I Kill Giants, aprendendo a vencer gigantes

O mundo esconde inúmeros mistérios e diante deles quem irá negar a possibilidade da existência de outras raças? Talvez antigas, talvez distantes, mas tão surpreendentes quanto o mundo, é também a mente humana, onde as crianças se destacam na categoria imaginativa: a incrível habilidade de construir e imergir. Um poder que dizem que se esvai com o tempo e o filme I Kill Giants vem para lembrar o espectador do mundo, da mente humana, da imaginação e da existência de gigantes, que são perigosos!

Em uma cidadezinha litorânea, Barbara (Madison Wolf) é uma criança que não é bem aceita pelas pessoas a sua volta mas que não faz muita questão. Apesar do bullying no colégio ou das situações constrangedoras dentro de casa, ela passa a maior parte do seu dia ocupada pensando em como proteger a cidade dos ataques dos gigantes. Cada local tem uma armadilha especial, feita para matar os monstros aos quais inúmeros relatos e características foram anotadas no livro que Barbara carrega e está sempre atualizando, afinal, a cada dia que passa o ataque dos monstros parece estar mais perto, o que vai manter nossa protagonista sempre atenta.

Madison Wolfe é Barbara
Madison Wolfe é Barbara

Quando você começa a observar a dedicação que Barbara coloca em sua caçada, algo parece estranho. Não só a sincronia com as situações adversas, mas toda a construção do filme emprega uma certa dualidade de pensamento, uma linha muito fina que divide ou fragmenta a realidade do outro lado da tela. Sendo mais objetivo: você não sabe se existem gigantes de verdade ou se é imaginação dela. Apesar desse não ser exatamente o cerne do filme, surgem personagens que andam sobre essa linha, tornando ainda mais interessante o mistério.

Sydney Wade e Madison Wolfe
Sydney Wade e Madison Wolfe

Se por um lado ela ganha uma amiga, que vai permitir um despertar de inúmeras emoções, por outro ela recebe uma psicóloga que vai tentar entender o que se passa em sua cabeça. Enquanto uma expressa a simplicidade da confiança, da amizade e da curiosidade, a outra mostra compreensão ao tratar da complexidade da criatividade, dos sentimentos e das ações de quando somos jovens e donos do mundo, sabidos demais para sermos compreendidos. A protagonista é uma caçadora de gigantes e também rainha do seu próprio mundo.

Por certo nos deixa uma reflexão:

Quero viver minha vida como uma covarde ou como uma guerreira? – Barbara, a Caçadora de Gigantes

Ela mora com seu irmão e sua irmã mais velha, sendo esta a responsável por cuidar de tudo. Uma irmã esquisita que acredita em contos de fada e um irmão adolescente que não quer saber de nada além de videogames. Situação que vai tirá-la do eixo e mostrar que nem todo grande problema é um gigante.

Com direito a uma menção a Dungeons & Dragons, orelhas de coelho durante a película e alguns efeitos especiais, I Kill Giants constrói uma dúvida agradável durante toda a sua execução, levando você a se perguntar em certo momento: quando foi que eu matei meus gigantes?

O longa é uma adaptação da graphic novel Eu Mato Gigantes (I Kill Giants), de JM Ken Niimura e Joe Kelly. Com direção de Anders Walter e produção de Chris Columbus (Harry Potter), o filme conta com um elenco formado por nomes como Zoe Saldana (Guardiões da Galáxia), Sydney Wade e Imogen Poots.

Resultado de imagem para i kill giants gifs

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar