Backbeat – Os Cinco Rapazes de Liverpool

Os Beatles antes dos Beatles

Os melhores amigos John Lennon (Ian Hart) e Stuart Sutcliffe (Stephen Dorff) têm uma banda juntos e pretendem sair de Liverpool para tocar em Hamburgo, junto com Paul McCartney (Gary Bakewell), George Harrison (Chris O’Neill) e Pete Best (Scot Williams).

Embora os outros quatro membros da banda estejam muito interessados em música e pretendam seguir carreira nesse ramo, Stu quer ser pintor e está na banda apenas por insistência de John. Na Alemanha, Stu conhece Astrid Kirchherr (Sheryl Lee) e os dois se apaixonam imediatamente.

Stu então, não sabe se fica em Hamburgo com Astrid e segue carreira como pintor ou se escolhe o melhor amigo e a banda, para a qual ele não tem nem muito interesse e nem muito talento.

O filme Backbeat acompanha os Beatles antes da fama
O filme acompanha os Beatles antes da fama

Backbeat – Os Cinco Rapazes de Liverpool é uma dramatização dos dias dos Beatles antes da fama, quando eles ainda tocavam em Hamburgo.

Um ponto de vista diferente

Existe uma série de documentários sobre os Beatles e alguns poucos filmes não documentais sobre o assunto, portanto, é muito fácil conseguir informações sobre a banda, a grande maioria deles, no entanto, é narrada ou do ponto de vista de John Lennon ou retrata os Beatles durante e depois da fama. O filme Backbeat já é bem diferente.

O protagonista é Stu Sutcliffe, melhor amigo de adolescência de John Lennon, que foi convencido por ele a participar da sua banda. Stu não tinha muito interesse em música e nem era especialmente talentoso, na verdade ele queria ser pintor e só sabia tocar o básico no baixo, mas embarcou na aventura porque John fazia muita questão da presença do amigo.

George Harrison, Stu Sutcliffe e John Lennon
George Harrison, Stu Sutcliffe e John Lennon

É isso que faz de Backbeat tão interessante, já que acompanhamos não só os Beatles no começo de carreira, o que normalmente não é retratado, como também vemos a banda de um ponto de vista completamente diferente e em muitos sentidos, até desinteressado. Se Lennon, McCartney, Harrison e Best – que depois foi substituído por Ringo Starr (Paul Duckworth) – estavam completamente focados e dispostos a tudo para fazer sucesso, Stu está mais preocupado em pintar.

Nenhum deles, é claro, faz ideia do que os Beatles iriam se tornar, mas o filme indica que o coração de Stu não está na banda.

Um triângulo fraternal

Outro elemento muito importante aqui são as relações que Stu mantém tanto com John, seu melhor amigo, quanto com Astrid, a garota por quem ele se apaixona perdidamente. Quando o longa começa, a relação de Stu e John parece inquebrável, os dois são melhores amigos acima de tudo, e nem as reclamações de Paul McCartney de que Stu não é bom o suficiente fazem com que Lennon desista do melhor amigo. Stu também suporta todas as brincadeiras de Lennon sem se alterar muito.

Backbeat - Os Cinco Rapazes de Liverpool é mais focado na vida de Stu
Backbeat – Os Cinco Rapazes de Liverpool é mais focado na vida de Stu

As coisas mudam quando Astrid entra em cena. Astrid era fotógrafa e foi, inclusive, responsável por várias das fotos dos Beatles em Hamburgo, e era amiga de Klaus Voormann (Kai Wiesinger), artista gráfico, que mais tarde assinou a capa do disco Revolver, dos Beatles. Astrid e Stu se apaixonam praticamente no momento em que se veem e suas vidas parecem combinar, já que ela é fotógrafa e ele quer ser pintor, mas Astrid quer que Stu fique com ela em Hamburgo e, claro, o estimula a deixar a banda e investir na sua carreira de pintor.

A chegada de Astrid balança a relação de Stu e John, o segundo não se incomoda só com a possibilidade de seu amigo sair da banda, como também se sente trocado por Astrid e começa a tratar Stu mal. O filme mergulha profundamente em todas as relações que se dão dentro da banda, então, retrata não só a relação de Stu e John e eventualmente, Astrid, como também a relação de Stu e Paul, que é cheia de competição, tanto por um lugar na banda – Stu era baixista, posto que mais tarde ficou com Paul -, como pela atenção de John, e a relação de Lennon e McCartney, cheia de brigas, mas também compreensão e união.

Nesse sentido, Backbeat – Os Cinco Rapazes de Liverpool não é só um filme sobre música, que mostra o começo dos Beatles, mas também é um filme que fala sobre amor e amizades e todas as questões que circulam esses dois sentimentos.

Ian Hart como John Lennon e Stephen Dorff como Stu Sutcliffe
Ian Hart como John Lennon e Stephen Dorff como Stu Sutcliffe

Aspectos técnicos de Backbeat – Os Cinco Rapazes de Liverpool

Boa parte da trama se passa em Hamburgo, vemos pouco, por exemplo, de Liverpool. A ideia é justamente essa: retratar os Beatles antes deles serem famosos, o que chama a atenção, já que essa fase raramente aparece em filmes.

O longa caracteriza bem os seus personagens, isso porque na época em que tocavam em Hamburgo, os Beatles eram bem diferentes da imagem que conhecemos deles, eles usavam muito couro, muito preto e não tinham os cortes de cabelo característicos, o visual era muito mais anos 50, do que anos 60. Para além dos figurinos, o filme é escuro, de uma maneira geral, já que boa parte dele se passa em pubs e durante a noite.

O filme também é bem cuidadoso na escolha do seu elenco, os atores além de estarem bem caracterizados, são bem parecidos fisicamente com os Beatles. Ian Hart, que interpreta John Lennon, parece ter conseguido reproduzir a personalidade engraçadinha, ainda que cheia de raiva do biografado e Gary Bakewell, que interpreta Paul McCartney, é tão parecido com o Beatle, que o interpretou uma segunda vez em The Linda McCartney Story. Stephen Dorff não é extremamente parecido com Stu, mas está muito bem no papel e ele e Sheryl Lee, que é parecida com Astrid Kirchherr, têm muita química.

Sheryl Lee como Astrid Kirchherr
Sheryl Lee como Astrid Kirchherr
As músicas

Backbeat tem uma direção musical bem clara, e que combina com a trama do filme. O longa acompanha os Beatles antes de fazerem sucesso e quando eles ainda não tocavam músicas próprias, então, a trilha sonora não tem nenhuma música composta pelos integrantes da banda e sim, covers que faziam quando tocavam em Hamburgo. Entre as músicas que fazem parte da trilha sonora estão Money (That’s What I Want), Twist and Shout, Please Mr. Postman, Rock & Roll Music, Good Golly Miss Molly e Twenty Flight Rock. Todos os números musicais se dão no palco e as músicas não têm muita relação com o que acontece na trama, embora reflitam o que os Beatles tocavam na época retratada.

Os atores não cantam nem em cena e nem na trilha sonora, os músicos Dave Pirner, Greg Dulli, Thurston Moore, Don Fleming, Mike Mills e Dave Grohl foram contratados para fazer as vozes dos personagens e tocarem os instrumentos.

Backbeat - Os Cinco Rapazes de Liverpool é um filme sobre amor e amizade
Backbeat – Os Cinco Rapazes de Liverpool é um filme sobre amor e amizade

Quanto às pessoas reais: Stu Sutcliffe deixou a banda e ficou em Hamburgo com Astrid, mas morreu em 1962, aos 21 anos, em função de uma hemorragia cerebral. Ele chegou a ver o sucesso dos Beatles, mas não se arrependeu da sua escolha. Astrid Kirchherr morreu em 2020, aos 81 anos de idade e Klaus Voormann está com 83 anos de idade.

Backbeat – Os Cinco Rapazes de Liverpool é uma cinebiografia dos Beatles que se preocupa muito mais em contar a história de Stu Sutcliffe, conhecido durante muito tempo como “O quinto Beatle”, do que dos próprios Beatles e só por isso já se faz diferente.

Backbeat (1994) ORIGINAL TRAILER [HQ]

Tags

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar