After, filme baseado no livro de Anna Todd

After conta a história de Tessa Young (Josephine Langford), uma jovem de 18 anos que acaba de entrar na faculdade. Ela é tímida, recatada e tem um namorado de longa data (Dylan Arnold). Mas logo começa a frequentar as festas regadas a álcool, junto com sua colega de quarto.

Então, um dia, Tessa conhece Hardin Scott (Hero Fiennes Tiffin), por quem se apaixona perdidamente.

After é a adaptação do primeiro livro de uma série escrita por Anna Todd.

Josephine Langford como Tessa Young em After
Josephine Langford como Tessa Young

A origem de After

After é uma série composta por quatro livros que narram o romance de Tessa e Hardin e mais dois livros spin-offs, que tem como protagonista Landon (Shane Paul McGhie), amigo de Tessa. Mas, a princípio, After era apenas uma fanfic que tinha como protagonista Harry Styles, ex-integrante do grupo One Direction.

Mais tarde, Todd transformou sua fanfic em uma série de livros e, naturalmente, mudou o nome do protagonista e de qualquer outro personagem que fosse inspirado em pessoas reais. A própria autora assume que não copiou a personalidade de Styles, mesmo porque ela não o conhece de verdade. Hardin tem somente a aparência inspirada no astro. As personalidades de Damon (Ian Somerhalder), de The Vampires Diaries e de Chuck Bass (Ed Westwick), de Gossip Girl foram escolhidas para construir a personalidade de Hardin.

Romance clichê

After narra a história do romance de Tessa e Hardin, e clichê é a palavra ideal para descrever essa relação. Tessa é uma moça certinha, recatada e inexperiente. Ela viveu a vida toda com a mãe protetora (Selma Blair) e tem um namorado desde a infância, que se comporta mais como seu irmão do que como seu namorado. Hardin, por sua vez, é um bad boy inglês que usa jaqueta de couro, tem muitas tatuagens, dirige um carro antigo e tem problemas com o pai (Peter Gallagher).

O filme se preocupa em mostrar diversidade de sexualidade e etnias
O filme se preocupa em mostrar diversidade de sexualidade e etnias

Fica muito óbvio, desde o começo, que o relacionamento dos dois é inspirado no já clássico “garota certinha que precisa se soltar e bad boy malvado que precisa ser regenerado pelo amor da garota certa”. Não é de se surpreender que o filme seja muito parecido com outras duas adaptações inspiradas em livros para adolescentes. Uma delas, inclusive, também é originalmente uma fanfic: Crepúsculo e 50 Tons de Cinza.

O resultado é que nada do que acontece no filme consegue surpreender o espectador. Logo percebemos que Tessa vai dispensar seu namorado do colegial assim que chegar na faculdade. E que vai se apaixonar perdidamente por Hardin, embora ele tenha uma “namorada” (Inanna Sarkis) e não seja exatamente a pessoa mais agradável do longa. Assim como também notamos que Hardin, embora seja um bad boy, vai ficar de quatro por Tessa e mudar pelo amor dela. Mas antes disso, eles vão enfrentar ex-namorados e ex-namoradas que querem mantê-los separados, pais que não compreendem o amor dos dois e, claro, a personalidade de cada um deles.

O lado sombrio de Hardin

Por outro lado, Hardin é escrito para ser um personagem sombrio, que toma atitudes que muitas vezes não podem ser entendidas. Embora ele trate Tessa bem na maioria dos momentos, quando está com os amigos, ele age diferente e sua fama o precede na faculdade.

Hero Fiennes Tiffin como Hardin Scott em After
Hero Fiennes Tiffin como Hardin Scott

Tessa se vê repetindo com frequência frases clássicas como “comigo ele é diferente” e “ele não age assim comigo”. Tudo isso pode passar uma impressão um tanto quanto errada para os jovens, que são o público alvo de After. Pois, mais uma vez, romantiza-se a ideia de que o amor é tolerar qualquer coisa que a outra pessoa faça.

É verdade que existem filmes que são vendidos como romance, em que os protagonistas masculinos são mais manipuladores e abusivos (como Crepúsculo e 50 Tons de Cinza) do que Hardin é em After. Talvez o roteiro já tenha dosado isso em função da especulação que se deu em relação a outros filmes e livros. Mas de qualquer maneira, o filme vende Hardin como o “namorado perfeito”.

Também não existe muita preocupação em dar uma explicação plausível do porquê Hardin é tão sombrio assim. Afinal, ele é só um adolescente com menos de 21 anos, que mora com seu pai em uma casa enorme, tem tudo o que quer e não precisa se preocupar com muitas coisas, além da faculdade. O longa até faz uma tentativa de justificar tudo isso, mas a cena é mal explicada e não convence muito.

Hardin é o perfeito bad boy
Hardin é o perfeito bad boy
Aspectos técnicos de After

O filme tem um roteiro bem simples e uma trama óbvia. Mas isso não é culpa exclusivamente do roteiro, já que o filme é baseado em um livro. A impressão que se tem é que o livro foi transportado para a tela mais ou menos da mesma maneira em que foi escrito. E que na certeza de que seria um sucesso, a produção não pensou em muitos detalhes.

A fotografia e os movimentos de câmera acompanham essa simplicidade e não chamam a atenção especialmente, embora o filme pareça se preocupar um pouco mais com os figurinos. Tessa usa roupas que destacam sua personalidade tímida e recatada e sempre em tons claros. Enquanto isso, Hardin está sempre de preto. Dessa maneira os dois representam exatos opostos, que eventualmente se atraem.

As atuações são outra questão delicada do filme. After tem no seu elenco alguns atores já consagrados, como Selma Blair, Peter Gallagher e Jennifer Beals em uma pontinha, que se saem bem em seus papéis, mas tem pouquíssimo tempo de tela, uma vez que a trama se foca no elenco adolescente. Os protagonistas da história, por sua vez, entregam atuações bem ruins. É quase difícil acreditar no que eles estão falando. Josephine Langford ainda segura a personagem um pouquinho, mas Hero Fiennes Tiffin é sofrível.

After retrata o romance de Tessa e Hardin
After retrata o romance de Tessa e Hardin

O que esperar de After

O filme ainda faz algumas citações a clássicos da literatura, como se quisesse dizer que, embora After seja voltado para o público jovem, a pessoa por trás das obras leu os clássicos. O problema é que os livros citados são os que sempre aparecem em filmes e livros adolescentes: O Morro dos Ventos Uivantes e Orgulho e Preconceito.

Sem dúvida, esse tipo de citação estimula a busca por esses livros, mas a maneira como são citados não funciona muito bem. Mais ou menos como em Crepúsculo, outra “história de amor” com um personagem masculino manipulador, After cita O Morro dos Ventos Uivantes, que não é uma história de amor, como um romance bonito e faz o mesmo com O Grande Gatsby, que também passa bem longe de retratar um romance saudável.

Entretanto, existem pontos positivos em After. Há uma preocupação com representatividade, e assim o filme traz personagens de diferentes etnias e sexualidades. E também ocorre uma apologia ao sexo seguro, o que é ótimo. Mas a trama em si, não funciona tão bem assim.

After fala de temas que podem fazer os adolescentes se reconhecerem
After fala de temas que podem fazer os adolescentes se reconhecerem

Independentemente disso, é possível que After funcione entre o público adolescente. Primeiro porque o longa é adaptado de um livro de grande sucesso que já tem seus fãs e, segundo, por tratar de temas que agradam o seu público alvo e são fáceis despertar reconhecimento.

De uma maneira geral, After não é um bom filme, mas talvez ele traga às telas algo que os adolescentes, de fato, queiram ver.

After

Nome Original: After
Direção: Jenny Gage
Elenco: Hero Fiennes Tiffin, Selma Blair, Josephine Langford, Jennifer Beals, Peter Gallagher
Gênero: Drama, Romance
Produtora: CalMaple, Wattpad, Diamond Film Productions
Distribuidora: Diamond Films
Ano de Lançamento: 2019
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar