Poderia Me Perdoar? Lee Israel e as falsificações

Poderia Me Perdoar? é a adaptação do livro de memórias “Can You Ever Forgive Me?”, da escritora Lee Israel. É a história real da biógrafa de celebridades campeã de vendas interpretada por Melissa McCarthy. A autora ganhava a vida vendendo falsos documentos e anotações de Katharine Hepburn, Tallulah Bankhead, Estée Lauder e da jornalista Dorothy Kilgallen. Quando Lee não consegue mais ter suas obras publicadas porque está fora de sintonia com os gostos atuais, ela transforma sua arte em decepção, encorajada por seu fiel amigo Jack Hock (Richard E. Grant).

Passando por problemas financeiros, a jornalista Lee Israel decide forjar e vender cartas de personalidades já falecidas, um negócio criminoso que dá muito certo. Quando as primeiras suspeitas começam, para não parar de lucrar, ela modifica o esquema e passa a roubar os textos originais de arquivos e bibliotecas.

Lee Israel e sua agente pedante Marjorie (Jane Curtin) em Poderia Me Perdoar?
Lee Israel e sua agente pedante Marjorie (Jane Curtin)

Poderia Me Perdoar?

Lee é uma escritora de biografias que se encontra em um péssimo momento para sua carreira. Com um grande bloqueio criativo, ela não consegue datilografar nada no papel branco de sua máquina de escrever. Um dia, ao realizar pesquisas sobre Fanny Brice, ela encontra uma antiga carta da atriz. Discretamente, Lee afana a carta e consegue vender no mercado de colecionadores.

A autora é praticamente uma perdedora. Trabalha feito louca e não é reconhecida. Sua agente não lhe dá crédito e não atende suas ligações. O aluguel está vencido há meses e há também a dívida no veterinário. Sua gata está doente e nem os remédios podem ser comprados. Para piorar, ainda há o alcoolismo. Diante de sua terrível situação, Lee vê nessas cartas antigas a sua chance de melhorar de vida. Ainda mais quando uma compradora diz que a carta oferecida era sem graça e Lee acaba por acrescentar um P.S. de sua própria autoria. Aumentando assim, o valor recebido pela carta.

Lee e suas muitas máquinas de escrever
Lee e suas muitas máquinas de escrever

O mercado negro das falsificações

Parece estranho, mas existe um grande mercado de colecionadores de todos os tipos de coisas. Antiguidades da literatura também podem ser colecionadas. Então também podem ser falsificadas. Lee dedica boa parte de seu tempo (quando não está bebendo) a falsificar cartas de celebridades falecidas, conseguindo assim, pagar pelo tratamento da gatinha, pagar o aluguel e ter alguma perspectiva na vida.

Quem ajuda Lee em sua empreitada é o amigo que não tem onde cair morto, Jack Hock. Interpretado de forma brilhante por Richard E. Grant. Eu nunca tinha visto um ator tão parecido com o Christopher Walken. Como adoro o Walken, Grant me conquistou. Com uma amizade de altos e baixos, o senhor inglês dá um baita charme ao longa. Ele e Melissa McCarthy estão concorrendo ao Oscar de ator coadjuvante e atriz principal, respectivamente.

Melissa McCarthy e Richard E. Grant em cena de Poderia Me Perdoar?
Melissa McCarthy e Richard E. Grant em cena de Poderia Me Perdoar?

Clique aqui para ler mais cinebiografias

Poderia Me Perdoar? é um filme que se encaixa em várias categorias. Primeiramente, é uma biografia. Mas como já afirmado anteriormente, foi adaptado. Assim, alguns fatos foram removidos, outros acrescentados e outros alterados. Em segundo lugar, é um drama de uma mulher que está em desespero por não conseguir dinheiro com seu trabalho. Suas condições estão péssimas, sua rotina se estabelece basicamente do bar para a cama e da cama para o bar. Além disso, sua gata está doente. Mas, olhando por outro lado, ainda podemos classificar Poderia Me Perdoar? como uma comédia. Tudo que Lee “apronta” acaba dando tão certo, que nos deixa até contentes. Pena que eventualmente tudo iria desabar.

Sei que este não era o foco do filme, mas a minha maior preocupação não era com a falsificação das cartas e sim com o estado da gatinha de Lee. Fiquei praticamente o filme todo pensando no animalzinho. Mas tirando a minha fixação felina, o filme prende o público com seu dinamismo, sua boa trilha sonora e a história é bem interessante. O final é muito bem humorado, além de nos atualizar sobre o que aconteceu com a verdadeira Lee Israel. Poderia Me Perdoar? entra em cartaz dia 07 de fevereiro!

Poderia Me Perdoar

Nome Original: Can You Ever Forgive Me?
Direção: Marielle Heller
Elenco: Melissa McCarthy, Richard E. Grant, Dolly Wells, Jane Curtin
Gênero: Biografia, Comédia, Crime
Produtora: Archer Gray
Distribuidora: 20th Century Fox
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar