Agente Oculto

Os irmãos Russo recuperam a forma com Agente Oculto, esse espetáculo de ação e entretenimento de primeira, que remete muito ao bom serviço prestado por eles em Soldado Invernal, de 2014.

Desde Missão Impossível: Efeito Fallout, de 2018, que eu não via sequências enervantes de ação, tiroteio e lutas tão bem executadas, em um trabalho apaixonado por um gênero que nunca cansa e que, volta e meia, precisa ser alimentado com novas produções, como Agente Oculto.

Uma desculpa aqui (ex-prisioneiro que ganha uma oportunidade de fazer o trabalho sujo na CIA) e alguns clichês bem amarrados ali (um traidor, uma criança em apuros, a parceira gatinha etc), temos um roteiro simples, mas eficiente, que consegue levar o espectador de uma ponta à outra, atravessando cenários globais, enquanto costura composições espetaculares que me fazem pensar que esse filme seria perfeito para os cinemas.

Agente Oculto

Agente Oculto

Existem vários momentos memoráveis, da primeira missão mostrada em uma festa de réveillon, com uma luta entre os tubos de explosão, até aquela sufocante e maravilhosa perseguição pelas ruas da cidade, seguida de um tiroteio muitíssimo bem orquestrado.

Ryan Gosling consegue esbanjar carisma com seu protagonista safo, enquanto Chris Evans apresenta um adversário divertidamente perverso. Ana de Armas e Jessica Henwick são incríveis, como sempre e mereciam ainda mais tempo de tela. Wagner Moura foi uma surpresa bem-vinda, enquanto Billy Bob Thornton opera bem dentro do esperado. Julia Butters (a menininha de Era Uma Vez em Hollywood) é uma prodígio que agrega muito ao enredo e promete crescer nesse, que pode ser uma franquia tão deliciosa quanto Missão Impossível. Nem tudo precisa reinventar a roda e ser super sério o tempo todo, afinal. E ainda bem.

E sim, se James Bond abriu as portas dezenas de anos atrás, seguido e superado por Missão Impossível, com boas adesões de Jason Bourne (todas franquias da qual os Russo bebem da fonte assumidamente), por que não termos mais um ótimo exemplar para continuar o legado? O excelente Resgate, de 2020, já tinha sido um passo incrível no gênero, e agora Agente Oculto vem para manter o formato em alta, com uma produção engajante, de encher os olhos e que vai arrebatar o público de bom gosto.

Agente Oculto | Trailer oficial | Netflix

Tags

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar