Cópias – De Volta à Vida, com Keanu Reeves

Uma ficção científica que poderia ser muito mais

Em Cópias – De Volta à Vida, Will Foster (Keanu Reeves) é um cientista que tenta transferir memórias de pessoas para outros corpos, com a intenção de dominar a morte. Quando sua família sofre um acidente e acaba morrendo, Will resolve utilizar seus conhecimentos. O problema é que, mais cedo ou mais tarde, ele vai ter que lidar com as consequências.

Tecnologia

Cópias – De Volta à Vida fala sobre tecnologia e suas incríveis evoluções. Não fica claro em que época a história se passa, mas é possível especular que seja em um futuro recente. Afinal, Will praticamente domina a técnica de transferir a memória de uma pessoa para outro corpo.

Quando o filme começa, ele está estudando a possibilidade de transferir essas memórias para um robô. Mas durante o filme ficamos conhecendo outros procedimentos. Embora nos apresente todas essas evoluções, o filme também fala sobre as consequências de tudo isso.

Alice Eve como Mona em Cópias - De Volta à Vida
Alice Eve como Mona

A esposa de Will, Mona (Alice Eve) deixa claro, em certo ponto do filme, que não concorda totalmente com as experiências do marido. Embora ela perceba que o que ele estuda representa uma grande evolução, existe mais em um ser humano do que as suas memórias.

Na verdade, este é um filme que mostra seres humanos lidando com uma tecnologia enorme e extremamente poderosa, que não se domina totalmente (e talvez nem deveria dominar). Claro que o filme leva isso ao extremo, porque ainda não podemos transferir memórias de um corpo para outro, mas qualquer filme que fale sobre tecnologia e sobre como ela toma cada vez mais espaço na nossa vida é um filme com o qual a plateia pode se relacionar e que soa moderno.

Luto

Cópias – De Volta à Vida também fala sobre o luto, afinal, toda a trama do longa só acontece porque Will não suporta perder sua família. O filme questiona se o poder de decidir sobre a vida de seus familiares, ou de qualquer outra pessoa, está nas mãos de Will.

O filme mostra pessoas lidando com a tecnologia
O filme mostra pessoas lidando com a tecnologia

Fica claro desde o começo que Will tem um certo complexo de Deus. Em seu trabalho, ele deseja melhorar cada vez mais sua pesquisa para que ela possa ser utilizada por pessoas comuns. Quando a tragédia atinge sua vida então, trazer sua família de volta parece um caminho natural para ele. O filme não questiona só o poder da tecnologia nas nossas vidas, mas também se o ser humano deveria ter o poder de decidir sobre a vida e a morte.

Nesse aspecto, o filme lembra muito o livro O Cemitério, de Stephen King (posteriormente adaptado para o cinema com o nome de O Cemitério Maldito), onde um pai passa por cima de tudo para reconstruir sua família, que também foi atingida por uma terrível tragédia. No livro de 1983, King utiliza de elementos sobrenaturais para falar sobre o assunto. Já em Cópias, o diretor usa da tecnologia para tal.

Keanu Reeves interpreta um cientista com complexo de Deus em Cópias - De Volta à Vida
Keanu Reeves interpreta um cientista com complexo de Deus

Aspectos técnicos de Cópias – De Volta à Vida

A trama por trás de Cópias – De Volta à Vida é interessante, assim como as reflexões que o filme poderia causar, mas a execução infelizmente é falha. A ideia é que ele seja um filme de ficção cientifica que investiga possibilidades de um futuro, mas não fica claro para o público se o filme se passa de fato no futuro. Além disso, o longa funciona muito mais como um filme de ação do que qualquer outra coisa.

Por isso, as explicações sobre os procedimentos e a tecnologia que Will estuda são deixadas de lado para que o espectador possa acompanhar cenas de perseguições e fugas. As atuações também não ajudam em nada. Keanu Reeves está extremamente inexpressivo e nem parece que ele está preso em uma situação tão angustiante quanto essa. Mas Alice Eve não está muito melhor. Nas poucas cenas em que ela aparece, também não demonstra muitas emoções, o que faz crer que o filme tem um problema na direção de elenco.

O filme traz temas interessantes, mas não os explora muito bem
O filme traz temas interessantes, mas não os explora muito bem

A fotografia é comum, quase básica, e por isso não chama a atenção. Assim como os figurinos e sequer os efeitos, que são bons, mas nada incríveis. Ou seja, Cópias – De Volta à Vida poderia ser um filme que trata de temas importantes e atuais, e mesmo assim funcionar como um entretenimento, mas ele não funciona muito bem nem como um, nem como outro. Uma pena. O filme entra em cartaz no dia 18 de abril.

Cópias - De Volta à Vida

Nome Original: Replicas
Direção: Jeffrey Nachmanoff
Elenco: Keanu Reeves, Alice Eve, Thomas Middleditch, John Ortiz
Gênero: Drama, Sci-Fi, Thriller
Produtora: Company Films, Di Bonaventura Pictures, Riverstone Pictures
Distribuidora: Paris Filmes
Ano de Lançamento: 2018
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar