Han Solo: Uma História Star Wars

Todas as respostas que não perguntamos, em uma honesta sessão da tarde

Acho bastante interessante explorar outros territórios e personagens em um universo rico e vasto como o de Star Wars, mas há alguns personagens, como Han Solo e Wolverine, por exemplo, que não precisam de um passado. São suas presenças que valem e o que dizem, que são considerados verdade ou lenda. Essas figuras anti-heroicas foram construídas para o agora, não para o ontem. Não são como Batman ou Homem-Aranha, que necessitam de explicação de origem para fundamentar suas escolhas e gestos no futuro.

É justamente o mistério ao seu redor o elemento responsável pelo sucesso dos mesmos. Dessa maneira, o spin-off da saga explora as origens do contrabandista eternizado nas telas por Harrison Ford com uma aventura decente, mas repleta de respostas desnecessárias e momentos pouco inspirados, visualmente apáticos.

Alguns personagens de Han Solo
Alguns personagens de Han Solo

Detalhes que não precisavam ser explicados

A origem do sobrenome “Solo”, por exemplo, é aberrante e completamente desnecessária, assim como a revelação da infame corrida de Kessel. Eu acreditava no boato dito por Ford, não precisava exatamente tê-lo visto. Chamado às pressas para substituir Phil Lord e Chris Miller no comando do longa, Ron Howard realiza aqui um trabalho genérico. Sendo ele um diretor-operário (Uma Mente Brilhante é ótimo, mas mais pelo roteiro, do que pela direção, convenhamos), não soube muito como explorar sequências de perseguição, o uso do CGi (que não faz feio, mas também não ousa), nem de evidenciar uma fotografia mais vivaz (como os pôsteres vendiam), enchendo de cinzas e lama o longuíssimo filme (que poderia ter uns 40 minutos a menos, tranquilamente).

É claro que a cena sobre o trem tem bons momentos, assim como o esperto impasse de pistoleiros no clímax, mas a história se sai melhor em outros contextos. Como quando Han e Lando estão numa jogatina, como o herói conheceu Chewie ou durante a libertação das máquinas. No mais, o roteiro dos experientes Lawrence Kasdan e Jon Kasdan, aposta demais no fanservice. Assim, juntam tudo o que acreditavam que os fãs da franquia gostariam de ver. Adicionando uma explicação a outra com pequenas sequências aleatórias no meio, mais como desculpa, do que com fins verdadeiramente narrativos.

Han Solo e Chewbacca
Han Solo e Chewbacca

O elenco de Han Solo: Uma história Star Wars

Por outro lado, o elenco é o ponto alto do filme. A começar por Alden Ehrenreich, que não só é fisicamente parecido com Harrison Ford, como também consegue replicar os trejeitos e expressões do clássico personagem de maneira impressionante. Ainda que lhe falte certa malandragem, talvez por ainda estar em começo de carreira. Emilia Clarke tem um dos melhores papéis de sua carreira, fazendo uma figura bastante sensata; enquanto Woody Harrelson fica à vontade incorporando um fora da lei.

Donald Glover como Lando Calrissian funcionou na medida. Mas o grande destaque fica realmente com a robô L3, que quer direitos iguais para as máquinas e dispara os melhores comentários do enredo. Chewbacca é outro que funciona muito em tela, assim como a participação pontual de Enfys Nest e os Cloud Riders. Eu queria ter visto mais de Jon Favreau como Rio. Mas Paul Bettany não é favorecido pelo roteiro, com seu vilão genérico Dryden Vos. De qualquer forma, o trabalho de personagens é bem desenvolvido e o lema “não confie em ninguém” é explorado de maneira sagaz, fornecendo uma pequena reviravolta atrás da outra, até o divertido desfecho.

Han Solo pode ser um balde cheio para fãs pescarem os mínimos detalhes, situações e aparições (eu conheço o suficiente, mas não sou fã o bastante para compreender o final de Qi’Ra e a relação dela com Darth Maul), ainda que forneça respostas para perguntas que nunca tivemos qualquer interesse em saber. Como aventura escapista e descompromissada, essa história Star Wars funciona melhor e lembra muito aqueles filmes de sessão da tarde que assistíamos nos final dos anos 80.

Han Solo: Uma História Star Wars

Nome Original: Solo: A Star Wars Story
Direção: Ron Howard
Elenco: Alden Ehrenreich, Woody Harrelson, Emilia Clarke, Joonas Suotamo, Donald Glover
Gênero: Ação, Aventura, Fantasia
Produtora: Lucasfilm
Distribuidora: Walt Disney Studios Motion Pictures
Ano de Lançamento: 2018
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar