As Golpistas, inspirado em uma história real

As Golpistas é inspirado em uma história real. Destiny (Constance Wu) é uma stripper que não ganha muito dinheiro, até o dia em que conhece Ramona (Jennifer Lopez), que lhe ensina diversos truques e técnicas.

Durante a crise financeira que abalou Wall Street em 2008, o rendimento das duas cai muito e é assim que elas resolvem começar um esquema de dopar homens e lucrar em cima dos seus cartões de crédito. O esquema cresce de maneira rápida e produtiva e as duas acabam contratando outras meninas e até terceirizando o serviço.

As Golpistas apresenta mulheres em posição de poder
As Golpistas apresenta mulheres em posição de poder

As Golpistas – História real

O ponto mais interessante do filme é o fato de ser inspirado em uma história real. Acompanhamos a trama através da narração de Destiny, que está dando uma entrevista para Elizabeth (Julia Stiles), por isso, existe uma distância temporal entre o momento em que o filme se passa e a história que ele conta, como se fosse um grande flashback.

Pode-se falar muito sobre o comportamento das personagens, afinal elas vivem de golpes e conseguem o seu dinheiro de maneira ilegal, mas é impossível negar que a história é extremamente interessante. Saber que ela é real, então, torna o filme mais importante ainda.

Ainda que julguemos a “escolha” (mesmo que não tenha nada de escolha nisso) da profissão de Destiny e Ramona (como golpistas, não como strippers), As Golpistas é um filme importante porque mostra não só mulheres em posição de poder, mas também, mulheres que antes estavam no que é considerado uma profissão menor e que escalam o poder por suas próprias mãos. O filme tem outros pontos positivos, assim como mostrar como é a vida das strippers quando elas estão em casa com suas famílias, e quais são seus sonhos. Essa uma perspectiva que nem sempre aparece em filmes do gênero.

Destiny e Ramona vivem de golpes
Destiny e Ramona vivem de golpes

Mulheres nos papéis principais

O filme tem duas protagonistas: Destiny e Ramona. Mas essas não são as únicas mulheres importantes na trama. As Golpistas é um filme basicamente feminino. Além de Destiny e Ramona, também conhecemos Mercedes (Keke Palmer), Annabelle (Lili Reinhart) e Dawn (Madeline Brewer), que também participam dos esquemas; Elizabeth, a jornalista que está pesquisando a história; e outras strippers que trabalham no mesmo bar que as protagonistas. Além disso, essas mulheres têm famílias que são, em sua maioria, compostas por outras mulheres, como avós, mães e filhas.

Jennifer Lopez como Ramona em As Golpistas
Jennifer Lopez como Ramona

É curioso que um filme que fale sobre strippers tenha esse ponto de vista e se preocupe em mostrar essas mulheres para além da esfera de suas profissões. Talvez isso se deva ao fato da diretora também ser uma mulher e de que, embora o filme trate de mulheres que usam de seu charme e de sua sensualidade para conseguir o que querem ou precisam, este não é um filme sobre strip-tease. Este é um filme sobre mulheres humilhadas e largadas para escanteio, que fazem o que é necessário para sobreviver, seja tirar a roupa, seja praticar golpes.

O filme também inverte os papéis de poder. Destiny e Ramona começam como duas mulheres que embora ganhem algum dinheiro como strippers, estão sujeitas às fantasias e aos desejos dos homens. Entretanto, terminam como mulheres que estão no poder não só da sua sexualidade a ponto de usar isso contra o opressor social masculino, mas também de seu dinheiro, suas vidas, seus destinos e sua independência.

Destiny
Destiny

Aspectos técnicos de As Golpistas

Todos os detalhes parecem seguir a ideia de que esse é um filme feminino, feito por mulheres, estrelado por mulheres e que certamente vai agradar muito mais o público feminino do que o masculino. O roteiro se preocupa em mostrar as dificuldades que as mulheres encontram para entrarem, se manterem e voltarem ao mercado de trabalho e, como muitas vezes, elas precisam recorrer a profissões que não são bem vistas.

Nada disso é tratado necessariamente como uma tragédia, afinal, muitos momentos são divertidíssimos, embora os aspectos trágicos estejam no filme. As profissões retratadas também não são julgadas, seja a de stripper, seja a de golpista. Nesse aspecto, o filme lembra A Grande Jogada, outro filme recente que também tem uma protagonista feminina em posição de poder e que também é inspirado em uma história real.

O filme As Golpistas inverte posições de poder tradicionais
O filme inverte posições de poder tradicionais

Outro aspecto que torna As Golpistas um filme original e diferente é que, embora seja um filme que fale de strip-tease e que tenha mulheres com pouca roupa e cenas sensuais, não há uma cena de nudez feminina. Ou seja, a ideia não é mostrar mulheres bonitas com pouca roupa, mas sim, as histórias dessas mulheres, muito além de suas profissões.

O elenco

O elenco feminino é grande e variado, composto por orientais, negras, latinas, loiras, ruivas e morenas. Além disso, apresenta mulheres magras, que estão dentro do padrão de beleza atual, e mulheres gordas, que estão fora dos padrões de beleza. Todas são mostradas da mesma forma, donas da sua própria sensualidade e cientes de seu poder. Os homens se resumem a policiais, namorados, maridos, clientes e claro, homens enganados.

As relações entre as mulheres também parecem verdadeiras e realistas. Destiny e Ramona, por exemplo, podem até se estranhar, mas a amizade entre as duas é clara e soa como verdadeira. Uma é compreensiva com as decisões da outra, mesmo que essas decisões possam prejudicar elas mesmas.

Destiny e Ramona
Destiny e Ramona

Com um elenco tão grande e renomado, é natural que tenhamos grandes atuações. Keke Palmer, Lili Reinhart e Cardi B estão bem nos seus papéis e funcionam como alivio cômico. Constance Wu, que é quem narra o filme, também dá conta do recado. Mas a grande atração do filme é, sem dúvida nenhuma, Jennifer Lopez. Sua personagem tem diversos lados e Lopez consegue passar todos eles para a tela de maneira perfeita.

Vale a pena

As Golpistas também é um filme colorido, com figurinos alegres e luzes que nos colocam dentro da boate onde Destiny e Ramona trabalham. A trilha sonora, composta de músicas como Control, Criminal, Beautiful Girls, Gimme More, Miss You Much e Night Moves, também é ótima, animada e faz muito sentido dentro do filme, colocando o espectador ainda mais dentro da história.

Embora se venda como um filme sobre strippers, As Golpistas é um filme sobre mulheres fortes, que ganham seu dinheiro e alcançam o poder, e dessa maneira, se faz um filme extremamente atual. O longa entra em cartaz no dia 5 de dezembro.

As Golpistas

Nome Original: Hustlers
Direção: Lorene Scafaria
Elenco: Constance Wu, Jennifer Lopez, Julia Stiles, Keke Palmer, Lili Reinhart
Gênero: Biografia, Drama
Produtora: Annapurna Pictures
Distribuidora: Diamond Films
Ano de Lançamento: 2019
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar