Justified – Série de faroeste contemporâneo é tiro certeiro

Adaptada a partir do conto “Fire in the Hole” do renomado e saudoso escritor de western, romances policiais e thrillers Elmore Leonard (que teve uma infinidade de obras levadas para as telonas), a série Justified narra as histórias e as missões de Raylan Givens, um Delegado Federal que é obrigado a aceitar uma transferência de Miami para o interior do Kentucky, pelo seu estilo, digamos, mais “rústico” de lidar com o crime.

Rápido no gatilho e sem frescuras, ele é um homem direto, como é descrito no conto original de Leonard. A série é inspirada em dois de seus livros, “Pronto” e “Riding the Rap”. Durante o depoimento que define sua saída de Miami, Givens não hesita em cortar explicações. Vai direto ao ponto e diz que a morte do criminoso foi justificada (daí o título). Mas nada é tão simples quanto um clichê possa fazer parecer e a trama evita todos os lugares-comuns possíveis.

Timothy Olyphant em Justified
Timothy Olyphant é Raylan Givens

Justified

Raylan é interpretado por Timothy Olyphant, que o público deve conhecer de outras paragens, como “Pânico 2”, “O Apanhador de Sonhos”, “Hitman”, “Deadwood” (de onde dizem que foi o motivo para sua escalação aqui, graças ao seu Seth Bullock) e mais recentemente “Santa Clarita Diet”. O astro consegue compor um protagonista extremamente carismático, de fala mansa, cinismo e forte ironia, com uma sensatez equilibrando as bases.

Assim,crescido na pequena comunidade de Harlan, Givens se tornou policial para ir contra o destino. Afinal, seu pai é um criminoso e quase ninguém naquela cidade presta. Com um casamento arruinado e repleto de vaivéns ao longo das temporadas, uma queda por loiras, um faro apurado para mentiras, o pistoleiro nunca dispara antes de seu algoz. Ele adora quebrar as regras da delegacia de Lexington, sendo assim um poderoso imã para problemas.

Joelle Carter é Ava Crowder

Os demais personagens

Justified ainda forma um triângulo (não exatamente amoroso, mas poderia ser) com Ava Crowder (Joelle Carter, de “American Pie 2”, “Alta Fidelidade”) e Boyd Crowder, interpretado com maestria pelo grande Walton Goggins (“Django Livre”, “Os Oito Odiados”, “Tomb Raider: A Origem”), que vem de uma famosa família de criminosos de Harlan e trabalhou com Raylan nas minas de carvão da cidade quando eram mais jovens, o que estabelece um forte laço entre ambos do primeiro até o último minuto entre as seis temporadas, rendendo grandes e impactantes momentos, de figuras que representam os dois lados da mesma moeda.

Realizando um verdadeiro jogo de gato e rato e por vezes aliados, Givens e Crowder são o motor para tudo o que anda e desanda na narrativa, planejada para ter exatamente seis temporadas, o que fica evidente na qualidade de seu desfecho, mais amargo do que agridoce, abraça o realismo do inevitável, sem melodramas trágicos nem finais felizes de novela, sendo como a vida é, deixando impresso nos olhos de seus personagens como as coisas são. Afinal, quem vem de Harlan, leva Harlan para onde for.

Justified
Walton Goggins é Boyd Crowder

Um belo elenco

O elenco conta com vários outros nomes, menos ou mais conhecidos, mas que possui um entrosamento vistoso, favorecendo os acertos do seriado. A começar pelo delegado-chefe Art Mullen interpretado por Nick Searcy, que faz o que pode e não pode para permitir a Raylan desviar um pouco da rota para fazer o que é necessário; Jacob Pitts (o público vai lembrar dele especialmente de “Eurotrip”) e Erica Tazel como os delegados adjuntos, que compram o tipo de humor negro vindo do protagonista e complementam com frases sagazes e repletas de ironia.

E ainda a belíssima Natalie Zea fazendo a ex, ora atual esposa de Givens, Jere Burns sendo o excêntrico e tranquilo criminoso Wynn Duffy, Damon Herriman como o paspalho Dewey Crowe, Jeremy Davies sendo o filho de uma família criminosa, além de algumas participações especiais valorosas, incluindo Margo Martindale como a matriarca Mags Bennett, Michael Rapaport como o chefe da família Crowe, Kaitlyn Dever (que vem chamando a atenção, como visto em “Inacreditável” e “Fora de Série”), fechando com chave de ouro ainda com outros nomes de peso: Neal McDonough e Sam Elliott.

Erica Tazel é Rachel Brooks

Vale a pena?

A série sustenta seu alto valor de produção do começo ao fim, com um roteiro bem escrito, ótimas atuações e uma direção de arte arrojada, além da trilha sonora que por vezes parece nos levar diretamente para o velho-oeste (e atenção ainda para a estilosa abertura, que conta com a mistura country e rap “Long Hard Times To Come” do Gangstagrass junto de T.o.n. E-z).

As duas primeiras temporadas são de longe as melhores; a terceira é a mais fraca e derivativa, mas ainda acima da média comparada com outros seriados no período; a quarta recupera o fôlego com um mistério bem elaborado embutido na trama, enquanto que as temporadas finais começam a preparar o terreno para o desfecho, deixando centenas de corpos pelo caminho, amarguras mal resolvidas e a busca do homem comum em formar uma família, à medida que aplica a lei.

Para fechar, pode aguardar grandes momentos de duelo que fariam John Wayne e Sergio Leone aplaudirem do túmulo. Justified vale o tempo investido.

Justified

Nome Original: Justified
Elenco: Timothy Olyphant, Nick Searcy, Joelle Carter
Gênero: Ação, Crime, Drama
Produtora: FX Productions
Disponível: Prime Video

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar