O Assassino de Clovehitch, e os segredos de nossos pais

Tyler (Charlie Plummer) é um adolescente exemplar que vive em uma pequena cidade conservadora dos Estados Unidos. Um dia, ele encontra material pornográfico violento no carro de seu pai, Don (Dylan McDermott). Tyler fica chocado e começa a procurar mais evidências pela casa, e encontra, escondido na garagem, provas que podem ligar seu pai ao Clovehitch, um serial killer da região que nunca foi pego.

O protagonista de O Assassino de Clovehitch é Tyler, embora o título do filme não se refira a ele. Tyler é um adolescente que não causa nenhum problema para os pais, vai bem na escola, se comporta bem e até faz parte dos escoteiros. Como o filho, a família toda parece perfeita, os pais são compreensivos e parecem ter o casamento perfeito.

Tyler começa a suspeitar que seu pai é um famoso serial killer
Tyler começa a suspeitar que seu pai é um famoso serial killer

A família vive em uma cidade calma e extremamente conservadora, cuja única mancha na reputação é o assassino Clovehitch, que nunca foi pego. Justamente por isso, Tyler fica extremamente abalado quando encontra algumas fotos pornográficas perturbadoras no carro do pai. Para o garoto, parece absurdo pensar que seu pai consome qualquer tipo de pornografia, que dirá, uma pornografia que tem requintes de violência e claras inspirações fetichistas.

O Assassino de Clovehitch

Não satisfeito com o que encontrou, Tyler resolve procurar mais e, na garagem, onde praticamente só o seu pai fica, ele encontra um material ainda mais perturbador e logo já salta a conclusão de que seu pai é o famoso assassino.

A relação entre pai e filho fica mexida, embora Don não consiga entender muito bem o que aconteceu para fazer o filho se afastar e Tyler fica cada vez com mais medo do pai e, a partir daí, começa a observar cada atitude de Don e tirar ainda mais conclusões.

Tyler
Tyler

Quando Tyler conhece Kassi (Madisen Beaty), nova moradora da cidade que é obcecada pela história do Clovehitch, os dois resolvem investigar e descobrir a verdade.

Os pecados do pai

O filme soa como um suspense, mas não é exatamente isso. O longa se escora em uma trama típica do gênero, mas não acompanhamos, por exemplo, os assassinatos de Clovehitch ou sequer a investigação formal do caso. Sabemos apenas que um assassino aterrorizou a pequena cidade onde o filme se passa.

O que acontece é que o filme dá uma perspectiva diferente à uma trama clássica. Dessa vez não assistimos à história do ponto de vista da família das vítimas ou mesmo da vítima, mas sim, da família do suposto assassino. O filme nos faz questionar o quanto estamos dispostos a aceitar e proteger quem amamos, uma vez que Tyler se vê dividido entre acreditar no que vê, ou no pai, que sempre foi um bom pai e nunca o tratou mal, e também se deve prosseguir com sua pesquisa ou simplesmente esquecer o que sabe ou o que pensa que sabe.

Charlie Plummer em cena do filme O Assassino de Clovehitch
Charlie Plummer em cena do filme

Claro que o filme leva a questão a termos muito mais sérios e pesados, mas de uma certa maneira fala sobre a relação de todos os filhos com seus pais, uma vez que é impossível saber tudo o que nossos pais fizeram ao longo da vida e que mesmo que saibamos, a única escolha que temos é lidar com isso. O fato de Don, um homem exemplar e cidadão modelo, que vive em uma cidadezinha conservadora, ter pornografia violenta também é uma forma de falar sobre a hipocrisia, já que ele se mostra de uma maneira e em muitos momentos, é até um homem careta, mas esconde segredos bem piores do que qualquer coisa que ele condena.

Aspectos técnicos de O Assassino de Clovehitch

Temos aqui um filme relativamente simples, com um elenco pequeno e poucos cenários, mas com um roteiro bem interessante, que apresenta um problema que parece absurdo, mas que também pode ser real.

O filme O Assassino de Clovehitch foca bastante na relação entre pai e filho
O filme foca bastante na relação entre pai e filho

Quando Tyler desconfia que seu pai é o assassino Clovehitch, ele automaticamente começa a repensar toda a vida que eles tiveram juntos e quem de fato é seu pai. Essa é uma questão que pode falar com todo mundo, embora a maioria das pessoas não tenha pais assassinos.

O filme também se beneficia das relações entre seus personagens, como a de Tyler e Don, que vai enfraquecendo com o tempo, e a de Tyler e Kassi, que vai se fortalecendo. Kassi funciona quase como uma enciclopédia, que sabe tudo sobre o Clovehitch, mas também sobre crimes em geral e sobre a psicologia dos serial killers. Assim, ela pode explicar as coisas para o público, ao mesmo tempo que as explica para Tyler.

O que esperar

O Assassino de Clovehitch tem boas atuações, embora todas elas sejam contidas. Charlie Plummer se sai bem e domina o filme, mas seu Tyler é calmo, mesmo em frente aos segredos que descobre. O mesmo pode ser dito de McDermott, que faz a plateia questionar se ele é culpado ou se Tyler está apenas fantasiando.

O Assassino de Clovehitch é um filme que deixa o telespectador em dúvida
O Assassino de Clovehitch é um filme que deixa o telespectador em dúvida

A trama aqui lembra muito o filme A Good Marriage, inspirado no conto de Stephen King, mas traz uma perspectiva diferente. O longa se torna um pouco cansativo depois de um tempo, mas ainda mantém a boa ideia original.

O Assassino de Clovehitch traz aspectos de uma trama de suspense para uma questão que ultrapassa os clichês do gênero e deixa o telespectador se perguntando: o quanto conhecemos quem amamos?

O Assassino de Clovehitch

Nome Original: The Clovehitch Killer
Direção: Duncan Skiles
Elenco: Charlie Plummer, Dylan McDermott, Samantha Mathis, Madisen Beaty, Brenna Sherman
Gênero: Suspense, Thriller, Drama, Terror, Mistério
Produtora: End Cue
Distribuidora: IFC Midnight
Ano de Lançamento: 2018
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar