Machine Learning e a Visualização do Alto Espaço Dimensional

Podemos observar um avanço incrível na área da Inteligência Artificial e os resultados são colhidos pelo mundo todo. Utilizando-se de técnicas como o “Machine Learning” ou Aprendizado de Máquina, é possível obter resultados de observações de padrões e, a partir deles, oferecer novos parâmetros, para máquina e para nós mesmos. A Google está sempre envolvida com novas tecnologias e daí surge o “experiments”, subdomínio que oferece ao navegante a oportunidade de interagir e até utilizar os experimentos em seus próprios projetos.

Machine Learning e a Visualização do Alto Espaço Dimensional

Um dos experimentos oferece acesso a uma Visualização do Alto Espaço Dimensional, sendo o Alto Espaço Dimensional um dos conceitos centrais do Aprendizado de Máquina. No vídeo, ele é citado como exemplo baseado no próprio ser humano, que possui diferentes características. Assim, as informações também vão se desmembrando em diferentes ramificações.

Para entender melhor esses desmembramentos, a plataforma permite que as informações sejam observadas dentro de um certo padrão gráfico, fazendo com que seja possível entender melhor e de forma visual o que a máquina está fazendo.

Machine Learning

Veja que é possível visualizar quais são as conexões com a palavra Kids (criança em inglês). Os termos próximos são palavras como: desenhos, bebês, orgulho, histórias, Disney, garotas e garotos, enquanto termos mais distantes vão mostrar palavras como Ted, aventuras, irmãos, Mickey e filmes, por exemplo.

Okay, mas como esses dados são úteis?

Em um cenário onde diversos textos são apresentados para a máquina, seguindo a premissa do Alto Espaço Dimensional, valores são atribuídos para as características das palavras e, então, ao se obter uma visualização semelhante com a de cima, veríamos cidades, nomes próprios, cores, planetas e muitos outros elementos agrupados. Em nenhum momento falamos para máquina que essas informações são correlatas!

Uma outra forma de utilizar o recurso é observando imagens onde diversas pessoas escrevem números de diferentes formas. É possível alimentar a máquina com esses dados e observá-la agrupar cada um dos números, desenvolvendo uma maior capacidade de identificação de termos. Maneiro, né?

Confira o vídeo descrevendo o processo (Em inglês):

A.I. Experiments: Visualizing High-Dimensional Space

Você pode experimentar o recurso acessando o link: https://experiments.withgoogle.com/visualizing-high-dimensional-space.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar