Unreal Engine 5 traz evolução para os games!

Nova tecnologia trará mais liberdade criativa para desenvolvedores e artistas

Já faz alguns anos que o universo dos games não tem uma grande inovação em termos de produção e desenvolvimento de jogos. A maioria delas trouxe mudanças mais visuais do que realmente produtivas para quem desenvolve, mas isso está prestes a mudar pois a Epic Games lançará em 2021 a Unreal Engine 5.

No dia 13 de maio eles lançaram um vídeo onde temos duas pessoas (Brian Karis; Diretor Técnico de Gráficos e Jerome Platteaux; Diretor de Arte de Projetos Especiais) comentando sobre as principais tecnologias da UDK V rodando em um PlayStation 5 e o resultado é realmente incrível!

Unreal Engine 5 – Muito mais que estética

A primeira é a Lumen. Uma tecnologia voltada para os cálculos que envolvem a dinâmica de ambientação dos cenários, objetos, que pode ser resumida em um termo: Iluminação Global Dinâmica.

Unreal Engine 5
Comparação de texturas entre Assassins Creed e Demo da Unreal Engine 5

Na demo podemos ver que a personagem está em uma caverna onde a luz causa um efeito de sombra que “reage” ao ambiente. Ou seja, os objetos realmente estão lá e estão sujeitos a interação. Com um cálculo em tempo real de efeitos luz-sombra, jogos feitos neste motor gráfico não terão mais uma textura planejada colocada em um angulo estratégico para fazer o cenário parecer real.

Outro benefício que ela traz está no reflexo que cada objeto oferece, o que acaba melhorando também cada foco de luz gerado no jogo, como uma lanterna.

Reflexo é algo extremamente difícil de se trazer aos jogos pois demanda muita memória e poder de processamento então acaba ficando aos cuidados da Sra. Gambiarra, onde os desenvolvedores tem que prever onde terá um reflexo para poderem replicar o objeto em questão no lado refletido. Já com a Lumen, junto ao potente hardware incluso no PS5, não será mais necessário se preocupar com isso pois, pela primeira vez, teremos todo tipo de reflexo nos jogos, aumentando a fidelidade gráfica dos cenários, personagens, etc.

Bilhões e bilhões de polígonos

65 bilhões de polígonos. Essa é  a quantidade de polígonos em apenas uma sala rodando dentro da UDK V. Nenhum jogo hoje em dia chega nem perto disso. Graças a Nanite, a segunda novidade do motor gráfico, duas partes do processo para criação de modelos 3D foram alterados. O Normal Map, feito para simular o efeito de sombra de qualquer relevo; e LOD (Level of Details) que serve para diminuir os polígonos dos objetos modelados.

Diferentes tipos de modelos 3D
Exemplo de como o objeto 3D é afetado pela quantidade de polígonos

Normal Map e LOD são duas partes da produção criadas para fazer o jogo rodar com mais tranquilidade. Afinal, sempre houve uma preocupação com a conta “memória + processamento” porque quanto mais polígonos, mais processamento e memória são necessários. Já com Nanite o modelo 3D pode ser colocado diretamente no cenário, pulando essas fases da produção pois ele consegue processar tudo em tempo real sem problemas.

Melhor que PC gamer

Alguns podem dizer “ah no PC já tinha isso” ou “quem tem PC tá nessa desde muito antes”. Hoje em dia, mesmo o jogo com a melhor qualidade gráfica passa por processos onde os designers tem que “diminur” a qualidade da arte sem prejudicar o visual para o jogador. Então se você estava pronto para dar essa cartada no seu amiguinho que gosta de console, recomento que pense melhor antes de fazer esse tipo de comentário.

Por mais que traga benefícios, creio que ela não facilite a produção de jogos pois serviço mal feito sempre pode ser notado, mas com certeza trouxe uma tranquilidade e benefícios tanto para quem produz, quanto para nós jogadores. Unreal Engine 5 será lançada em 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar