Microsoft e Apple juntas, seria possível?

A Apple e a Microsoft são, hoje, duas das  maiores empresas tecnológicas a nível global. Começaram sua disputa quando no desenvolvimento dos primeiros computadores e pelos próximos anos, oferecendo cada qual seu software para a maioria das tecnologias desenvolvidas desdem então, um duelo grande e que a maioria de vocês já viveu o resultado. Mas será que com a concorrência de outros gigantes como Google, Facebook, poderá fazer com que ambas venham a se fundir num futuro próximo?

Esta é a opinião de Keith Fitz-Gerald, um analista da Money Map Press, que considera que, para travar o crescimento de empresas como Google e o Facebook, ambas as empresas, Microsoft e Apple, devem trabalhar em conjunto nos próximos dois anos, devendo se fundir num prazo de cinco a dez anos. Embora considere uma operação difícil, Fitz-Gerald defende que essa seria o rumo certo para ambas as empresas para que assim possam combater o maior buscador da internet (que hoje é muito mais que isso) e a maior rede social da internet (que também virou um monstrinho) .

Facebook-Google

Embora esta seja uma união pouco provável, a verdade é que a Microsoft reforçou recentemente o investimento no desenvolvimento na Microsoft Selfie, uma aplicação exclusiva para iOS, assim como pretende utilizar as aplicações para o sistema da Apple como porta para a ampliação do número de aplicações na sua loja.

Em uma apresentação recente, quando o iPad Pro foi apresentado ao público, ninguém imaginaria que quem estaria na apresentação seria Kirk Konigsbauer, vice-presidente do Office 365, simplesmente subindo ao palco para demonstrar como as ferramentas do Office funcionavam bem no novo aparelho da Apple, sua concorrente direta.

Na apresentação, Kirk mostrou como o Office funciona bem no iOS. Dessa maneira o usuário da Apple não precisa comprar um tablet com software embarcado da Microsoft por exemplo, o que gera dúvidas. Isso porque desde da entrada de ambas no mercado, na década de 70, as duas empresas passaram anos com as relações estremecidas, inclusive em sua biografia Steve Jobs chegou a dizer que Bill Gates nunca criou nada, apenas roubou, vai vendo.

Nós sempre fomos uma empresa que constrói ferramentas“, disse Tim Cook, CEO atual da Apple, “Por um tempo chegamos a ficar divididos entre consumidor e empresa. Mas agora, as pessoas não querem ter um smartphone da empresa, assim como você não quer ter um carro da empresa ou uma caneta da empresa.” Completa, fazendo menção as funcionalidades que os dispositivos devem ter ou seja: quais investimentos fazer.

iv8ZGfT

Mas a coisa parece ter mudado, na conferência em Boxworks, o CEO da Apple explicou porque os ex-inimigos poderiam ganhar mais colaborando entre si do que competindo.

Se você voltar no tempo vai perceber que a Apple e a IBM eram inimigas” continua o CEO, “Apple e Microsoft ainda devem competir, mas podemos fazer muito mais coisas como parceiras do que como concorrentes. E é isso que nossos clientes esperam, que as coisas que funcionem no Windows funcionem da melhor maneira também em seus Mac’s.”

Eu não sou de guardar rancor”, diz o CEO, “Ter tantos amigos quanto for possível, oferecer as melhores soluções, é isso que nossa empresa quer que façamos. As empresas querem fazer parceria com empresas que já possuem um ecossistema embarcado e não as que preferem trabalhar como uma ilha, isoladas. Os dias de solidão se foram.”

GTY_Apple_CEO_Tim_Cook_MT_140716_25x14_992

E você meu amigo vitaminado, considera que esta fusão entre Apple e Microsoft seria possível? Deixe suas considerações aí embaixo nos comentários!

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar