A Despedida (Blackbird) – A morte vista de outro ângulo

Lily (Susan Sarandon) tem uma doença terminal que a está deixando debilitada aos poucos. Ela decide que, com a ajuda de seu marido (Sam Neill), que é médico, vai passar por um processo de eutanásia ilegal na sua própria casa.

Antes do procedimento, no entanto, ela pede que toda a sua família se reúna por um último final de semana. Quando todos os membros se unem, antigos ressentimentos e luto se misturam, enquanto eles tentam apoiar a decisão da matriarca.

A Despedida (Blackbird) – O Luto diferente

A trama aqui não é exatamente original, e soa bem próxima de qualquer pessoa adulta que já tenha perdido um ente querido. O que faz do filme diferente é a maneira com que o luto e a morte são tratados.

A Despedida (Blackbird)
Lily e Paul

Lily sabe que vai morrer, mas também que vai sofrer muito antes que isso aconteça. Por isso, ela resolve que vai se submeter a uma eutanásia através de remédios administrados por Paul, seu marido. O procedimento é ilegal no Estado em que os personagens vivem, mas toda a família está, aparentemente, de acordo. Nesse caso, o luto vem antes da morte e é complemente planejado.

Filmes que tratam da morte e da maneira com que uma família reage ao falecimento de um parente são relativamente comuns, mas geralmente acompanhamos pessoas que estão esperando morrer e uma família que sabe que isso pode acontecer a qualquer momento, mas não sabe que momento será esse. Aqui a família sabe que Lily irá morrer no domingo à noite, embora nem sempre fale sobre o assunto.

Além disso, a própria Lily reage de maneira irônica em relação a sua doença e sua eventual morte, que não parece a abalar tanto assim. Ela fala abertamente sobre o assunto, faz piadas e está totalmente decidida. Embora A Despedida (Blackbird) trate de um assunto triste e pesado, esse não é clima do filme todo, que, por incrível que pareça, tem muitos momentos divertidos.

O filme acompanha uma família que se une para se despedir da matriarca
O filme acompanha uma família que se une para se despedir da matriarca

A família

Além do drama que ronda a trama, o filme ainda retrata a relação da família. Antes de morrer, Lily decide que quer que toda sua família passe um final de semana juntos, e é assim que ela, Paul, Liz (Lindsay Duncan), a melhor amiga de Lily, suas duas filhas Jennifer (Kate Winslet) e Anna (Mia Wasikowska), o marido de Jennifer, Michael (Rainn Wilson), a namorada de Anna, Chris (Bex Taylor-Klaus), e o neto de Lily, Jonathan (Anson Boon) se reúnem.

Quando todos eles se juntam, no entanto, é natural que ressentimos apareçam e que ganhem uma projeção ainda maior em frente a morte da matriarca que se aproxima. Jennifer, a filha mais velha, é séria e controladora. Ela quer que o último final de semana de sua mãe seja perfeito, por isso, qualquer coisinha a deixa nervosa. A chegada de Anna, a filha mais nova, com a namorada, causa um leve desgosto em Jennifer, mesmo que Chris seja aceita pelo resto da família.

Anna é um pouco mais frágil que sua irmã e não só não parece aceitar a decisão da mãe, como também está em crise na sua própria vida, com dúvidas sobre sua relação com Chris e sem saber o que fazer do seu futuro. Já Jonathan, como é comum aos adolescentes, não consegue se comunicar com os pais.

A Despedida (Blackbird)
Lily e a filha, Jennifer

A iminente morte de Lily aumenta todas as tensões já presentes na família, e traz à tona segredos e brigas antigas.

Aspectos técnicos de A Despedida

O longa apresenta uma trama que é relativamente comum e trata de um assunto que é frequentemente explorado no cinema, mas aqui a morte não é apresentada como algo a se temer, uma vez que Lily não só decidiu morrer, como também não demonstra medo do seu destino. A escolha de Lily incomoda muito mais sua família, que já vive um luto antes da morte.

Enquanto a matriarca fala e até faz piadas sobre o assunto abertamente, o resto da família evita sequer citar a palavra “morte”. É claro que isso é inevitável, e a morte está presente em cada momento do filme, por mais que a palavra seja proscrita.

Quando a família se reúne, antigos problemas aparecem
Quando a família se reúne, antigos problemas aparecem

O longa se passa quase que unicamente na casa de Lily e Paul, onde a família se reúne. Como a trama se dá em apenas um final de semana, não existe muita mudança de figurinos. Nenhuma dessas questões é um problema em A Despedida, que está mais focado nos sentimentos que ele pode trazer ao telespectador.

O elenco

Por outro lado, o filme tem um elenco grande e famoso, que se sai bem e que chama a atenção. Os atores têm muita química entre si e convencem a plateia de que são uma família, mas como o elenco é grande, muitos deles não têm papeis tão expressivos ou tão marcantes. Os grandes destaques são Susan Sarandon, que mostra um contraste entre sua mente, ainda afiada e irônica e seu corpo, ruindo pouco a pouco e Rainn Wilson, que interpreta um personagem bem diferente dos que ele interpreta normalmente.

A Despedida (Blackbird) fala da morte de uma maneira irônica
A Despedida (Blackbird) fala da morte de uma maneira irônica

Outro ponto interessante de A Despedida é que o filme, embora trate de assuntos pesados e tristes, não é um filme melancólico, ele tem momentos engraçados e mesmo assim, consegue emocionar.

A Despedida (Blackbird) trata de assuntos sérios de maneira irônica e divertida, mas nem por isso, de forma menos impactante. O filme estará disponível no Now, iTunes, Google Play, Youtube Filmes, Vivo Play e Sky PlayA, a partir do dia 31 de março.

A Despedida

Nome Original: Blackbird
Direção: Roger Michell
Elenco: Susan Sarandon, Kate Winslet, Mia Wasikowska, Sam Neill, Rainn Wilson
Gênero: Drama
Produtora: Millenium Films, Busted Shark Productions, Eclectic Productions, SF Studios
Distribuidora: California Filmes
Ano de Lançamento: 2019
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar