Uma Criança Como Jake, obra fraca para um tema forte

Jim Parsons, Claire Danes e Octavia Spencer juntos em um filme sobre infância, família e a dificuldade na hora de escolher a escola ideal. A história de Uma Criança como Jake é centrada, na verdade, nos pais de Jake, uma criança que não se encaixa nos padrões da sociedade e dos outros colegas de escola.

A partir daí, o longa promove o debate inclusivo com um roteiro sutil. Alex (Claire Danes) e Greg (Jim Parsons) estão muito preocupados com o futuro do filho Jake (Leo James Davis). Em Nova York, o casal está em busca de uma escola para a criança. Nesse momento, o fato de Jake gostar de princesas e de vestir saias não é uma questão. O verdadeiro problema é a quantidade de crianças versus a quantidade de vagas nas escolas.

Claire Danes, Leo James Davis e Jim Parsons em Uma Criança Como Jake
Claire Danes, Leo James Davis e Jim Parsons

Chega a ser absurdo como é enrolado o processo, parecendo até que as crianças estão pleiteando uma vaga na universidade. Cartas de apresentação, entrevistas, tudo como se fosse super normal. Até que Judy (Octavia Spencer), uma amiga de longa data do casal e diretora da atual escola do menino, resolve ajudar. Ela diz que os pais devem usar a diversidade do filho para impressionar a escola na carta de apresentação. É capaz que Judy conheça Jake melhor do que seus próprios pais.

Uma Criança Como Jake

O pequeno Jake nunca se interessou pelas brincadeiras comuns aos meninos. Ele sempre preferiu princesas e contos de fada, gosto que seus pais sempre encararam com naturalidade. Inclusive comprando bonecas e fantasias de princesas para o filho. Mas, quando a diretora da escola primária levanta a questão de que isso pode não ser apenas uma fase, o que era tão natural começa a gerar adversidades na relação do casal.

Octavia Spencer é Judy em Uma Criança Como Jake
Octavia Spencer é Judy

A busca por uma escola particular, no competitivo sistema educacional nova-iorquino, coloca em pauta a questão de gênero. Será que as particularidades de Jake são um risco para a aceitação dele em uma nova escola? Aos quatro anos é cedo demais para se rotular a identidade de gênero numa criança? Cheios de dúvidas em como lidar com a situação, Alex e Greg se veem em meio a um furacão de emoções e crises éticas, apenas com a certeza de que ambos querem o melhor para o filho.

A atuação dos protagonistas não chama muita atenção, mas pode fazer com que o público se identifique com os pais que, afinal, buscam apenas a felicidade de seu filho. Assim, Uma Criança Como Jake abre várias questões pelo caminho. O filme não explica o que é a transexualidade, e sim foca nas dificuldades dos pais em lidar com a forma que o mundo lida com isso. Eles não tem problema com o comportamento do filho (até certo ponto), mas precisam achar uma forma de protegê-lo e ao mesmo tempo não tentar mudá-lo.

Claire Danes é Alex
Claire Danes é Alex

Palavras da equipe

Em entrevista à Entertainment Week, Parsons falou sobre o processo de desenvolvimento do longa que “aconteceu naturalmente. Uma de nossas produtoras, Janette Kahn, havia visto a peça de teatro de Daniel Pearle e disse que poderia ser uma boa história para adaptarmos para o cinema”. Em relação à pesquisa do tema, Parsons afirma que “o texto da peça já colocava na mesa tudo o que precisávamos saber sobre transgêneros e ainda tivemos um diretor trans, que trouxe sua própria experiência para o filme”.

Silas Howard, o diretor, é um homem trans que já trabalhou em muitas séries de TV. A grande questão aqui é sua escolha em quase apagar Jake da trama. Apesar de seu nome no título, a criança é quem menos aparece em cena. Como reclamar da invisibilidade trans dessa forma? Um pouco complicado. Assim, o que vemos é um pai psicólogo que não convence como terapeuta; uma diretora com um background que só nos é mostrado no fim do filme e que não implica em nada; e uma mãe que abriu mão da carreira para criar seu filho, mas que no fundo tem outras questões para lidar.

Leia aqui sobre o filme Rocketman

O diretor explica a relevância das abordagens apresentadas: “vivemos num mundo que estima a singularidade das crianças, enquanto, paradoxalmente, castiga a diferença. Interessam-me as formas pelas quais, mesmo quando em nome do amor, as pessoas podem fazer o mal quando confrontadas com o medo do incontrolável. Como equilibra um pai essas pressões intensas? Estas tensões fascinam-me como realizador e como alguém com conhecimento profundo da obsessão da nossa cultura por policiar o gênero”.

O filme pode agradar ao público por tornar atrativo e acessível um tema atual e pertinente. Tem uma abordagem carinhosa para uma questão (ainda) delicada na sociedade. Uma Criança Como Jake estará disponível na plataforma streaming iTunes a partir de 05 de junho, mas já está em pré-venda.

Uma Criança Como Jake

Nome Original: A Kid Like Jake
Direção: Silas Howard
Elenco: Claire Danes, Jim Parsons, Octavia Spencer, Priyanka Chopra
Gênero: Drama
Produtora: Bankside Films
Distribuidora: iTunes
Ano de Lançamento: 2018
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar