gay. É comum que assistamos filmes com personagens negros, ou pobres ou gays, mas nem sempre eles são protagonistas e raramente acumulam todas essas características, o que faz da experiência de Sócrates única e, ao mesmo tempo, ressonante para outras pessoas que podem ter se sentido da mesma maneira que ele em algum momento da vida, ou que ainda se sentem.

Sócrates deixa o espectador torcendo pelo protagonista, ao mesmo tempo que mostra, a muitos de nós, uma realidade completamente diferente. O filme entra em cartaz no dia 26 de setembro.

Sócrates - Trailer oficial (Trailer Oficial) - Disponível nas plataformas digitais

Sócrates

Nome Original: Sócrates
Direção: Alex Moratto
Elenco: Christian Malheiros, Tales Ordakji, Caio Martinez Pacheco, Rosane Paulo, Jayme Rodrigues
Gênero: Drama
Produtora: Querô Filmes
Distribuidora: O2 Play
Ano de Lançamento: 2018
Tags

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar