Os Novos Mutantes – Terror juvenil bem intencionado

Mas que carece de identidade e ousadia

A história das filmagens de Os Novos Mutantes acabou se tornando mais interessante do que o enredo apresentado. O filme foi gravado em 2017, com previsão de lançamento para 2018. Acabou sendo adiado para 2019 em duas datas porque foi pego no contrapé durante a aquisição da Fox pela Disney. Depois foi jogado para abril de 2020, até ser afetado pela pandemia do novo coronavírus. Então só agora chegou em alguns cinemas do país na data de anteontem.

Josh Boone, que ficou conhecido pela adaptação de ”A Culpa é das Estrelas”, se provou um diretor apaixonado pelo material fonte dos quadrinhos de Chris Claremont e Bob McLeod e isso transparece em tela aqui e ali. Fiel a essência dos personagens que escolheu usar em seu longa (que em maioria compõem a equipe principal também nas HQs), o cineasta não parece ter sido podado significativamente por produtores em sua realização (mesmo que figuras como Sr. Sinistro e Warlock tenham ficado de fora do corte final, para não fortalecer os laços com os X-Men, franquia encerrada em ”Fênix Negra”, assim como algumas cenas apresentadas no trailer, que não chegaram aqui), portanto todos os acertos e erros dessa produção são inteiramente responsabilidade do diretor, ao meu ver.

Os Novos Mutantes

Os Novos Mutantes

Ao usar Danielle Moonstar/ Miragem como âncora para o público conhecer mais daquela instituição (ou seria prisão?), Boone aproveita para criar uma mini Jornada do Herói. Descoberta, redenção e superação, mas com frases rasas de auto-ajuda e discursos clichês. Além de mal aproveitamento dos demais personagens, que são essencialmente interessantes por seus poderes incomuns nos quadrinhos.

Assim, Míssil, Magia, Mancha Solar e Lupina acabam ficando de escanteio. Seus passados são utilizados como desculpa, onde o meio justifica o clímax e apenas isso. Alice Braga está desinteressada no elenco, enquanto Anya Taylor-Joy surpreende pela caricatura que interpreta em tela; sendo ela uma das maiores atrizes jovens a se revelar, é bastante frustrante vê-la fazendo uma personagem ora completamente infantilizada e boboca, ora querendo pagar de badass.

Henry Zaga e Blu Hunt são bem verdes, mas não fazem feio, enquanto Charlie Heaton é competente, repetindo praticamente o mesmo papel mezzo loser mezzo parça já visto em ”Stranger Things”. Marilyn Manson faz uma ponta nos corpos dos homens risonhos, que caem meio gratuitamente durante o segundo ato. Apenas Maisie Williams realmente se destaca. Ela se entrega completamente ao papel de Rahne Sinclair, a única outra personagem a ter um mínimo de atenção da direção. Além de um bom desenvolvimento romântico, único viés, talvez, que o cineasta parece compreender.

Os Novos Mutantes

E o filme?

Bem intencionado, o longa fica apenas nisso, nas boas intenções. As cenas de terror não assustam, o suspense não cativa e as sequências de ação são confusas. Dessa forma, resta apenas a interação do quinteto como ponto a se considerar – e mesmo eles não são isentos de estereótipos do gênero. Por outro lado e olhando o enredo como um terror juvenil de baixo custo, ele é eficiente e redondinho. Não há desfecho grandioso, nem maiores promessas, nem ganchos para o futuro (aqui sim podados, já que os X-Men serão rebootados no MCU).

Já os efeitos utilizados são funcionais apenas em partes: no impressionante Urso Místico e nos poderes de Magia; os demais recebem um CGi mal acabado ou ocultado por muita escuridão, que se dignaria apenas se fosse um produto voltado para TV/ streaming – que aliás, dada toda a conturbação que passou pelo seu lançamento, teria sido um destino melhor: como o Hulu ou o Disney+, já que o longa tem muito a cara de “filme feito para TV”, inclusive daqueles que parecem ter saído diretamente dos anos 1990 (se o encará-lo assim, fica ainda melhor a sessão).

Afinal, com uma trama insustentável, personagens mal desenvolvidos e poucas recompensas, Os Novos Mutantes parece querer caminhar para uma direção, mas não sai do lugar, ecoando a redoma que cerca seus protagonistas. Valeria como um produto exclusivo de uma plataforma, mas não como retorno aos cinemas.

Os Novos Mutantes

Nome Original: The New Mutants
Direção: Josh Boone
Elenco: Maisie Williams, Anya Taylor-Joy, Charlie Heaton
Gênero: Ação, Horror, Ficção Científica
Produtora: 20th Century Studios, Marvel Entertainment, TSG Entertainment, Twentieth Century Fox
Distribuidora: Walt Disney Studios Motion Pictures
Ano de Lançamento: 2020
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar