Strange But True – Nada é o que parece

Desde que Ronnie Chase (Connor Jessup) morreu, sua família vem tendo dificuldades de lidar com o luto. Sua mãe, Charlene (Amy Ryan) ainda não conseguiu superar a morte do filho, o irmão, Phillip (Nick Robinson) pensa no irmão com frequência e o pai, Richard (Greg Kinnear) largou a família e foi viver com uma mulher mais jovem, em outra cidade.

Então, cinco anos depois da morte de Ronnie, Melissa Moody (Margaret Qualley), a única namorada que o rapaz teve, aparece na casa da família, grávida, dizendo que o filho é de Ronnie. A família agora precisa entender a alegação de Melissa e, pela primeira vez, aceitar a morte de Ronnie.

Nick Robinson como Philip em Strange But True
Nick Robinson como Philip

Strange but true – sobrenatural

Strange But True se coloca, a princípio, como um filme com questões sobrenaturais. Melissa, uma jovem nos seus vinte anos, aparece na casa dos pais de seu ex-namorado para dizer que está grávida do rapaz. O único problema é que Ronnie, o namorado, morreu há cinco anos.

A mãe e o irmão do rapaz acham a sugestão absurda, mas Melissa tem uma explicação um tanto quanto lógica: ela nunca manteve relações sexuais com nenhuma outra pessoa além de Ronnie e ela lembra de ter desmaiado e sonhado com o rapaz e, então, logo depois, ter descoberto a gravidez.

Charlene, a mãe de Ronnie, não parece nem um pouco disposta a aceitar a história de Melissa e acredita que a garota não sabe quem é o pai do seu filho e está tentando se aproveitar. Philip, o irmão, aceita o que a jovem diz melhor e começa a gostar da ideia de ser tio de um filho do irmão morto de quem ele sente tanta falta. No entanto, embora o filme nos apresenta uma situação que soa completamente absurda, ele não é só sobre isso.

strange but true
Melissa acredita que está grávida de seu namorado, que morreu há cinco anos

O luto

Um dos temas que circundam Strange But True é o luto. Faz cinco anos que Ronnie morreu, mas ninguém que estava na vida do rapaz parece ter aceitado muito bem. Isso acontece porque Ronnie era jovem, tinha uma vida toda pela frente e morreu em um acidente trágico. Além disso, perder um filho soa completamente não natural. A morte de Ronnie bagunçou toda a família Chase. A mãe ficou amarga e perdeu o gosto pela vida, ela também largou seu emprego; o pai saiu de casa e arrumou uma nova esposa, na tentativa de formar uma nova família; e o irmão, que tinha planos de morar em Nova York com Ronnie, acabou ficando em casa.

Ronnie, Melissa e Philip
Ronnie, Melissa e Philip

A namorada de Ronnie na época de sua morte também não superou o trauma e isso fica claro quando Philip procura outros amigos de Ronnie, que estavam com ele no dia do acidente, e que contam que Melissa nunca mais foi a mesma. É por isso que a história que ela conta parece ainda mais absurda.

Quando Melissa aparece na casa da família Chase, jurando que espera um filho de Ronnie, toda a família é obrigada a lidar não só com a possibilidade de ter um novo membro da família – que pode se tornar um “substituto” para Ronnie – como também com a realidade de Ronnie não estar mais aqui, mesmo que sua namorada acredite que ele a engravidou em espírito.

Pequenas pistas

Strange But True vai se construindo aos poucos e dando ao telespectador pequenas pistas. A primeira coisa que salta aos olhos é que o filme se passa em um universo extremamente realista onde, por exemplo, adolescentes morrem em acidentes de carro, mas tem como principal premissa uma situação que é sobrenatural. Além disso, os personagens do filme são céticos e sempre procuram explicações realistas.

Melissa - Strange But True
Melissa

Philip obviamente quer acreditar no que Melissa conta mas, ao invés de embarcar na história dela, ele cria a sua própria teoria. Nela, seu irmão de dezoito anos, que sequer pensava na sua mortalidade, achou que era uma boa ideia guardar uma amostra de esperma, que Melissa teria usado para “se engravidar”.

O filme se desenvolve aos poucos e vai nos mostrando com flashbacks o que aconteceu e como Ronnie morreu, mas ele também nos dá detalhes das personalidades de seus personagens. O amigo de Ronnie, Chaz (Mena Massoud) conta para Philip que Melissa foi expulsa da casa dos pais, porque se interessava por coisas “ocultistas”, o que nos faz entender porque ela parece disposta a acreditar que engravidou de um espírito.

Acesse aqui mais filmes de suspense

Também sabemos que ela se sente culpada pela morte do namorado e que Charlene também acha isso, o que justificaria sua vontade de dar um neto para a mãe de seu namorado morto. Ao mesmo tempo que acompanhamos a família Chase, também acompanhamos Melissa, que agora vive com um casal (Brian Cox e Blythe Danner) mais velho e simpático, que a trata como uma filha. O telespectador então, vai construindo a sua própria investigação e tentando entender o que acontece.

A morte de Ronnie bagunçou toda a sua família
A morte de Ronnie bagunçou toda a sua família
Aspectos técnicos de Strange But True

O filme é relativamente simples, mas tem um roteiro interessante e intricado. O telespectador é mais ou menos como um investigador e também começa a tentar entender o que se passa ali.

O intrigante do filme é que ele apresenta um mundo realista como o nosso e um acontecimento completamente fora do normal, que soa absurdo, mas que tem certa base lógica. O telespectador, assim como a família Chase, não sabe se acredita em Melissa ou não. Como o filme se estabeleceu em um universo realista, é natural que a gente duvide do que a menina diz, mas não existe nenhuma garantia de que aquilo não seja verdade.

Margaret Qualley em cena do filme Strange but true
Margaret Qualley em cena do filme

O longa conta com boas atuações, como a de Margaret Qualley, Amy Ryan e Nick Robinson. Greg Kinnear aparece pouco, mas se sai bem no papel de pai de Ronnie.

Strange But True é interessante porque parte de uma premissa, mas apresenta outras questões e traz à tona assuntos surpreendentes.

Falando sobre luto e sobre como prosseguir a vida depois de uma morte, Strange But True força seu telespectador a juntar os fatos, e entender o que se passa da mesma forma que seus personagens.

Strange But True

Nome Original: Strange But True
Direção: Rowan Athale
Elenco: Margaret Qualley, Amy Ryan, Greg Kinnear, Nick Robinson, Connor Jessup
Gênero: Suspense
Produtora: Automatik Entertainment, First Generation Films
Distribuidora: Paris Filmes
Ano de Lançamento: 2019
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar