Corações Famintos, o lado feio da maternidade

Em Corações Famintos, Jude (Adam Driver) e Mina (Alba Rohrwacher) se conhecem na porta de um banheiro em um restaurante e logo se apaixonam. Os dois começam a sair e rapidamente ela fica grávida.

Jude e Mina se casam e têm o bebê, mas o que deveriam ser momentos felizes para a jovem família, logo viram um pesadelo, já que Mina não consegue largar o bebê e começa a se preocupar com tudo o que ele come.

Quando Jude nota, o bebê já está com o peso muito abaixo do que deveria. Ele então, começa a achar que Mina pode ser uma ameaça para o filho.

Adam Driver em cena do filme Corações Famintos
Adam Driver em cena do filme

Corações Famintos – Jude e Mina

O filme começa quase como uma comédia romântica, já que mostra Jude e Mina se conhecendo. A cena é divertida e o telespectador logo acha que vai embarcar em um romance divertido e bonitinho. A relação dos protagonistas se desenvolve rápido, assim, brevemente eles se casam e Mina engravida.

É a partir daí que as coisas começam a mudar. Fica claro desde o começo que Jude e Mina são diferentes entre si, como é natural na maioria dos relacionamentos, mas essas questões não parecem incomodar o casal no começo.

Ao longo do tempo as coisas vão tomando proporções maiores e Jude começa a perceber que ele não conhece Mina tão bem quanto pensava, o que é natural, já que eles se conheceram e se casaram de maneira rápida e apressada.

Corações Famintos começa como um conto de fadas, mas se transforma em um pesadelo
Corações Famintos começa como um conto de fadas, mas se transforma em um pesadelo

O bebê

Jude é um homem americano, enquanto Mina é uma mulher italiana, e é natural que os dois tenham sido criados de maneira diferente. Fica evidente que existem diferenças culturais entre os dois personagens, além disso, Mina é uma pessoa que se mostra constantemente preocupada com o que come. Ela é vegana e prefere alimentos naturais.

Quando fica grávida, o médico lhe informa que talvez ela tenha que comer carne porque o bebê precisa de certas proteínas que estão presentes na carne. Entretanto, para Mina, essa sugestão parece absurda e ela não a segue. As diferenças entre Jude e Mina se acirram quando o bebê nasce.

Logo depois do nascimento, Mina não quer se separar do filho de maneira nenhuma, o que em certa medida, pode parecer natural para uma mulher que acabou de ser mãe, mas Mina não deixa que a sogra (Roberta Maxwell) pegue o bebê e não quer que a criança saia de casa, porque acha que o ar da rua é perigoso.

Mina e o bebê
Mina e o bebê

Preocupações…

Jude logo volta a trabalhar e Mina passa o dia com o bebê, tornando a simbiose dos dois ainda maior e mais problemática. Até o dia em que Jude leva o filho no médico, contra a vontade de Mina, que também não acredita em médicos, e descobre que o bebê está muito abaixo do peso que ele deveria ter e que ele corre, inclusive, risco de vida. Quando confronta a esposa, ela lhe diz que não tem dado muita comida ao bebê, porque acha que todas as comidas são venenosas.

Jude então, nota que Mina não está no seu estado normal e a relação dos dois, assim como a maneira com que Mina trata o bebê, começa a degringolar e a ficar cada vez mais perigosa.

A mãe e o bebê

A trama do filme trabalha com um período interessante e fértil da vida do casal e, mais especificamente, da mulher, o período posterior ao parto. Corações Famintos até se preocupa em nos contextualizar e explicar como o casal chegou à situação que o filme quer retratar, mas ele quer mesmo é falar sobre a reação de Mina à maternidade.

As atuações são um dos pontos altos do filme Corações Famintos
As atuações são um dos pontos altos do filme

Tudo bem que Mina sempre foi uma mulher preocupada com o que ingeria e Jude, embora não comesse como ela, sempre entendeu o que a esposa pensava. Porém, quando o bebê nasce, tudo se acentua. Mina não consegue ficar fisicamente longe do filho e, só a possibilidade de voltar a trabalhar a deixa extremamente nervosa. Essa parece ser uma reação relativamente normal para uma mulher que acabou de dar à luz e que passou um tempo sendo a principal fonte de sobrevivência de uma criança, o que extrapola os limites são os métodos de Mina.

Ela não acredita em médicos, remédios e acha que as comidas industrializadas são todas venenosas. O que, em certa medida, podem ser preocupações válidas, se tornam exacerbadas e levam a problemas sérios, como em determinado momento, quando o bebê passa mais de uma semana com febre, porque a mãe só quer medicá-lo com compressas de água fria.

Aspectos técnicos de Corações Famintos

Corações Famintos é um filme simples, seu elenco é pequeno e seus cenários são poucos, mas ele tem um roteiro forte e poderoso. O elenco se resume basicamente a Jude, Mina, o bebê e suas famílias, que são pequenas; e os cenários são a cidade de Nova York, o bar onde eles se conhecem e a casa do casal.

Jude e Mina
Jude e Mina

Muito do poder de Corações Famintos está pautado na atuação de seus protagonistas. Adam Driver se sai muito bem e Alba Rohrwacher também. Os dois personagens sofrem sérias mudanças durante o filme. Jude passa de um homem apaixonado e idealista a um pai disposto a fazer tudo pela sobrevivência de seu filho, enquanto Mina passa de uma moça adorável com hábitos ligeiramente curiosos, para uma mulher praticamente insana e irascível.

As mudanças de personalidade acompanham a mudança da trama, que começa quase como um conto de fadas e vai, aos poucos, se tornando um pesadelo, afinal, Jude tem certeza que Mina é a mulher de sua vida mas, por outro lado, ela também é uma ameaça ao filho dos dois.

Dilemas

Acompanhamos o filme do ponto de vista de Jude, por isso, descobrimos as coisas junto com ele e é dessa maneira que percebemos também que Mina não está completamente sã. A fotografia ajuda muito nisso. Os dois vivem confinados na casa onde moram, que já dá uma sensação de prisão e de confinamento, que aumenta quando o diretor filma várias cenas em lugares ainda menores, como a estufa ou o corredor.

Quando ele usa lentes olhos de peixe, e produz cenas extremamente perto do rosto de Mina, a sensação que o telespectador tem é de que está enlouquecendo junto com Jude, que não sabe se salva a esposa ou o filho.

Corações Famintos trabalha com temas fortes e pesados, mas também extremamente realistas. O filme pode começar quase como uma comédia romântica, mas no meio do caminho se torna um filme bem mais realista e não só porque retrata as dificuldades de dividir a vida com alguém, mas porque toma caminhos um pouco mais sinistros, ainda que relativamente próximos da realidade.

Corações Famintos

Nome Original: Hungry Hearts
Direção: Saverio Costanzo
Elenco: Adam Driver, Alba Rohrwacher, Roberta Maxwell, Al Roffe, Jake Weber
Gênero: Drama, Suspense
Produtora: Wildside Media, Rai Cinema, Moonfleet
Distribuidora: IFC Films
Ano de Lançamento: 2014
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar