Kumo Desu ga, Nani ka? – Virei uma aranha, e daí?

Não julgue o livro pela aranha

Se você curte animes, já deve estar habituado com o estilo gameficador visto em Sword Art Online, Overlord, That Time I Got Reincarnated as a Slime e, depois de alguns anos, a lista é extensa. Aliás, o gênero tem nome: Isekai. Alguns animes do estilo surgiram na última temporada e entre eles Kumo Desu ga, Nani ka? conseguiu minha atenção. Diante de tantas alternativas e experiências só me resta acreditar que esse anime tem algo especial de tão bom.

Mas não se engane! Não é qualquer um que vai gostar desse desenho e a pesquisa que eu fiz com a galera retornou exatamente isso. Uma parte não assistiu quando viu que era sobre uma aranha, outra parte assistiu e não gostou e uma outra parte não perde um episódio. Eu me incluo nesse último grupo e vou explicar o porquê.

Kumo Desu ga, Nani ka?
Kumo Desu ga, Nani ka?

Novo mundo, novos desafios

Por volta de vinte e seis alunos e uma professora são surpreendidos por uma explosão estranha que atinge um colégio e acordam misteriosamente em um novo mundo, com novas regras e poderes que vão além da fantasia.

Enquanto alguns renascem como nobres cavaleiros ou poderosos combatentes, Kumoko renasce como uma aranha, uma criatura de nível extremamente baixo. E não é só isso! Seu renascimento ocorre justamente no Grande Labirinto de Elroe, lar de criaturas extremamente perigosas, que ela terá que enfrentar se quiser sobreviver nesse novo mundo.

Kumo Desu ga
Kumoko

Eu, a protagonista, era apenas uma garota normal do ensino médio, mas de repente eu reencarnei como um monstro aranha em um mundo de fantasia. Não só isso, mas acordei em uma masmorra cheia de monstros cruéis. Armada apenas com meu conhecimento humano e minha positividade avassaladora, sou forçada a usar teias de aranha e armadilhas para derrotar monstros muito mais fortes apenas para me manter viva…

Esse desbalanceamento é um dos elementos cativantes do anime. Em momentos em que a vida da protagonista está por um fio (literalmente!) conseguimos acompanhar suas reflexões sobre o passado e sentir suas mudanças, que irão refletir diretamente em sua evolução na masmorra.

Kumo Desu ga
Sistema gameficador do desenho

O novo mundo possui um sistema gaming então, se você gosta de RPG ou jogos online, vai se sentir bem acolhido. Quando a aranha evolui e recebe novas habilidades, essas são exibidas na tela junto com níveis e, às vezes, oferecendo alternativas de evolução.

Diante de tantas possibilidades que são exibidas, começam a surgir certos mistérios: de onde surgem esses poderes? Qual o nível máximo que podem atingir e até onde um personagem pode ir?

Kumo Desu ga
Outros estudantes reencarnados

Gradativamente, a trama vai ligando Kumoko ao seus antigos companheiros de sala, que iniciam uma outra trama nos reinados que habitam, recheada de traições e conflitos. Em um mundo de poderes extraordinários, muitos começam a revelar suas verdadeiras faces e a vida dos heróis não será tão fácil.

Poderosos amigos e inimigos avassaladores

Se, na escola, nossa protagonista parecia esquecida e desajeitada, nesse novo cenário ela compreende que terá que fazer as coisas de maneira diferente se quiser sobreviver na pele de uma criatura fraca. Esse progresso psicológico é fantástico e repleto de humor, o que torna a coisa ainda mais divertida.

Não existem grandes mestres para ajudá-la a entender essa nova oportunidade. Para resolver isso ela adquire uma habilidade que permite dividir seus pensamentos e, ao usá-la e evoluí-la, novos companheiros vão surgir, pelo menos na cabeça da aranha, para lidar com tantos problemas que aparecerão no caminho.

Kumo Desu ga
Habilidade de dividir pensamentos da Kumoko

Dentre esses perigos está a Aranha-Mãe, que não está nem um pouco contente com a evolução rápida da protagonista e o Rei-Demônio, que também se dá conta da personagem que começa a ganhar mais destaque do que gostaria do novo mundo.

Kumo Desu ga
Maou (Rei-Demônio)

Um mundo de reflexões e muita diversão

Se você olhar bem de pertinho vai reparar em alguns detalhes interessantes, que talvez sejam as amarras invisíveis que adicionam um tempero especial à receita exclusiva que esse anime traz. Há uma certa fraqueza evidente em Shun, o herói reencarnado do reino dos humanos, herdeiro do título depois da morte do seu irmão Julius, situação que abre certas brechas políticas que serão exploradas.

Sua amiga Fei renasce na pele de um dragão, enquanto a professora Filimøs surge na pele de uma Elfa. Os outros reencarnados são humanos, então, por que esses personagens ganharam essas características? O que define a raça que uma pessoa recebe?

Kumo Desu ga
Julius e Fei

O uso de habilidades eleva um poder chamado “Taboo” que aparentemente traz consequências àqueles que o maximizarem. Upar ou não upar? Muitas outras questões vão surgindo, como “Quem são os administradores do jogo que surgem?”, “Por que um dos reencarnados é um vampiro?”. Entretanto, o outro lado do anime oculta essa densidade, trazendo um caráter cômico exagerado, mas bem caracterizado.

Diálogos frustrantes consigo mesmo, diversas imitações, menções a mundos de animes e jogos, inúmeras piadas e eu só poderia trazer um pouquinho dessa diversão mostrando um pouco disso tudo:


    Kumo Desu ga, nani ka? – Uma obra, diferentes formatos

    A obra iniciou como web novel em 2015 com duas adaptações no final do mesmo ano: uma em formato de mangá e outra em formato de light novel. O anime surge em 2021 e promete 25 episódios para sua primeira temporada, sendo a Crunchyroll responsável pela sua exibição no território nacional.

    A principal diferença entre o mangá e as outras mídias é que este exclui as histórias paralelas, enquanto que a web novel chegou a ter 588 capítulos publicados.

    Você pode assistir gratuitamente os episódios por aqui.

    So I’m a Spider, So What? | TRAILER OFICIAL 2

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Botão Voltar ao topo
    Fechar