Corações Batendo Alto, comédia dramática musical

Sobre o crescimento dos filhos

Frank Fisher (Nick Offerman) é um músico frustrado, dono de uma loja de discos falida, que cria a filha Sam (Kiersey Clemons) sozinho. Quando Sam está prestes a ir para a faculdade de medicina, e Frank a um passo de vender sua loja, os dois gravam uma música que acaba estourando. O pai então, deseja viver isso com sua filha e para tal, quer que ela reconsidere a ideia de ir para faculdade.

Corações Batendo Alto retrata a relação de Frank e sua filha, Sam, que ele criou sozinho depois que sua esposa morreu. Fica claro que a relação dos dois é muito forte e que existe uma grande cumplicidade, no entanto, Sam é uma adolescente que está querendo crescer e ter sua própria vida.

Frank e Sam tem o costume de cantarem juntos, mas ultimamente Sam tem passado mais tempo estudando e não tem tido tempo para seu pai, o que naturalmente incomoda Frank. Ao mesmo tempo, a garota tem buscado cada vez mais ter sua própria vida, que não é atrelada ao que o pai pensa e quer para ela. Ela deseja ir para longe e ser médica, e está apaixonada por uma garota (Sasha Lane), sobre a qual o pai não sabe nada.

Sam e Frank
Sam e Frank

Corações Batendo Alto

Também fica muito claro que Frank e Sam são extremamente diferentes, enquanto ele desejava uma vida de artista e se contentou em ter uma loja de discos e arcar com a possibilidade da falência, ela deseja uma vida mais regrada e mais tradicional, já que quer ser médica.

Para Frank, um artista, parece até absurdo que sua filha, criada dentro da ideia que ele tem da vida, queira ser médica, da mesma forma que para os pais que tem profissões mais tradicionais, soa absurdo que um filho queira seguir uma carreira mais voltada para a arte.

Uma vez que o filme se desenrola através da relação do pai e da filha, é interessante que eles sejam quase opostos e queiram coisas diferentes.

Corações Batendo Alto retrata a relação entre pai e filha
O filme retrata a relação entre pai e filha

Mudanças

Frank também é um homem que é claramente avesso às mudanças. Sua loja está falindo, mas ele não aceita modernizá-la para conquistar mais clientes. Tudo que ele deseja é manter a vida que levou até aquele momento. No entanto, o filme retrata uma série de mudanças. A primeira é o fato da loja de Frank não estar indo bem e ele ter que enfrentar a possibilidade da falência. A segunda e mais importante é que Sam está se tornando adulta e que a vida dos dois vai mudar de maneira radical.

Frank começa a ficar cada vez mais incomodado quando percebe que a filha está crescendo e que não está mais sob o seu controle. Sam, embora tenha talento, não quer ser musicista, quer seguir uma carreira mais tradicional e fazer faculdade longe do pai. Ela quer passar cada vez menos tempo com ele e ele nota que tem algo de diferente acontecendo com a filha. Sam, por outro lado, só está buscando sua independência e quer entender quem ela é.

Frank tem dificuldade de aceitar mudanças
Frank tem dificuldade de aceitar mudanças

Ele tenta, a todo custo, manter as tradições dos dois e em uma das vezes em que estão cantando juntos, ele grava uma das músicas e manda para o Spotify. Com o sucesso da música, ele tem certeza que Sam vai querer ficar e ter uma banda com o pai, mas o que Frank tem dificuldades para entender é que a filha é uma pessoa independente dele e que tem os seus próprios sonhos. Corações Batendo Alto é um filme sobre a relação entre pais e filhos, mas também fala sobre as dificuldades em aceitar o crescimento e as opiniões dos filhos.

Aspectos técnicos de Corações Batendo Alto

Esta é uma comédia com toques de musical, uma vez que retrata dois personagens que tem uma banda, mesmo que seja à revelia. O filme é, em muitos aspectos, parecido com Alta Fidelidade, já que também retrata um homem frustrado, que é dono de uma loja de discos. Como este se passa nos dias de hoje, quando a venda de discos certamente foi prejudicada pela internet e pelo Spotify, a trama toma uma dimensão ainda maior.

Os dois protagonistas de Corações Batendo Alto são opostos
Os dois protagonistas são opostos

Corações Batendo Alto também acrescenta a trama de Sam e todas as questões que a relação entre pai e filha e o crescimento e a independência dessa filha podem trazer à tona. É um filme muito realista e bonito. Ele tem boas atuações também, o elenco todo parece muito bem afinado. Nick Offerman e Kiersey Clemons, que são os protagonistas, se sobressaem, mas o filme conta com atuações coadjuvantes muito fortes, como as de Toni Collette, Sasha Lane e Blythe Danner.

Corações Batendo Alto, no entanto, é um filme um pouco parado, uma vez que muito do que acontece está nas intenções por trás do que os protagonistas fazem e a sensação de que se tem é que ele tem pouca ação e muita fala. Embora comece de maneira interessante e tenha bons momentos, se torna um pouco cansativo e tedioso com o tempo.

Sam e a avó
Sam e a avó
As músicas

Corações Batendo Alto é uma comédia musical no sentido menos clássico da palavra. Todas as cenas musicais acontecem ou em apresentações, ou em ensaios, ou em gravações. Ele funciona mais ou menos como cinebiografias que retratam a vida de músicos como Johnny e June e Ray, ou até mesmo como filmes que falam de bandas fictícias, como The Wonders – O Som Não Acabou. Também não existem danças e coreografias, o que faz do filme uma boa pedida para pessoas que normalmente não gostam de musicais.

Entre as músicas que fazem parte da trilha sonora estão Shut Your Eyes, Blink (One Million Miles), Everything Must Go e Hearts Beat Loud, que dá nome ao filme. O longa ainda tem músicas que não são interpretadas pelos protagonistas.

Sam só está buscando sua independência em Corações Batendo Alto
Sam só está buscando sua independência

Corações Batendo Alto pode não ser um musical dos mais clássicos, mas ainda é uma declaração de amor à música e uma análise sobre a dificuldade de entender que os filhos são feitos para o mundo, e não para os seus pais.

Corações Batendo Alto

Nome Original: Hearts Beat Loud
Direção: Brett Haley
Elenco: Nick Offerman, Kiersey Clemons, Toni Collette, Sasha Lane, Ted Danson
Gênero: Comédia, Drama, Musical
Produtora: Burn Later Productions
Ano de Lançamento: 2018
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar